Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Estudantes lotam auditório para comemorar gratuidade da UPE

alunosNesta segunda-feira, estudantes da Universidade de Pernambuco (UPE) encheram o auditório da Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (FCAP) para comemorarem uma data histórica. Uma assinatura do governador Eduardo Campos pôs fim as taxas que eram cobradas na instituição. Com o decreto, que começa a valer a partir de janeiro de 2010, a UPE deixa de ser a unica Universidade estadual do país que não era gratuita.

“Os estudantes, funcionários e professores sempre consideraram que a gratuidade era um dever do Estado. Com ela, nós podemos promover de fato a inclusão social”, afirmou o reitor da UPE, Carlos Calado.

Após a assinatura do decreto, autoridades e líderes do movimento estudantil se pronunciaram sobre a medida. A cada intervalo entre um discurso e outro, os alunos, em sua maioria ligados a movimentos estudantis, se manifestavam comemorando a conquista. Desde sua fundação, há 18 anos, a UPE cobrava taxas dos seus alunos. As mensalidades variam entre R$ 27 e R$ 110. Entre os 15 mil alunos da instituição, 55% pagavam alguma taxa.

O Governador Eduardo Campos afirmou que gostaria de ter assinado a gratuidade desde o ano passado, mas que, diante das dívidas e da necessiadde de investimeto na área de saúde da UPE, ele adiou o plano. “É mais um passo na valorização da nossa universidade e do conhecimento”, falou. Ele ainda destacou que, durante os três anos de governo, os investimentos na instituição aumentaram em 50%, passando de R$ 214 milhões anuais para R$ 315 milhões.

Fonte: JC online