Poemas e Poesias

Poemas e Poesias: Mensagem de Natal 2020

Neste ano que se finda
Não atingi minha meta
Mas, quero que vocês saibam.
Tudo aquilo que se passa
No coração do poeta
Não aprova qualquer sucesso
Através de esperteza
Um ano de muitas dúvidas
E também várias tristezas.

Dois mil e vinte, já era
Espero o ano que vem
Ele será bem melhor
Que os anjos digam amém.
Nós faremos boas vendas
E os parceiros também

Sem a proteção Divina
Ninguém consegue nada
Trabalhando todo dia
Com uma meta programada
Faz a Spring feliz
E nossas representadas

Um ano muito difícil
Sofrimento mês a mês
Para cumprir compromissos
Acordando sempre as seis
Aos lojistas e parceiros
Parte do nosso sucesso
Agradecemos à vocês

A honrosa categoria
De muita luta e labor
Toda a nossa experiência
Foi ela que nos ensinou.
Todos nós representantes
Muito temos a agradecer
A você transportador.

A todos o nosso obrigado
Nessa palavra final
Se você quiser ser justo
Trate a todos por igual
Um ano de muita luz
E um bom Feliz Natal.

Por Laudemiro Gomes de Sá

Poemas e Poesias: A história Maçônica do Poeta

“Em dezesseis de Dezembro
Final do ano oitenta
Eu recebi um convite
Que até hoje me ostenta
Por parte de um maçom
Aceitei, e foi tão bom!
Que tô chegando aos quarenta”

Deus Caridade e Justiça
Loja que iniciei
Na cidade de Pombal
Terra aonde trabalhei
Há quarenta anos atrás
Hoje recordo demais
A emoção que passei.

Ainda lembro, comprei
Pra minha iniciação
Um paletó de cor preto
Camisa de algodão
Gravata preta com nó
Amarrada no gogó
Tava pronto o cidadão.

Clique aqui para ler o poema completo

Por Poeta Nascimento

Poemas e Poesias: O lago

Rancho Verde – Salgueiro

A sua água maravilhosa
Com o seu lindo esplendor
Quem ver conhece o valor
Vendo as árvores frondosas
Que o circundam tão garbosas
Eu vou lá pra descansar
E quem sabe cochilar
Se preciso mato a sede
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Tem pista de cooper
Pra um atleta corredor
Não interessa se amador
Ou se vai algo concorrer
Lá todos podem correr
Não importa quem vai ganhar
Só quero é me deitar
Nesse lugar sem parede
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Sentindo o vento soprando
Com sua brisa tão gostosa
A natureza formosa
A sua beleza mostrando
E muita gente apreciando
Vendo o sol ir repousar
Seu reflexo a água clarear
Debaixo de tanto verde
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Pedras ladeando sua magem
Embelezando esse local
Lá, do céu parece portal
Com sua bonita paisagem
Lá a mente faz uma viagem
E começo a meditar
Pra tudo isso começar
E que os versos enverede
Lá que vou armar minha rede
Pro meu corpo balançar

Por Rivaldo Aguiar

Poemas e Poesias: O poeta e seus setentas Janeiros

Nestes meus setentas anos
Já passei dificuldade
Tive muitas alegrias
Já fiz bastante amizade
Mais de uma árvore plantei
Escrevi e editei
“O lascado de saudade”

Pra minha felicidade
Com Fátima eu me casei
Tenho três filhos queridos
Com sacrifício criei
Se tem alguém mais feliz
Por favor, se souber diz!
Pois na verdade, não sei.

Jesus Cristo é o meu  Rei
E meu amigo também
Só está faltando trinta
E quero chegar aos cem
Vivendo esta parceria:
Família e Maçonaria
Amando e fazendo o bem

Aos meus amigos também
Quero muito agradecer
Por tolerar o poeta
Pelo meu jeito de ser
A todos muito obrigado
Levo os setenta guardado
Juntinho: EU e VOCÊ.

Por Vicente Nascimento