Fala Cidadão

População de Montevidéu reclama de falta de abastecimento d´água

Cidadãos que residem no povoado de Montevidéu, na zona rural de Salgueiro, estão revoltados com a falta de abastecimento d´água na comunidade. De acordo com denúncia enviada à redação do Blog Alvinho Patriota por Guilhermina Alves, não chega água na localidade há pelo menos 15 dias. Apesar de pertencer a Salgueiro, Montevidéu é abastecido pela Cagece (concessionária de água e esgoto do Ceará), num acordo com a Compesa.

“Segundo informações a Compesa não pagou débitos que se encontram em atraso e em virtude disso o abastecimento foi suspenso. A população sofre, pois a conta chegou e a água nem se fala. Um completo descaso com a população. Fica aqui meu pedido como moradora a algum órgão competente para tomar as providências cabíveis. O povo está sofrendo e pedimos socorro”, clama Guilhermina.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Moradores dos Sítios Novos reclamam de problemas no abastecimento d´água

Cidadãos que residem nos Sítios Novos, na zona rural de Salgueiro, estão revoltados com a Compesa devido aos constantes problemas no abastecimento d´água da localidade. Reclamam que toda vez que é para chegar água acontece algum imprevisto, que acaba prejudicando o fluxo de água nas torneiras. Algumas casas estão praticamente há um mês sem abastecimento regular.

“Toda vez que é pra vir água do calendário daqui, sempre estoura um cano, acontece qualquer coisa, e eles tiram a água para colocar pra outra localidade”, protesta uma moradora da comunidade, que pediu para não ser identificada. “Quando está chegando água, após os consertos, a gente pede: Não feche não, para compensar os outros dias, mas eles não esperam nada e fecham”, completa.

A comunidade reivindica que a Compesa resolva esse problema com urgência, porque muitas vezes nem água para fazer o café da manhã algumas famílias têm. Situação indigna e de descaso total.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Morador loteamento Asa Branca reclama de situação de abandono em sua rua

O cidadão Francinaldo José enviou e-mail para a redação do Blog Alvinho Patriota nesta quinta-feira, 29, reclamando da situação de abandono na rua onde mora. Ele pede que a prefeitura faça um serviço de adequação da Rua 04, por trás do antigo Clube dos Agentes, que se encontra em péssimas condições.

“Ligue várias vezes para a secretaria, mas a atendente me informou que as máquinas estavam em manutenção, mas vejo que ruas onde moram vereadores da situação estão sendo tratadas da melhor forma possível”, reclama.

Ainda segundo o internauta, a secretaria responsável pelos serviços públicos informou ser obrigação da Rocha fazer a manutenção do loteamento. “Essa obrigação que a Rocha tinha era nos 5 anos iniciais do Loteamento. Após, é de responsabilidade da prefeitura, como qualquer outra rua”, contesta o cidadão.

“Não estou pedindo nada que não tenho direito, por sinal é obrigação da prefeitura fazer a manutenção das ruas’, conclui.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Leitora do blog denuncia problemas na Casa de Apoio de Verdejante em Recife

Pacientes de Verdejante que precisam fazer tratamento em Recife estão enfrentando situações desconfortáveis na Casa de Apoio do município na capital. A denúncia foi enviada à nossa redação pela leitora Gabriela, que estava acompanhando a tia moradora do distrito de Grossos.

De acordo com a denunciante, no imóvel localizado na Rua da Glória, bairro Boa Vista, faltam alimentos; as camas são insuficientes – as que têm os colchões são desconfortáveis; há goteiras, insetos e animais, como ratos e baratas “Pacientes e acompanhantes se dividem entre a limpeza e a cozinha da casa“, expôs.

Gabriela ainda afirma que foi impedida de acompanhar a tia em novas viagens a Recife, por ter feito filmagens na Casa de Apoio e postado nas redes sociais.

Fica o espaço aberto para a Prefeitura de Verdejante se pronunciar sobre as denúncias feitas pela cidadã.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Cidadã acusa Hospital Regional de Salgueiro de transferir idoso para Hospital de Campanha sem conhecimento da família

Uma leitora do blog nos contatou nessa sexta-feira, 16, denunciando uma situação de descaso no Hospital Regional de Salgueiro. A cidadã, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que o avô dela, um idoso de 68 anos, foi transferido da unidade hospitalar para o Hospital de Campanha Covid-19 sem conhecimento prévio da família.

“Eu fiquei sabendo porque uma pessoa do Hospital de Campanha ficou preocupada porque o paciente chegou lá sem nada, sem roupas, sem material de higiene e sem familiar nenhum, aí olhou na ficha dele, pegou o endereço e pediu pra um homem vir na minha casa. Sendo que eu deixei meu número no hospital na ficha dele. Perguntei porque não me informaram que ele foi transferido e disseram que quem tinha que informar era a Assistente Social”, reclama a denunciante.

O paciente foi internado com suspeita de Covid-19 no Hospital Regional esta semana, mas ainda não saiu o resultado do exame de detecção do vírus. Ontem, a internauta procurou informações sobre o estado de saúde dele no Hospital Regional e não conseguiu. Então perguntou se estava precisando de alguma coisa, disseram que não. No entanto, o idoso foi transferido à noite para o Hospital de Campanha sem material de higiene.

“O material de higiene eu vou ter que comprar outro e levar lá no Hospital de Campanha, porque ele foi sem nada. No regional disseram que não acharam o material”, completa a leitora, acrescentando que a equipe do Hospital de Campanha está providenciando um quarto separado para o avô e prestando toda assistência necessária.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Cidadão denuncia que avó de 86 anos passou quase 10 horas esperando e não foi atendida no Hospital Regional Salgueiro

Na noite dessa sexta-feira, 19, recebemos uma denúncia de descaso no Hospital Regional de Salgueiro. O cidadão Marcleiton Martins, morador de Salgueiro, disse que sua avó, Albertina Soledade de Jesus, 86 anos, voltou para casa sem atendimento médico, depois de esperar por quase 10 horas pela boa vontade de um ortopedista.

De acordo com Marcleiton, a avó ficou das 10h30 até por volta das 20h sentada em uma cadeira de rodas esperando para retirar um gesso do braço direito. Sempre que os familiares perguntavam, as atendentes diziam que o médico iria recebê-la, mas a idosa acabou ficando sem a assistência.

“Nós soubemos que o médico saiu dizendo que não voltaria mais e que viria outro ortopedista, porém esse também não chegou, visto que aconteceu um imprevisto com ele na estrada”, reclama o denunciante.

Os familiares estão indignados com esse fato e reivindicam que as autoridades políticas do município e do Estado tomem alguma atitude para que isso não aconteça com outras pessoas.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Moradora da Vila URI reclama de transtorno provocado pela displicência da Compesa

Moradores da Vila URI, na zona rural de Salgueiro, estão revoltados com a displicência da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para com a comunidade. Uma cidadã entrou em contato com o Blog Alvinho Patriota nesta quinta-feira, 18, e denunciou o transtorno provocado pela falta de responsabilidade de um funcionário da estatal.

“A água da Vila URI vem primeiro para uma caixa, quando está cheia vem um funcionário da Compesa abrir o registro para soltar a água para a comunidade, porém ele não está cumprindo com o seu papel como devido. A caixa enche e a água começa a derramar rua abaixo”, protesta.

As famílias que residem na vila estão precisando de água, mas ninguém está indo abrir o registro. Os moradores locais pedem que a Compesa resolva esse problema com urgência.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Leitora do blog denuncia vandalismo no cemitério de Mirandiba

A cidadã Gilvoneide Bezerra de Carvalho, leitora do Blog Alvinho Patriota, nos enviou e-mail nesse domingo, 7, denunciando casos de vandalismo que estão acontecendo no cemitério de Mirandiba. Ela afirma que os malfeitores estão destruindo túmulos, quebrando vasos, arrancando fotos e deixando muito lixo no local, impossibilitando até mesmo visitas.

“Não existe uma providência, nem da polícia, nem da prefeitura, virou terra de ninguém. É muito triste, o túmulo dos meus avós, meu pai Quinquinha Bezerra, foi vítima, arrancaram as fotos”, reclama Gilvoneide, solicitando que as autoridades do município tomem alguma atitude para combater esses atos de vandalismo.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Bióloga reclama da falta de limpeza superficial do Açude Velho

Recebemos nesta terça-feira, 2, denúncia sobre a situação deplorável em que se encontra o Açude Velho, em Salgueiro. A bióloga Jéssica Ailane nos enviou fotos mostrando que a vegetação encobriu todo o espelho d´água do reservatório, o que causa um imenso dano aos peixes e outros seres vivos que ainda sobrevivem em suas águas, mesmo poluída.

Com a superfície dominada pelas plantas indicativas de poluição, os peixes e outros seres vivos acabam morrendo sufocados e isso causa mau cheiro na área. Ailane pede uma atitude das autoridades locais no sentido de fazer a retirada dessa vegetação, minimizando os danos ao meio ambiente.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Serra-talhadense morre após receber injeção no IMIP de Salgueiro e família registra B.O por negligência

Imagem ilustrativa

Uma família serra-talhadense está revoltada com um fato lamentável envolvendo o IMIP de Salgueiro. Segundo o site Farol de Notícias, familiares de Jaldineia Fernando da Silva afirmam que ela morreu após reclamar de dor de cabeça e receber uma injeção na unidade. O médico teria dito que o medicamento seria para a paciente ficar mais calma e dormir, porém, Jaldineia voltou para Serra Talhada inconsciente e acabou falecendo por insuficiência respiratória. Os familiares também se revoltaram pelo fato de a morte ter sido registrada como Covid-19. Prima da paciente, Isabela Dias divulgou uma nota relatando o caso.

Nota de esclarimento

No dia 29 de agosto de 2020, Jaldineia Fernando da Silva foi para Salgueiro fazer hemodiálise, no Centro de Hemodiálise (IMIP), onde a mesma, após ter feito o procedimento da hemodiálise, sentiu uma dor de cabeça, ao se reclamar, os médicos que estavam lá, aplicaram um injeção na mesma, dizendo que era pra ajudar ela a dormir, que ela iria ficar mais calma.

Quando deu a hora de voltar para casa, em Serra Talhada, Jaldineia estava inconsciente, no qual teve que ser colocada no ônibus nos braços, onde duas amigas vieram segurando ela para não cair, onde ela já estava ficando com os dedos da mãos e pés roxos, como também estava colocando um liquido pela boca. O motorista veio em alta velocidade, onde deixou ela na casa da irmã, onde a mesma continuava inconsciente, que foi levada para dentro de casa nos braços, pois ela não tinha nenhum tipo de reação, as pessoas que estavam com ela falaram que o médico disse para ela dormir, pois tinha dado injeção para ela se acalmar.

A irmã que não sabia o que estava acontecendo, mandou colocarem ela deitada na cama, minutos depois a sobrinha dela chegou e percebeu que ela estava muito roxa e vomitando sangue, porém totalmente inconsciente, no qual levou ela imediatamente para o hospital. Chegando lá, tivemos toda assistência dos médicos e equipe que estão de parabéns.

Jaldineia teve 4 (quatro) paradas cárdicas, porém, quando teve a primeira parada o médico relatou que a mesma não estava tendo reação cerebral, sendo assim entubaram ela sem necessitar de anestesia, pois o cérebro não reagia, no qual, ninguém entendia o que tinha levado isso a acontecer.

Então na quarta parada ela veio a falecer, porém toda família sem entender, quando começamos a conversar com as amigas dela da hemodiálise, soubemos que a mesma já saiu inconsciente do hospital de Salgueiro (IMIP).

Foi de uma falta de responsabilidade imensa dos médicos e sua equipe, uma falta de humanidade pelo próximo ao mandar alguém inconsciente no estado que estava, imprudência total, uma falta de respeito e dignidade humana, no qual no ônibus não tinha nenhuma técnica de enfermagem, nossa família está indignada no qual prestaremos um B.O (Boletim de Ocorrência ), na Delegacia de Serra Talhada, para que isso jamais se repita com outras famílias.

Portanto, Jaldineia não morreu de covid-19, mas insuficiência respiratória devido doença renal/crônica.

Cidadão afirma que Secretaria de Saúde de Salgueiro não faz acompanhamento correto de pessoas infectadas pelo coronavírus

Uma informação divulgada todos os dias nos boletins da Prefeitura de Salgueiro sobre a situação da Covid-19 no município, é que pacientes em isolamento domiciliar são acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde, porém, um cidadão entrou em contato com nossa redação hoje, denunciando que esse acompanhamento não é feito corretamente.

“Testei positivo para o Covid-19 no dia 22 de julho, hoje tem 14 dias… Deixei todos os meus dados, inclusive o meu telefone, e não recebi contato algum da Secretaria Municipal de Saúde”, relata o internauta, que pediu para não ser identificado por medo de ser prejudicado na empresa onde trabalha.

“Fiz no particular e o particular notificou [a secretaria]. Eles foram na casa da minha irmã, mas a rua estava em outro endereço de isolamento, daí, eles nem entraram em contato comigo para saber se eu estava cumprindo ou não [o isolamento]”, acrescenta.

Ainda de acordo com o cidadão, somente hoje, depois de duas semanas de positivado e por conta de um comentário que fez na página da prefeitura no Facebook, é que o Agente Comunitário de Saúde entrou em contato com ele para saber como estava.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Cidadã reclama da Zona Azul em Salgueiro: “Não vai sobrar nenhuma rua para as pessoas estacionarem o carro/moto que não seja pagando?”

Implantar estacionamentos rotativos pagos é uma medida prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que pode ser implementada por prefeituras. Contudo, é preciso muito planejamento para não complicar ainda mais a situação financeira dos cidadãos. Em Salgueiro a Zona Azul começou a funcionar recentemente e tem gerado reclamações pela escassez de vagas gratuitas para carros e motos. No texto a seguir, a empresária/cidadã Manuela Lima pede que a prefeitura reavalie a Zona Azul, considerando a condição monetária da população local.

Confira:

“Estou impressionada com as ruas da Zona Azul de Salgueiro!

Quer dizer que não vai sobrar nenhuma rua para as pessoas estacionarem o carro/moto que não seja pagando?

Acho que está passando do limite, poderiam até colocar a Zona Azul “no centro”, mas, estão achando muito pouco e querem mais! Então a cada dia o azul toma conta da cidade.

Infelizmente, estão fechando o cerco, para não termos a opção de onde colocarmos o transporte… até em ruas residenciais estão usando como Zona Azul.

Lembrem-se que Salgueiro é uma cidade de pessoas trabalhadoras, não é uma cidade turística, que você está de passagem…. aqui precisa estacionar para trabalhar

Geralmente são 8 horas de trabalho, então como seria? Pagar 8 horas de estacionamento? É isso? Aí já é um absurdo…

Deveriam ter avaliado melhor e não pensar só na parte financeira, até porque a população tem os seus direitos!

Deveriam ter deixado umas ruas livres, para as pessoas optarem se querem estacionar na Zona Azul ou se preferem estacionar em outro local. Mas, infelizmente, não estamos tendo essa opção, estamos de mãos atadas, só vendo a movimentação e as ameaças de multas.

Onde colocar a moto/carro? Só se for em nossa cabeça ou deixar em casa e vim caminhando ou de bicicleta. Mas, vamos descobrindo nos próximos dias, porque a cada dia mais ruas são pintadas de azul.

A cidade de Salgueiro precisa de recursos, de melhorias, de ajuda e de incentivo e não que prejudiquem mais a população e o comércio em geral.

Deixando bem claro que não é nada politicamente, “nem de política eu gosto”!

É minha opinião como moradora de Salgueiro, vejo que isso prejudica a população em geral, todos os comerciantes, clínicas e até as pessoas de outras cidades, que ficam perdidos por não saberem como agir ao chegarem na cidade.”

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Morador de Mirandiba reclama de situação precária no Centro da cidade

Recebemos nesta quinta-feira, 9, por meio do WhatsApp, denúncia de um morador de Mirandiba sobre a situação precária da Rua Cornélio Soares, no Centro da cidade.

O cidadão reclama de esgoto a céu aberto, lixo, muriçocas e muita fedentina. “Já tem uns três meses isso e as autoridades não fazem nada”, afirma.

Deixamos o espaço aberto para a Prefeitura de Mirandiba se pronunciar sobre o problema, dando uma satisfação aos moradores locais.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Cidadão denuncia riscos de pequenos acidentes em barracas na feira livre de Salgueiro

Pedestres que circulam pela feira livre de Salgueiro aos sábados, precisam redobrar a atenção para não se ferir. Segundo denúncia nos enviada pelo internauta Ivan, nesse fim de semana uma senhora se feriu em uma barraca e chegou a sangrar.

“Venho expressar com indignação, porque tenho minha mãe que todos os sábados vai à feira. Já aconteceu de um carroceiro bater no tornozelo dela”, complementou o cidadão, pedindo providências das autoridades do município.

Ele solicita que a secretaria responsável pela ordenação da feira providencie o aumento do espaço para a passagem das pessoas.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Morador do Residencial Santo Antônio denuncia esgoto estourado e reclama do valor de taxa

Os moradores do Residencial Santo Antônio, em Salgueiro, estão pagando uma alta taxa de esgoto em troca de um serviço insatisfatório. Nessa quinta-feira, 6, o cidadão Marcos Cruz publicou um vídeo no Facebook, mostrando vazamento em uma caixa de esgoto, nas proximidades do recém-inaugurado posto de saúde do bairro.

“Esgoto estourado no bairro Santo Antônio (Barriguda) há mais de semana. Quero aqui pedir e enfatizar aos competentes responsáveis, e também aos políticos que esse ano será um ano de eleição”, escreveu no post, demonstrando revolta.

Na sequência, reclama do valor da taxa de esgoto que as famílias da comunidade precisam pagar. “Observem a taxa que cobram de esgoto aqui no bairro Santo Antônio, de pessoas carentes. Você consome R$ 40 de água e paga R$ 80, sendo R$ 40 do consumo e mais R$ 40 de taxa de esgoto”, protesta, pedindo providências também em relação a isso.

Da redação do Blog Alvinho Patriota