Blog de Alvinho Patriota | Página 2

Manchetes dos jornais 31/10/2010

A Tarde
MP investiga retenção de macas do Samu

Correio da Bahia
Dois homens são mortos e criança é baleada em Feira

Tribuna da Bahia
Casa onde viveu Jorge Amado será aberta à visitação pública

O Globo
Carros com até três anos de uso serão isentos de vistoria

Folha de São Paulo
Alta surpresa dos juros anima mercado e faz Bolsa subir; dólar cai

O Estado de São Paulo
PSDB pede ao TSE auditoria especial nas eleições presidenciais. Para PT, tucanos querem forçar 3º turno

Correio Braziliense
Renan nega pauta bomba e pede diálogo entre governo e Congresso

Valor Econômico
Presidente vai manter pelo menos doze ministros

Estado de Minas
Juro do cheque especial em setembro é o maior desde 1999; 14ª elevação seguida

Jornal do Commercio
Governo do DF isola UTI neonatal após descobrir três bebês com superbactéria

Zero Hora
Multas ficarão até 900% mais caras a partir de sábado

Brasil Econômico
‘Reforma política contará com participação popular’, diz presidente da Câmara

Mulher flagrada correndo nua em parque é levada para clínica no RS

A mulher que foi flagrada correndo nua e descalça em um dos parques mais tradicionais de Porto Alegre foi encaminhada para uma clínica psiquiátrica na noite desta quinta-feira (30). Após ser levada em uma viatura da Brigada Militar, ela passou toda a tarde em um posto de saúde do bairro IAPI, que possui um plantão de emergência de saúde mental.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) não divulgou o local para onde a paciente foi levada. A Brigada Militar não chegou a registrar ocorrência sobre o fato.

A cena inusitada, que surpreendeu os frequentadores do Parque Moinhos de Vento, o Parcão, ocorreu por volta das 11h da manhã. Segundo a Secretaria de Saúde, a mulher tem aproximadamente 30 anos e mora em Porto Alegre. Os pais foram contatados pela Pasta e disseram que ela tem problemas psicológicos e já conta com acompanhamento médico.

Além de ser ponto de encontro dos gaúchos, o Parcão reúne praticantes de corrida e caminhada. Ao ser alertada por pessoas que estavam no parque, a Brigada Militar foi até o local, a abordou e a levou até a unidade de saúde. Segundo testemunhas, os policiais usaram um lençol do posto para enrolar a mulher e levá-la para atendimento.

Fonte: G1 RS

Pedido de auditoria sobre 2º turno feito pelo PSDB vai para Toffoli analisar

O pedido feito pelo PSDB para que seja realizada uma auditoria na votação do segundo turno foi remetido diretamente para a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caberá ao presidente da Corte Eleitoral, ministro Dias Toffoli, decidir se profere alguma decisão monocrática no processo ou remete o caso para análise do plenário.

No noite desta quinta-feira, 30, o PSDB protocolou um pedido de auditoria especial, para verificar o resultado das eleições presidenciais. A petição é assinada pelo coordenador jurídico do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP).

A expectativa é de que alguma pronunciamento de Toffoli sobre o tema seja feito apenas no início da próxima semana, já que a Justiça Eleitoral irá operar em sistema de feriado amanhã, em razão do dia do servidor público. Originalmente, a data é comemorada no dia 28, mas o TSE postergou o feriado na Corte em razão da finalização das questões relativas à votação realizada no dia 26.

Em nota, o PSDB diz ter “absoluta confiança de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cumpriu seu papel, garantindo a segurança do processo eleitoral”, mas que “com a introdução do voto eletrônico, as formas de fiscalização, auditagem dos sistemas de captação dos votos e de totalização têm se mostrado ineficiente para tranquilizar os eleitores quanto a não intervenção de terceiros nos sistemas informatizados”.

Fonte: Estadão

Perito Molina confirma: Sarney votou em Aécio Neves

Do IG

Embora o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) tenha negado com todas as letras – inclusive em nota oficial – que votou no tucano Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais, o perito Ricardo Molina, a pedido do iG, confirmou que as imagens que mostram a votação não sofreram trucagens e são autênticas. 

Molina dividiu a análise em três fases. Na primeira, comparando o vídeo de corpo inteiro com um recorte mais fechado na urna eletrônica, ele observa que “trata-se da mesma filmagem, ou seja, a ampliação, na qual não há dúvidas de que o voto é 45, foi processada a partir do mesmo vídeo.

A seguir, na imagem ao lado, o perito mostra, a partir do vídeo original, uma sequência de frames que mostram o voto de Sarney no 45. “Não é possível discernir os números, mas é possível verificar que o dedo está na altura do 45 e que a gravação é a mesma da ampliação”, atesta o perito.

Quando o vídeo é exibido em câmera lenta, para o perito fica claro que é o voto é no 45; observe-se que logo depois aparece quadro com Aécio e Aloysio e texto “FIM”, mostrando que é o voto para presidente”, conclui.

Veja abaixo o vídeo em câmera lenta:

Questionado sobre a possível manipulação, Ricardo Molina descarta a tese. “Uma montagem com manutenção de tantos detalhes seria praticamente impossível. Minha opinião é que é autêntica”.

Para ele, só o vídeo original poderia dirrimir definitivamente qualquer dúvida, já que a resolução, quando o vídeo é veiculado no Youtube, perde qualidade. “É evidente que há uma gravação que derrubaria qualquer dúvida (a gravação do cinegrafista), mas já foi inclusive tirada do ar. A TV Amapá chegou a veicular, mas tirou”, explicou.

 

Governo pode reduzir meta do superávit primário para 2015, dizem fontes

O governo brasileiro pode reduzir a meta de superávit primário para 2015 a um número mais factível, disseram à Reuters nesta quinta-feira três fontes envolvidas nas discussões sobre a política fiscal, no que pode ser outro movimento da presidente Dilma Rousseff para recuperar a confiança dos investidores.

Uma meta menor de superávit primário melhoraria a transparência e reforçaria os sinais de que Dilma pode adotar políticas econômicas mais pragmáticas depois de ser reeleita numa disputa apertadíssima no último domingo.

A bolsa teve forte alta e o dólar caiu mais de 2 por cento nesta quinta-feira, no dia seguinte ao Banco Central elevar a taxa básica de juros, aumentando as esperanças de investidores de que Dilma está disposta a tomar algumas medidas dolorosas para reconstruir os pilares da economia.

“A meta mais baixa pode ajudar a recuperar a credibilidade, indicando claramente o que podemos realmente conseguir”, disse uma fonte do governo que pediu para não ser identificada porque não está autorizada a comentar o assunto publicamente.

“Vai ser muito difícil ao governo para alcançar a meta de 2 por cento (do PIB), mesmo com grandes cortes orçamentários e um aumento nos impostos”, acrescentou.

Para 2015, a meta cheia do superávit primário é de 143,3 bilhões de reais, equivalente a 2,5 por cento do Produto Interno Bruto. E o governo disse que atingirá pelo menos 114,7 bilhões de reais, o equivalente a 2 por cento do PIB.

Fonte: Reuters

 

Renan Calheiros cobra de Dilma diálogo com aliados

Em mais um sinal de insatisfação com o Palácio do Planalto, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse ontem que “conversar não arranca pedaço” e “aliança não significa pensar absolutamente igual sobre tudo”. Ao cobrar maior diálogo da presidente Dilma Rousseff com os aliados, Renan disse que o governo precisa fazer sua parte ao ouvir as demandas do Legislativo.

“Nós [Congresso] vamos fazer o que nós podemos. Mas a construção de uma grande convergência, de uma agenda nacional, a criação de um momento novo de união nacional precisa de conversas de lado a lado. Mesmo que as pessoas não concordem em algumas coisas, elas precisam conversar. Conversa, todos sabem, não arranca pedaço não.”

O PMDB impôs derrotas à presidente Dilma Rousseff na Câmara esta semana diante da insatisfação de parte da bancada com o tratamento recebido pelo Palácio do Planalto durante o período eleitoral. No Senado, os aliados também ameaçam uma rebelião com a aprovação de propostas incômodas ao governo, como referendar a derrubada do decreto de Dilma que amplia poderes de conselhos populares.

O presidente do Senado defendeu que os envolvidos nas eleições “esfriem os ânimos” e “descansem um pouquinho”, mas reiterou que a convergência só será alcançada com melhor diálogo com o Planalto, por meio de sua articulação política.

“É hora de construir uma convergência, uma agenda nacional, mas isso não vai cair do céu. Isso terá que ser construído por uma boa interlocução.”

Para Renan, a aliança firmada pelo Planalto com partidos governistas no Congresso não é suficiente para garantir a aprovação de matérias de interesse do governo.

“Nós temos uma aliança e essa aliança vai preponderar, haja o que houver. Agora, aliança não significa pensar igualmente sobre tudo. Aliança não é isso”, afirmou o peemedebista.

Apesar das críticas, Renan negou que o Senado esteja preparando, a exemplo da Câmara, uma “pauta bomba” com a aprovação de projetos com impactos nas contas públicas. “Não haverá pauta bomba. Nós temos preocupação com o equilíbrio fiscal.”

Mesmo com a negativa de Renan, o Senado prepara para a próxima semana a votação da proposta que troca o indexador das dívidas dos Estados com a União, com efeitos na arrecadação da União.

“Nós vamos colocar a troca do indexador porque há um acordo com relação a esse calendário. Nos comprometemos que, quando passasse o segundo turno, colocaríamos em votação”, disse Renan.

Fonte: Folhapress

Câmara entra com ação contra regra do STF para julgar parlamentares

A Câmara dos Deputados ingressou nesta quinta-feira (30) com uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal pedindo que o julgamento de deputados seja feito pelo plenário e não pelas turmas do STF.

Na ação, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), defende que o foro competente para julgar deputados é o plenário, composto por 11 ministros, e não as turmas, que funcionam com cinco magistrados (o presidente do STF não participa). Na prática, um quórum menor pode aumentar a chance de uma condenação.

A ação questiona a legitimidade de uma mudança feita em maio no regimento do Supremo que transferiu o julgamento de ações penais contra parlamentares para as turmas sob pretexto de agilizar a análise dos processos. A justificativa para a alteração no regimento foi a de priorizar no plenário o julgamento de matérias constitucionais ou com repercussão geral (que afetam automaticamente ações semelhantes em tramitação no país).

No último dia 21, por um placar de três a zero, o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) teve recurso negado pela Segunda Turma em um processo que o condenou pelo vazamento de informações sigilosas, em 2008, da Operação Satiagraha, que investigou desvio de verbas públicas e crimes financeiros. Na época, Protógenes era delegado da Polícia Federal. Na eleição deste ano, ele não conseguiu se reeleger deputado.

Fonte: G1

 

Acidente deixa duas mulheres mortas na zona rural de Petrolina

Aconteceu um acidente na noite dessa quarta-feira (29) na BR-428, em Petrolina, que deixou duas mulheres mortas e um homem ferido. As três vítimas estavam em uma caminhonete Amarok e sofreram o acidente ao tentarem ultrapassar um caminhão. A caminhonete colidiu na lateral do caminhão, ocasionando a morte das passageiras, Maria Liberácia Ferreira de Sá e Elenita Adelaide da Silva, e deixando ferido o condutor, José Alves Terto, de 36 anos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os ocupantes do caminhão não ficaram feridos. Eles foram ouvidos pela polícia e contaram que estavam sendo perseguidos por um carro de passeio e teriam sido alvos de disparos de arma de fogo. A polícia não conseguiu encontrar os supostos assaltantes.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Polícia deflagra operação para repreender o tráfico de drogas em Salgueiro

crack_dinheiro_celulares_apreendidos

Policiais civis e militares deflagraram na manhã desta quinta-feira (30) uma operação conjunta, nos bairros Divino Espírito Santo e Novo Everest, com objetivo de repreender o tráfico de entorpecentes em Salgueiro. Na ocasião foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juiz da 1ª Vara da Comarca de Salgueiro, José Gonçalves de Alencar.

Durante as buscas dois homens foram presos em flagrante delito por tráfico de drogas. Na residência de um deles foram apreendidos cerca de 30 gramas de crack em pedras, R$ 363,00 em espécie, quatro aparelhos celulares e uma moto. Ele já tem antecedentes criminais por tráfico.

Segundo a Polícia Civil, na casa do outro homem foram encontradas 18 pedras de crack prontas para a venda e R$ 1.254,00 em espécie. Após as formalidades legais, os dois homens serão recolhidos ao presídio local onde permanecerão à disposição da justiça. 

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Chefe da Polícia Civil visita o Sertão pernambucano

NOVANa última terça-feira (28) o chefe da Polícia Civil, Osvaldo Morais, visitou o município de Petrolina com objetivo de fazer um balanço da produtividade da área, agradecer e parabenizar o empenho dos policiais pela qualidade dos serviços e dos resultados alcançados. O encontro reuniu mais de 50 policiais dentre delegados, comissionários, escrivães e agentes no Auditórioda Polícia Militar de Pernambuco.

Os delegados responsáveis pelas Áreas Integradas de Segurança 19 a 26, referentes às áreas que compõem os municípios de Arcoverde, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Floresta, Salgueiro, Petrolina, Cabrobó e Ouricuri, além dos titulares das Delegacias de Homicídios, realizaram apresentações da produtividade e de suas respectivas regiões. Eles também mostraram algumas melhorias estruturais realizadas nas delegacias e fizeram algumas solicitações aos chefes de polícia.

O Diretor do Interior 2, Glaukus Menck, e o Gerente de Controle Operacional 2, Lamartine Fontes, que comandaram a reunião de trabalho, falaram da satisfação em receber o chefe da Polícia Civil e a sua equipe formada pelo Diretor de Administração Geral, Benedito Anastácio, Diretora de Recursos Humanos, Margareth Sá,  o Diretor de Tecnologia da Informação, Roberto Carício e da Assessora de Imprensa, Alzenir Nascimento.

Cada diretor realizou apresentações sobre suas produtividades. Expectativas para os próximos anos nas áreas de Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Administração e Assessoria de Imprensa, também foram apresentadas pelas respectivas áreas. Como estratégia, também foram discutidas ações integradas de prevenção à violência.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Prefeito de Sertânia pode ser punido pelo PSDB por ter votado em Dilma Rousseff

PSDB-Logo-AmareloFiliado ao PSDB, o prefeito de Sertânia, Guga Lins, foi ameaçado de punição pela direção estadual de seu partido por ter declarado e votado em Dilma Rousseff (PT) no segundo turno. Segundo informações do blog de Magno, Guga afirmou que recebeu um telefonema do presidente do PSDB em Pernambuco, Bruno Araújo, no qual cobrou explicações sobre seu posicionamento na eleição.

O prefeito sertaniense explicou que votou em Aécio Neves no primeiro turno, mas optou por Dilma no segundo porque o grupo de seu principal adversário no município, Ângelo Ferreira (PSB), estava apoiando o candidato tucano à presidência. Lins revelou também revelou que votou em Armando Monteiro para governador.

Bruno Araújo descartou uma punição rigorosa, alegando que tinha ouvido do prefeito que seu voto pessoal foi para Aécio. Ele disse que o caso será estudado.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

DESAFIOS: Reeleita, Dilma deverá criar fórmula para reajustar o mínimo

dilma-milmaUma das tarefas que aguarda a presidente reeleita Dilma Rousseff ainda em 2015 é a definição de uma fórmula para o reajuste anual do salário mínimo a partir de 2016. Desde 2007, o aumento corresponde à inflação do ano anterior mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Essa equação foi oficializada numa lei em 2011, mas a validade termina no ano que vem, quando uma nova proposta deverá ser enviada pelo Executivo ao Congresso.

A atual fórmula, no entanto, divide os economistas. Enquanto alguns avaliam que ela trouxe ganhos sociais e aquecimento do mercado interno, outros consideram que o impacto sobre as contas do governo diminui os recursos para outras áreas e, junto com outros fatores, pode até mesmo ameaçar o controle da inflação.

A política de reajuste foi implantada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em acordo com centrais sindicais para dar aumento real à renda dos trabalhadores, com índices sempre maiores que a inflação. Isso vem sendo feito desde 2003, quando o mínimo passou de R$ 200 para R$ 240. Desde então, descontada a inflação, houve aumento real de 72,3%, até os atuais R$ 724. Para o ano que vem, o salário deve ficar em R$ 788.

Um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), ligado ao movimento sindical, mostra que o atual salário mínimo é suficiente para comprar 2,2 cestas básicas, medida que tem crescido ano a ano desde 1995.

Só neste ano, a entidade estima que os R$ 46 adicionais ao valor do ano passado (que era de R$ 678) injetará R$ 28,4 bilhões de renda na economia, no bolso de 48,2 milhões de pessoas cujo rendimento é equivalente ou referenciado no salário mínimo. Esse contingente, em sua maioria trabalhadores, servidores públicos ou pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), deve pagar R$ 13,9 bilhões em tributos para o governo.

Um dos coordenadores do Dieese, o economista Airton Santos afirma que a relevância do reajuste é mais visível no interior do país que nas grandes cidades, onde um número bem menor de pessoas ganha o mínimo. Ele explica que a relevância para a economia do país se dá pelo que chama de “efeitos dinâmicos”.

“Quem recebe o salário mínimo não poupa, usa toda sua renda para consumo ou até mais, quando consegue crédito. Então, esse reajuste volta imediatamente para a economia e volta para o setor de produtos e serviços que essa classe consome. Esses setores que produzem bens populares também são beneficiados”, diz Santos.

Para ele, grande parte do crescimento que o Brasil alcançou nos últimos anos deve-se ao reajuste do salário mínimo e a outras políticas de transferência de renda, como o Bolsa Família. “Isso volta para a economia. Esse crescimento não depende muito do comércio externo, que anda em depressão, mas do mercado interno”, argumenta.

Se injeta mais dinheiro no mercado, o aumento do mínimo também gera mais gastos para o poder público. Na esfera federal, isso ocorre porque crescem na mesma proporção benefícios da Previdência no valor do salário mínimo, abono salarial (pago uma vez ao ano para quem ganha até dois salários mínimos), seguro-desemprego (pago até cinco vezes para quem foi demitido), benefícios da Assistência Social, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC, para idosos e pessoas com deficiência de baixa renda).

As previsões oficiais do governo indicam que, neste ano, o aumento vai gerar uma despesa extra de R$ 14,1 bilhões; no ano que vem, serão gastos R$ 22,3 bilhões adicionais. O crescimento se deve a um reajuste maior e à ampliação no número de beneficiários. Se forem somados os salários pagos pelos governos estaduais e municipais, a conta do aumento chega a R$ 25 bilhões.

Cálculos do economista Raul Velloso, especialista em finanças públicas e crítico da atual fórmula, indicam que o gasto total atrelado ao salário mínimo, somado ao pagamento do Bolsa Família, chega a R$ 245 bilhões, o que equivale a 27% do gasto total do governo em um ano, de R$ 914 bilhões. O gasto com o mínimo também representa 4,6% do PIB.

Mas, considerando que o governo também paga servidores públicos ativos e inativos, além das demais pensões da Previdência, a conta do que ele chama “grande folha de pagamento” consome 72,5% dos recursos federais.

“Por isso, o Orçamento é muito rígido. O drama é que a grande folha de pagamento se amplia com crescimento do PIB e o maior número de pessoas. Com isso, a fatia dos outros gastos – com saúde, educação, segurança, transporte, investimentos, manutenção, etc – vai ficando menor”, avalia.

Fonte: G1

Governo pede que Câmara defina prioridades para votação

Na tentativa de conter a ameaça de rebelião em sua base na Câmara dos Deputados, o Palácio do Planalto pediu que os deputados apresentem uma lista com projetos prioritários para votação até o fim do ano.

O recado foi transmitido nesta quinta (30) pelo ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) ao presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), em encontro no palácio. A ideia do governo é abrir uma negociação com os aliados.

O governo teme que, diante de insatisfações entre seus apoiadores, a chamada pauta-bomba, com propostas de impacto fiscal, avance no Congresso.

“Foi uma conversa institucional, muito respeitosa como sempre. O ministro Mercadante foi dessa Casa sabe muito bem as demandas e pressões desta Casa, entende bem as demandas do Legislativo”, afirmou o peemedebista.

“A preocupação que ele revelou foi com as questões fiscais que preocupam muito em votações que venham, portanto, comprometer e colocou apenas como ponderação, um pedido para que pudéssemos informar quais seriam as pautas que essa Casa gostaria de votar, fiquei de remeter alguns pleitos que estão aqui, apenas isso”, completou.

Fonte: O Tempo

Multa de trânsito fica até 900% mais cara a partir de sábado

A partir deste sábado, motoristas que infringirem as leis de trânsito sentirão um gosto mais amargo no bolso. Isso porque o valor das multas será reajustado em até 900%, de acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O aumento está previsto na Lei 12.971, que altera 11 artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – a maioria se refere a ultrapassagens.

O valor da multa por uma ultrapassagem em local proibido, considerada infração gravíssima, vai saltar de R$ 191,54 para R$ 1.915,40, uma alta de 900%. Com a vigência da Lei 12.971, o artigo 191 prevê a aplicação de multa 10 vezes o valor da gravíssima e a suspensão do direito de dirigir.

O Denatran também alerta que, se houver reincidência no período de até 12 meses, será aplicada uma multa com o dobro do valor multiplicado, atingindo R$ 3.830,80.

De acordo com o órgão, o objetivo das mudanças é aumentar a segurança dos motoristas e pedestres, e incentivar a condução de forma segura.

Fonte: Terra

Estudante de Afogados da Ingazeira defende projeto na Câmara dos Deputados

Francisco Quirino, Patriota e José HenriqueAluno da rede municipal de ensino de Afogados da Ingazeira, o adolescente Francisco Alves Quirino, de 13 anos, apresentou na manhã de hoje (30) um projeto de lei de sua autoria no plenário da Casa Ulysses Guimarães (Câmara dos Deputados), em Brasília. Francisco Alves foi um dos campeões do concurso “Deputado Mirim”, promovido pela Câmara dos Deputados.

O estudante da Escola Municipal Dom Mota adora matemática e pretende ser engenheiro civil quando crescer. Ele também gosta de ler e escrever poemas. Francisco concorreu com mais de 781 alunos de todo o Brasil, número superior à edição do “Deputado Mirim” de 2013.

A iniciativa do projeto é do “Plenarinho”, portal infantil da Câmara dos Deputados e tem por objetivo estimular os jovens a debater e apresentar sugestões para os problemas de sua comunidade e de seu país. 

Da redação do Blog Alvinho Patriota