Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Empresas que mais recebem reclamações podem ser chamadas a prestar esclarecimentos

Empresas que mais receberam reclamações sobre atendimento poderão ser convocadas pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça para prestar esclarecimentos e listar as providências para resolver os problemas. Nesta quarta-feira (2), o Ministério da Justiça divulgou ranking com as empresas que mais receberam reclamações por parte dos consumidores.

Acesse cadastro com nome das empresas campeãs em reclamações

A lista, chamada de Cadastro de Reclamações Fundamentadas, é composta pelas 30 empresas que mais tiveram queixas por parte de consumidores e que não responderam às reclamações. Das cinco empresas que estão no topo da lista, quatro fazem parte do setor de telecomunicações. Em primeiro no ranking está a Oi/BrasilTelecom, que recebeu quase 6 mil reclamações. Destas, 3 164 foram atendidas e 2.808 não foram atendidas.

É importante que eles venham e possam informar a sociedade sobre as providências que vão tomar para reduzir as reclamações e para respeitar os consumidores, afirmou o diretor do DPDC, Ricardo Morishita. Ele ressaltou que a área de telecomunicações é um setor regulado pelo poder público que deve se preocupar também com as questões relativas ao consumo. É fundamental que o processo regulatório seja cada vez mais efetivo e o efeito atinja a todos os consumidores, disse.

Outro setor que também teve um grande número de reclamações foi o financeiro. Das 30 empresas que fazem parte do cadastro, oito fazem parte desse setor. O Itaú/Unibanco foi o que recebeu o maior número de reclamações, 4.360. Destas, 1.563 não foram atendidas.

Morishita disse que o cadastro é importante para que o consumidor tenha preservado o seu direito de escolha. Além disso o ranking também irá auxiliar o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor a verificar quais os setores que mais têm causado mais problemas aos consumidores.

Fonte: Diário do Nordeste