Ponto de Vista: Um exemplo de civilidade do passado

Assistam a essa verdadeira aula há 50 anos, vejam a essência, a inteligência, o respeito, a obediência às leis civis e naturais, não somente do entrevistado, mas, também, dos entrevistadores, dos espectadores e dos demais componentes do evento que jamais se apagará da história da humanidade.

Na época eu estava no limiar da minha vida, saindo da adolescência e buscando me firmar na caminhada, buscando pisar com firmeza em terreno sólido para não tombar e atingir o próximo com minhas fraquezas.

Se escrevo é porque tenho a coragem (que Deus me dá) de gravar o que penso, para que receba as críticas de quem quer que seja, às quais, serão, sem dúvida, parte importante da minha construção, não se apagando jamais da história…

Por Alvinho Patriota

Passaporte vacinal poderá ser apresentado de forma digital ou física no Ceará, define decreto

O passaporte sanitário solicitado para entrada em eventos, restaurantes, bares e barracas de praia em todo o Ceará poderá ser apresentado de forma digital ou física, segundo estabelece o novo decreto publicado pelo Governo do Estado na manhã deste sábado (13).

A partir de segunda-feira (15), data em que passam a valer as novas regras estipuladas pelo documento, será necessário comprovar o esquema vacinal completo com as doses do imunizante contra a Covid-19 para adentrar nestes espaços.

Ainda conforme a decisão do Governo, o comprovante de vacinação digital pode ser obtido por meio do site da Secretaria da Saúde do Estado, no aplicativo Ceará App, do Governo do Estado, pelo Conecte Sus, do Ministério da Saúde, ou por outra plataforma digital que emita o documento.

Por conta disso, em todos os locais onde o passaporte vacinal for requerido não há necessidade de obrigatoriedade do distanciamento social. Além disso, as restrições de horário para funcionamento também foram retiradas, como já informado pelo governador Camilo Santana na sexta (12).

Para menores de 12 anos e pessoas que não puderam se vacinar por razões médicas, o novo decreto estabelece que não será preciso apresentar o passaporte, desde que o motivo em questão seja comprovado.

Fonte: Diário do Nordeste

Marília Mendonça e demais vítimas de queda de avião morreram de politraumatismo, informa legista em Caratinga

O médico legista do Posto Médico Legal de Caratinga (MG), Pedro Coelho, disse que a provável causa da morte de Marília Mendonça e outras quatro pessoas é politraumatismo contuso, após o avião em que eles estavam cair na sexta-feira (5).

Isso quer dizer que foram detectadas várias lesões em órgãos vitais das vítimas, o que indica que as mortes podem ter ocorrido de forma instantânea. Porém, segundo o médico legista, ainda é preciso aguardar o resultado de exames complementares — toxicológico e alcoolemia — para emitir o laudo definitivo.

O documento deve sair em até 20 dias, quando informará à Polícia Civil e ao Instituto Médico Legal em Belo Horizonte, onde estão sendo feitas análises neurológicas e cardíacas do piloto, Geraldo Medeiros, e do copiloto, Tarciso Pessoa Viana.

De acordo com o legista, esses tipos de exames são comuns em mortes por causa violenta, como foi o caso das cinco vítimas.

“É preciso descartar ou confirmar, por exemplo, se o piloto ou copiloto passaram mal durante o voo, se tiveram ou não um mal súbito”, explicou.

O que é politraumatismo?

Politraumatismo é qualquer tipo de situação onde exista lesão grave de, pelo menos, dois órgãos ou duas partes distintas do corpo causadas por forças externas de natureza física (choque) ou química (queimadura).

Os politraumatismos podem incluir lesões cerebrais, fratura de ossos, lesões na coluna, hemorragias, perda de membros (amputações), queimaduras extensas, cegueira, perda auditiva e múltiplas fraturas ósseas.

Fonte: G1

Com 731 mortes em 24h, média móvel de óbitos por Covid volta a subir

Com 731 mortes registradas nas últimas 24 horas, a média móvel de óbitos por Covid-19 no Brasil subiu para 262 neste sábado (13/11). É o maior resultado do indicador desde o dia 1° de novembro, quando a média móvel registrada foi de 302. Apesar da alta, o país completa 12 dias consecutivos com o número abaixo de 300.

Em comparação com o verificado há 14 dias, houve variação de -15,8%, sinalizando uma estabilização nos óbitos.

Nas últimas 24 horas, foram 731 mortes e 14.642 novos infectados registrados em todo o país. Os números são do mais recente balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

No total, o Brasil já perdeu 611.222 vidas para a doença e computou 21.953.838 casos de contaminação.

Devido ao tempo de incubação do novo coronavírus, adotou-se a recomendação de especialistas para que a média móvel do dia seja comparada à de duas semanas atrás.

Variações na quantidade de mortes ou de casos de até 15%, para mais ou para menos, não são significativas em relação à evolução da pandemia. Já percentuais acima ou abaixo devem ser encarados como tendência de crescimento ou de queda.

Fonte: Metrópoles