Ministério da Saúde cria sala de situação para monitorar hepatite aguda em crianças

O Ministério da Saúde instalou uma sala de situação para monitorar casos de hepatite aguda infantil de origem desconhecida. Segundo a pasta, a proposta é apoiar a investigação de casos da doença notificados em todo Brasil, além de levantar evidências para identificar possíveis causas para a enfermidade.

Na última atualização realizada pela Secretaria de Vigilância em Saúde do ministério, 44 casos da doença haviam sido notificados no país. Desses, três foram descartados e os demais permanecem em monitoramento. Os casos foram reportados nos estados de São Paulo (14), Minas Gerais (7), Rio de Janeiro (6), Paraná (2), Pernambuco (3), Santa Catarina (3), Rio Grande do Sul (3), Mato Grosso do Sul (2) e Espírito Santo (1).

A sala de situação foi aberta nesta sexta-feira (13), vai funcionar todos os dias da semana e conta com a participação de técnicos da pasta, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e de especialistas convidados.

Além de monitoramento, a sala vai padronizar informações e orientar os fluxos de notificação e investigação dos casos para todas as secretarias estaduais e municipais de saúde, bem como para os laboratórios centrais e de referência de saúde pública. “O objetivo também é contribuir para o esforço internacional na busca de identificação do agente etiológico responsável pela ocorrência da hepatite aguda de causa ainda desconhecida”, informou o ministério.

No último dia 10, a pasta participou de reunião com um grupo de especialistas junto à Organização Mundial da Saúde (OMS) e representantes de oito países (Reino Unido, Espanha, Estados Unidos, Canadá, França, Portugal, Colômbia e Argentina) nas áreas técnicas de emergências em saúde pública, infectologia, pediatria e epidemiologia, para discutir evidências disponíveis até o momento.

Um dia antes, a pasta publicou uma nota técnica com orientação para secretarias estaduais e municipais de saúde sobre a notificação, a investigação e o fluxo laboratorial de casos prováveis de hepatite aguda de etiologia desconhecida em crianças e adolescentes. Como as evidências sobre a doença ainda são muito dinâmicas, a sala de situação deve atualizar periodicamente as orientações.

Fonte: Agência Brasil

Índia suspende exportação de trigo e pode agravar crise de abastecimento mundial

A Índia proibiu as exportações de trigo neste sábado, apenas alguns dias depois de dizer que estava visando embarques recordes este ano, uma vez que uma onda de calor escaldante reduziu a produção e os preços domésticos dispararam para uma alta histórica.

A medida foi duramente criticada pelos ministros de Agricultura do G7, reunidos na Alemanha, que afirmaram que a decisão do governo indiano “agravará a crise” de provisionamento mundial de cereais provocada pela guerra da Ucrânia.

“Se todos começarem a restringir exportações ou fechar seus mercados, a crise se agravará e isso prejudicará também a Índia e seus agricultores”, disse o ministro alemão, Cem Özdemir.

“Instamos a Índia a assumir suas responsabilidades como membro do G20”, grupo que reúne as principais economias e países emergentes, acrescentou.

Özdemir destacou que o G7 “tem se pronunciado contra as restrições a exportações e defendido a manutenção dos mercados abertos”.

O governo indiano disse que permitirá apenas as exportações apoiadas por cartas de crédito já emitidas e para países que solicitem suprimentos “para atender às suas necessidades de segurança alimentar”.

Os compradores globais estavam apostando no fornecimento do segundo maior produtor de trigo do mundo depois que as exportações da região do Mar Negro caíram após a invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro. Antes da proibição, a Índia pretendia embarcar um recorde de 10 milhões de toneladas este ano.

Fonte: Agência O Globo

Morre Breno Silveira, diretor de ‘Dois Filhos de Francisco’

O cineasta Breno Silveira, 58 anos, morreu nesse sábado (14), em Limoeiro, Pernambuco. Desde o dia 1º ele estava filmando o longa Dona Vitória, estrelado por Fernanda Montenegro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Além do filme sobre o início da carreira da dupla Zezé Di Camargo & Luciano, Silveira dirigiu Gonzaga: De Pai Para Filho (2012) e Entre Irmãs (2017). Ele começou no mundo do cinema bem novo: costumava lembrar de seu primeiro trabalho, como assistente de fotografia, no filme Bete Balanço (1984). Foi diretor de fotografia de Carlota Joaquina, longa de Carla Camurati, em 1995, e trabalhou com Eduardo Coutinho em Santa Marta — Duas Semanas no Morro (1987).

A estreia como diretor foi com Dois Filhos de Francisco, lançado em 2005. O sucesso foi tanto que o longa foi escolhido para representar o Brasil na disputa do Oscar, apesar de não ter chegado às etapas finais da seleção.

Na televisão, estreou com a série Um Contra Todos (2016), da Fox, e esteve à frente de um dos episódios de Dom (2021), do Amazon Prime.

O longa em que estava trabalhando, Dona Vitória, marcaria o retorno de Fernanda Montenegro ao cinema, depois de muito tempo trabalhando apenas na TV. Com roteiro de Paula Fiuza, a história retrata a vida de uma aposentada alagoana que desmontou uma quadrilha carioca de traficantes por meio de filmagens feitas da janela de seu prédio, em Copacabana.

Fonte: R7

Atirador mata 10 e deixa 3 feridos em supermercado no estado de Nova York

Um atirador matou 10 pessoas e deixou 3 feridas em um supermercado em Buffalo, cidade americana no estado de Nova York. Segundo o FBI, o tiroteio está sendo investigado como um “crime de ódio” e um “ato de extremismo violento racialmente motivado”.

O assassino, um homem branco de 18 anos que estaria trajando roupas de estilo militar, está preso.

A informação foi confirmada pelas autoridades locais e pelo prefeito de Buffalo, Byron Brown, em uma coletiva de imprensa. Ele também disse que o atirador não era da comunidade e que ele “viajou por horas” até o local do crime, um bairro predominantemente negro.

Segundo a agência Reuters, onze das 13 pessoas atingidas eram negras e duas eram brancas. Os investigadores acreditam que o homem pode ter transmitido ao vivo o tiroteio.

Um funcionário do supermercado Tops Friendly Market informou à agência Associated Press que o atirador entrou no local com um rifle e abriu fogo.

“Ele estava fortemente armado. Ele tinha equipamento tático. Ele estava com um capacete tático. Ele tinha uma câmera que estava transmitindo ao vivo o que ele estava fazendo”, afirmou o comissário de polícia da cidade, Joseph Gramaglia, na entrevista coletiva.

Ele disse que o atirador atirou e matou três pessoas no estacionamento do mercado e depois trocou tiros com um ex-policial que trabalhava como segurança no local, mas o suspeito estava protegido por seu colete à prova de balas.

O segurança foi uma das 10 pessoas mortas a tiros no incidente, sendo as outras nove clientes, segundo a Reuters.

Fonte: G1