Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

TCE espera concluir investigação sobre superfaturamento em 6 meses

A população de Pernambuco vai ter que esperar até seis meses para saber o resultado das investigações sobre as denúncias de superfaturamento na Secretaria de Turismo do Estado. A previsão é do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Marcos Loreto, escolhido para relatar o processo. Por causa das denúncias de superfaturamento na contratação de shows, o secretário de Turismo Sílvio Costa Filho pediu demissão do cargo na última terça-feira (1º).

Uma das empresas que estariam envolvidas nas denúncias funciona na Galeria Santo Antônio, um empresarial no bairro de Boa Viagem. É neste prédio que tem sede a Walter Shows, uma das empresas de eventos responsáveis por shows contratados pela Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur). No 12º andar, na sala onde a empresa tem escritório, vidros escuros, porta fechada e nenhuma identificação. De acordo com os deputados da oposição, em um mês, a empresam recebeu R$ 1,1 milhão para produzir 17 shows.

As possíveis irregularidades no pagamento dos shows serão investigadas agora pelo Tribunal de Cotas do Estado (TCE). O pedido, feito na semana passada, partiu tanto do Governo quando de deputados de oposição. 

Quem vai ficar responsável pela auditoria nas contas da Empetur é o conselheiro Marcos Loreto. Ele adiantou que o levantamento não será um trabalho rápido. “Não foi iniciado ainda o trabalho lá na empresa, então fica difícil a gente precisar. Um trabalho normal seria de seis meses, mas estamos dando prioridade total ao caso e espero concluir antes desse tempo”, explicou.

Fonte: PE 360