Fala Cidadão

Moradores da Travessa Beco da Paz pedem que autoridades públicas acabem com esgoto a céu aberto na localidade

A população da Travessa Beco da Paz, no bairro Santa Margarida, em Salgueiro, não aguenta mais conviver com um esgoto a céu aberto, que causa um mau cheiro repugnante na localidade. Adriana Cruz, que entrou em contato com nossa redação nessa quarta-feira, 13, pelas redes sociais, relata que o problema existe há pelo menos dois anos. Reiteradas vezes os moradores locais pediram a instalação de manilhas para a eliminação do esgoto, mas receberam promessas e nada mais.

“Esse esgoto é bem no meio da rua. Cai esgoto das casas dentro, o povo joga lixo no esgoto, e agora com esse calor é um fedor fora do normal. As pessoas sentam nas calçadas e não aguentam. As crianças estão ficando doentes, porquê, querendo ou não, mesmo com a casa fechada o fedor sobe e a gente já não sabe a quem reclamar”, protesta Adriana.

Ainda segundo a cidadã leitora do blog, muitos moradores da via já procuraram várias autoridades e o problema não foi resolvido. “Só dizem que vem colocar manilhas, fechar, e nunca aparece ninguém aqui nem para limpar os matos. A situação é precária, porque é esgoto de todas as casas que cai a céu aberto”, acrescenta, pedindo que alguma ação efetiva seja tomada pelo poder público de Salgueiro.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Salgueiro: Moradores de rua localizada no bairro Santa Margarida reclamam de esgoto estourado

Uma fedentina insuportável provocada por um esgoto estourado vem incomodando os moradores da Rua Presidente Castelo Branco, no bairro Santa Margarida, em Salgueiro. O cidadão Eudes Santos enviou fotos ao Blog Alvinho Patriota nesta quarta-feira, 13, denunciando essa situação deplorável, que tem impactado negativamente a convivência de quem reside no local.

“Estamos sofrendo com esse esgoto estourado há meses. Já entramos em contato com a Compesa, a qual nos informou que é responsabilidade da prefeitura. Já a prefeitura, diz que é responsabilidade da Compesa. Estamos largados a própria sorte”, reclama Eudes, pedindo que o problema seja resolvido por qualquer que seja o órgão público.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Moradora da zona rural de Salgueiro reclama de falta d´água: “Estamos sem água pra nada”

Há pelo menos três meses os moradores do sítio Açude Quebrado, no distrito de Vasques, zona rural de Salgueiro, não têm acesso a uma gota de água potável. A localidade não possui água encanada e o caminhão-pipa parou de abastecê-la. A reclamação foi enviada à redação do Blog Alvinho Patriota pela cidadã Eliane Gomes nesta terça-feira, 12.

“Isso é um absurdo, tem um poço marcado, mas nunca ninguém pode nos ajudar com a perfuração desse poço. Está muito ruim aqui”, reclama Eliane, pedindo que as autoridades públicas enviem um caminhão-pipa com urgência para abastecer a comunidade.

“Queremos que mandem caminhão-pipa para cá ou cavem o poço aqui, porque é muito ruim ficar sem água e ter que ir buscar água longe. Está tudo seco aqui”, lamenta a cidadã de uma localidade que faz parte de Salgueiro, mas é esquecida.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Morador do Sítio Campinhos reclama da situação das estradas da comunidade

Os moradores do Sítio Campinhos, situado no distrito de Vasques, na zona rural de Salgueiro, estão insatisfeitos com a situação das estradas da comunidade.

O agricultor Cláudio Rocha enviou fotos para a redação do Blog Alvinho Patriota nesta quinta-feira, 15, denunciando o abandono das vias públicas, sem manutenção periódica necessária.

“Já tem uns oito meses que essas estradas estão assim. Quando chove ninguém anda”, protesta Cláudio, acrescentando que Campinhos é abandonado pelos órgãos públicos.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Salgueiro: Moradora de via conhecida como ‘Rua da Lama’ reclama de situação do local

Entra gestão, sai gestão e a situação de uma via nas proximidades da Rua João Buíque, em Salgueiro, conhecida como ‘Rua da Lama’, continua deplorável. A reclamação foi enviada à redação do Blog Alvinho Patriota pela cidadã Antonha Baraúna, que está revoltada com a falta de infraestrutura adequada da Rua José de Brito Rosado.

“Moro aqui há mais de 40 anos e nunca vi ninguém vir resolver o problema. Quando chove aqui se forma praticamente um rio e nunca ninguém vem resolver nada, ao menos olhar para a região”, protesta.

A cidadã lista vários problemas na via, principalmente alagamentos e esgotos a céu aberto. Os esgotos, aliás, deram o apelido indesejado de ‘Rua da Lama’. O que moradores locais querem é mudar essa denominação pejorativa para ‘rua do calçamento e bem-estar’.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Salgueiro: Morador do bairro Nova Olinda reclama de problemas de infraestrutura

Um leitor do blog residente no bairro Nova Olinda, em Salgueiro, entrou em contato com nossa redação nesse fim de semana, expondo insatisfação com problemas de infraestrutura na localidade. O cidadão, que pediu para não ser identificado, cita problemas como falta de coleta de entulhos, calçamentos danificados e infestação de muriçocas, baratas e outros insetos por conta de mato em canal.

Os problemas listados pelo internauta são: entulho na Rua Júlio Alves da Silva, por trás de uma oficina; buraco no calçamento da Rua Antônio Eliseu de Vasconcelos, já nas proximidades da Rua Joaquim Sampaio, que tem provocado até acidentes; e mato no canal da Rua Adernil Januário, ocasionando transtornos para moradores do entorno.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Programa Crédito Popular de Salgueiro ainda não liberou recursos para empreendedores, reclama leitora do blog

Quase um mês depois do encerramento das inscrições – 28 de maio -, o Programa Crédito Popular de Salgueiro ainda não liberou recursos para empreendedores do município. A cidadã Adriana Silva, que se inscreveu, nos enviou mensagem reclamando dessa situação.

Em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, formos informados que o programa está em fase final da análise das propostas. Mais de mil pessoas se inscreveram três dias após a abertura das inscrições, em 17 de maio.

Através do programa, empreendedores formais e informais podem contrair empréstimo de até R$ 3 mil junto ao governo municipal, com juros de 0,90% ao mês. O projeto que originou a ação gerou polêmica na Câmara de Vereadores. A prefeitura queria aprovação rápida, mas a Mesa Diretora precisou de um tempo para analisar a proposta.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Paciente do Hospital de Campanha de Salgueiro reclama de barulho excessivo: “A pessoa não consegue descansar”

Silêncio é um dos fatores fundamentais em ambientes hospitalares. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o barulho em hospitais não deve passar dos 30 a 40 decibéis, mas, no Hospital de Campanha de Sagueiro esse princípio básico que ajuda na recuperação de enfermos está sendo desrespeitado. A denúncia partiu de um paciente, que entrou em contato com nossa redação na manhã deste sábado, 12.

Internado com Covid-19, fazendo uso de oxigênio, o rapaz afirma que não consegue descansar devido ao barulho excessivo. “Aqui parece a Feira da Sulanca, altas risadas, conversas super altíssimas… A pessoa não consegue descansar. Nunca vi uma falta de silêncio num hospital desse jeito”, reclama.

Pessoas em tratamento de saúde precisam de silêncio, por isso mesmo carros de som são proibidos de circular nas imediações de hospitais com volume alto. Quando a poluição sonora parte de acompanhantes e/ou funcionários das unidades, faz-se necessária conscientização para que as pessoas internadas consigam relaxar.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Morador do Residencial Santo Antônio reclama de falta de médico na UBS do bairro

Um cidadão morador do Residencial Santo Antônio, em Salgueiro, que pediu para não ser identificado, denunciou nesta terça-feira, 8, falta de médico na Unidade Básica de Saúde (UBS) da localidade.

“Aqui o povo é tudo se consultando com a enfermeira chefe porque não tem médico”, reclamou o rapaz. “Já tem muito tempo que está assim. Minha filha adoeceu e eu tive que levar pra o hospital”, acrescentou, pedindo que um médico seja disponibilizado para a comunidade.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

População de Montevidéu reclama de falta de abastecimento d´água

Cidadãos que residem no povoado de Montevidéu, na zona rural de Salgueiro, estão revoltados com a falta de abastecimento d´água na comunidade. De acordo com denúncia enviada à redação do Blog Alvinho Patriota por Guilhermina Alves, não chega água na localidade há pelo menos 15 dias. Apesar de pertencer a Salgueiro, Montevidéu é abastecido pela Cagece (concessionária de água e esgoto do Ceará), num acordo com a Compesa.

“Segundo informações a Compesa não pagou débitos que se encontram em atraso e em virtude disso o abastecimento foi suspenso. A população sofre, pois a conta chegou e a água nem se fala. Um completo descaso com a população. Fica aqui meu pedido como moradora a algum órgão competente para tomar as providências cabíveis. O povo está sofrendo e pedimos socorro”, clama Guilhermina.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Moradores dos Sítios Novos reclamam de problemas no abastecimento d´água

Cidadãos que residem nos Sítios Novos, na zona rural de Salgueiro, estão revoltados com a Compesa devido aos constantes problemas no abastecimento d´água da localidade. Reclamam que toda vez que é para chegar água acontece algum imprevisto, que acaba prejudicando o fluxo de água nas torneiras. Algumas casas estão praticamente há um mês sem abastecimento regular.

“Toda vez que é pra vir água do calendário daqui, sempre estoura um cano, acontece qualquer coisa, e eles tiram a água para colocar pra outra localidade”, protesta uma moradora da comunidade, que pediu para não ser identificada. “Quando está chegando água, após os consertos, a gente pede: Não feche não, para compensar os outros dias, mas eles não esperam nada e fecham”, completa.

A comunidade reivindica que a Compesa resolva esse problema com urgência, porque muitas vezes nem água para fazer o café da manhã algumas famílias têm. Situação indigna e de descaso total.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Morador loteamento Asa Branca reclama de situação de abandono em sua rua

O cidadão Francinaldo José enviou e-mail para a redação do Blog Alvinho Patriota nesta quinta-feira, 29, reclamando da situação de abandono na rua onde mora. Ele pede que a prefeitura faça um serviço de adequação da Rua 04, por trás do antigo Clube dos Agentes, que se encontra em péssimas condições.

“Ligue várias vezes para a secretaria, mas a atendente me informou que as máquinas estavam em manutenção, mas vejo que ruas onde moram vereadores da situação estão sendo tratadas da melhor forma possível”, reclama.

Ainda segundo o internauta, a secretaria responsável pelos serviços públicos informou ser obrigação da Rocha fazer a manutenção do loteamento. “Essa obrigação que a Rocha tinha era nos 5 anos iniciais do Loteamento. Após, é de responsabilidade da prefeitura, como qualquer outra rua”, contesta o cidadão.

“Não estou pedindo nada que não tenho direito, por sinal é obrigação da prefeitura fazer a manutenção das ruas’, conclui.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Leitora do blog denuncia problemas na Casa de Apoio de Verdejante em Recife

Pacientes de Verdejante que precisam fazer tratamento em Recife estão enfrentando situações desconfortáveis na Casa de Apoio do município na capital. A denúncia foi enviada à nossa redação pela leitora Gabriela, que estava acompanhando a tia moradora do distrito de Grossos.

De acordo com a denunciante, no imóvel localizado na Rua da Glória, bairro Boa Vista, faltam alimentos; as camas são insuficientes – as que têm os colchões são desconfortáveis; há goteiras, insetos e animais, como ratos e baratas “Pacientes e acompanhantes se dividem entre a limpeza e a cozinha da casa“, expôs.

Gabriela ainda afirma que foi impedida de acompanhar a tia em novas viagens a Recife, por ter feito filmagens na Casa de Apoio e postado nas redes sociais.

Fica o espaço aberto para a Prefeitura de Verdejante se pronunciar sobre as denúncias feitas pela cidadã.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Cidadã acusa Hospital Regional de Salgueiro de transferir idoso para Hospital de Campanha sem conhecimento da família

Uma leitora do blog nos contatou nessa sexta-feira, 16, denunciando uma situação de descaso no Hospital Regional de Salgueiro. A cidadã, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que o avô dela, um idoso de 68 anos, foi transferido da unidade hospitalar para o Hospital de Campanha Covid-19 sem conhecimento prévio da família.

“Eu fiquei sabendo porque uma pessoa do Hospital de Campanha ficou preocupada porque o paciente chegou lá sem nada, sem roupas, sem material de higiene e sem familiar nenhum, aí olhou na ficha dele, pegou o endereço e pediu pra um homem vir na minha casa. Sendo que eu deixei meu número no hospital na ficha dele. Perguntei porque não me informaram que ele foi transferido e disseram que quem tinha que informar era a Assistente Social”, reclama a denunciante.

O paciente foi internado com suspeita de Covid-19 no Hospital Regional esta semana, mas ainda não saiu o resultado do exame de detecção do vírus. Ontem, a internauta procurou informações sobre o estado de saúde dele no Hospital Regional e não conseguiu. Então perguntou se estava precisando de alguma coisa, disseram que não. No entanto, o idoso foi transferido à noite para o Hospital de Campanha sem material de higiene.

“O material de higiene eu vou ter que comprar outro e levar lá no Hospital de Campanha, porque ele foi sem nada. No regional disseram que não acharam o material”, completa a leitora, acrescentando que a equipe do Hospital de Campanha está providenciando um quarto separado para o avô e prestando toda assistência necessária.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Cidadão denuncia que avó de 86 anos passou quase 10 horas esperando e não foi atendida no Hospital Regional Salgueiro

Na noite dessa sexta-feira, 19, recebemos uma denúncia de descaso no Hospital Regional de Salgueiro. O cidadão Marcleiton Martins, morador de Salgueiro, disse que sua avó, Albertina Soledade de Jesus, 86 anos, voltou para casa sem atendimento médico, depois de esperar por quase 10 horas pela boa vontade de um ortopedista.

De acordo com Marcleiton, a avó ficou das 10h30 até por volta das 20h sentada em uma cadeira de rodas esperando para retirar um gesso do braço direito. Sempre que os familiares perguntavam, as atendentes diziam que o médico iria recebê-la, mas a idosa acabou ficando sem a assistência.

“Nós soubemos que o médico saiu dizendo que não voltaria mais e que viria outro ortopedista, porém esse também não chegou, visto que aconteceu um imprevisto com ele na estrada”, reclama o denunciante.

Os familiares estão indignados com esse fato e reivindicam que as autoridades políticas do município e do Estado tomem alguma atitude para que isso não aconteça com outras pessoas.

Da redação do Blog Alvinho Patriota