Vida FM Salgueiro FM

Mais visto

Médico Roberto Kikawa, criador das Carretas da Saúde, é morto a tiros em São Paulo

O médico gastroenterologista Roberto Kunimassa Kikawa foi morto a tiros na noite de sábado (10) durante tentativa de assalto no bairro do Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo.

Kikawa tinha 48 anos e é conhecido por ter fundado, em 2008, a Carreta da Saúde, iniciativa que leva atendimento médico especializado em unidades móveis a pacientes de baixa renda do SUS.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), policiais militares foram acionados para atender a uma ocorrência de disparo de arma de fogo na Rua do Manifesto. Ao chegar lá, encontraram o médico dentro de seu jipe.

Kikawa chegou a ser socorrido ao Hospital Ipiranga, mas não resistiu aos ferimentos. A secretária dele, que o acompanhava no momento do assalto, informou à polícia que dois homens armados os abordaram quando eles estavam dentro do carrro. Os criminosos ordenaram que eles deixassem o veículo. Quando Kikawa estava prestes a sair do carro, foi baleado. 

O caso foi registrado no 16º Distrito Policial, da Vila Clementino.

O CIES Global (Centro de Integração de Educação e Saúde), entidade da qual Roberto Kikawa era diretor executivo, divulgou nota de pesar na qual afirma que o gastroenterologista “fundou o Projeto CIES em 2008 com uma Carreta da Saúde, em cumprimento a uma promessa que fez ao pai, vítima de um câncer”.

Fonte: G1 SP

Polícia indicia quatro médicos pela morte de Dona Irene, rejeitada em hospital do Rio

A Polícia Civil indiciou por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – quatro médicos envolvidos na internação de Irene de Jesus Bento, de 54 anos. Dona Irene morreu no dia 28 de julho, oito horas após ser rejeitada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte do Rio.

O Fantástico obteve com exclusividade imagens de câmeras de segurança do hospital e detalhes do inquérito, encerrado esta semana pela 22ª DP (Penha). O circuito interno da unidade de saúde mostra que uma das médicas abandonou o plantão.

O caso de Dona Irene veio à tona porque o filho dela, Rangel Marques, resolveu percorrer o hospital com o celular na mão, mostrando o que os profissionais de saúde estavam fazendo, já que ele aguardava havia meia hora chamarem a mãe, que se contorcia de dor na recepção. Ela ainda seria mandada para um posto de saúde e transferida para o hospital numa peregrinação de sete horas.

“É obvio que todos os hospitais públicos estão numa situação caótica. Mas neste aí foi falha humana. A polícia concluiu que não foi falha de estrutura. Foi falha humana. Foi falha de empatia, foi a negligência, foi a imperícia”, diz o delegado Rodrigo Freitas, da 22ª DP.

Fonte: G1

General Villas Bôas diz que calculou “intervir” caso STF desse HC a Lula

O comandante das Forças Armadas, general Eduardo Villas Bôas, deu a entender, em entrevista à Folha de S.Paulo, que pretendia “intervir” caso o Supremo Tribunal Federal concedesse Habeas Corpus ao ex-presidente Lula, em abril deste ano. “Temos a preocupação com a estabilidade, porque o agravamento da situação depois cai no nosso colo. É melhor prevenir do que remediar”, disse. 

A fala foi um comentário a pronunciamentos feitos pelo general no dia 3 de abril, véspera do julgamento do Habeas Corpus pelo Supremo. Em sua conta no Twitter, escreveu: “Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do país e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?”

Logo depois, fez um pronunciamento político. “Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”.

As falas pegaram mal. No próprio julgamento do HC, o ministro Celso de Mello comparou Villas Boas a Floriano Peixoto, segundo presidente da República, que ficou conhecido como “marechal de ferro”  por causa de suas políticas violentas e autoritárias.

Em seu voto no HC, Celso afirmou que as declarações de Villas Boas eram “claramente infringentes do princípio da separação de poderes” e “que parecem prenunciar a retomada, de todo inadmissível, de práticas estranhas (e lesivas) à ortodoxia constitucional”. Celso votou pela concessão do HC, já que Lula estava – e está – preso em cumprimento antecipada da pena a que foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Na entrevista à Folha publicada neste domingo, Villas Boas explicou seus pronunciamentos no Twitter. Disse que precisou assumir “domínio da narrativa” e que conscientemente trabalhou sabendo que estavam “no limite”.

Em abril, Celso disse que a postura do comandante das Forças Armadas fragilizam as instituições. “A nossa própria experiência histórica revela-nos — e também nos adverte — que insurgências de natureza pretoriana, à semelhança da ideia metafórica do ovo da serpente (República de Weimar), descaracterizam a legitimidade do poder civil instituído e fragilizam as instituições democráticas, ao mesmo tempo em que desrespeitam a autoridade suprema da Constituição e das leis da República!”, disse então.

Para o decano, já se distanciam no tempo histórico “os dias sombrios que recaíram sobre o processo democrático” no país. Naquele momento, “a vontade hegemônica dos curadores do regime político então instaurado sufocou, de modo irresistível, o exercício do poder civil.” O ministro disse ainda que a experiência do regime de exceção que vigorou no país entre 1964 e 1985 é “marcante advertência” para esta e as próximas gerações.

“As intervenções pretorianas no domínio político-institucional têm representado momentos de grave inflexão no processo de desenvolvimento e de consolidação das liberdades fundamentais. Intervenções castrenses, quando efetivadas e tornadas vitoriosas, tendem, na lógica do regime supressor das liberdades que se lhes segue, a diminuir (quando não a eliminar) o espaço institucional reservado ao dissenso, limitando, desse modo, com danos irreversíveis ao sistema democrático, a possibilidade de livre expansão da atividade política e do exercício pleno da cidadania.”

Fonte: Consultor Jurídico

Caso Daniel: Suspeito deu pêsames à família usando celular de homem morto em 2016

O empresário Edison Luiz Brittes Júnior, suspeito de matar o jogador Daniel Corrêa, de 24 anos, ligou para a família da vítima para prestar condolências utilizando um número de celular que pertencia a um homem assassinado em 2016.

De acordo com o Ministério Público (MP) do Paraná, as investigações comprovaram que o chip usado por Edison para contactar pessoas próximas do jogador era de um homem envolvido com receptação, morto a tiros de fuzil e pistola em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, mesma cidade onde Daniel foi assassinado.

O MP não informou a identidade do homem. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, está sendo investigado se havia algum tipo de ligação entre ele e Edison.

Fonte: O Tempo

ENEM: Candidatos reclamam de prova difícil e ‘seletiva’

A maioria dos candidatos ouvidos pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em Sorocaba reclamou de ter sido difícil e até “seletiva” a prova deste domingo, 11, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes tiveram de responder às questões de Matemática e Ciências da Natureza, incluindo Biologia, Física e Química. “Matemática é uma ciência exata, mas as questões foram formuladas de forma pouco objetiva”, disse Cleiton Dutra, de 38 anos, que saiu do ensino médio há mais de 15 anos e já fez o Enem em 2014. “Não tinha clareza, precisava ler o enunciado mais de uma vez para entender.”

O candidato Jonathas Camargo, de 25 anos, e que prestou seu terceiro Enem, disse que as provas estão cada vez mais difíceis e seletivas. “As questões de Matemática e Física foram uma palhaçada, parece que foram direcionadas para quem fez cursinho. Quem sai do ensino médio em escola pública não tem a menor chance”, reclamou. Ele concluiu o ensino médio há cinco anos, mas já fez um ano de Engenharia Civil. “Causa revolta, pois parece que a intenção é obrigar a fazer cursinho. Não cai nada do que ensinam em escola pública. Estou cursando ensino superior e acho que vou ter de fazer cursinho para ir bem no Enem.”

Lais Stefanie, de 19 anos, também achou o Enem deste ano mais difícil que no ano passado. “É o terceiro (Enem) que faço e, apesar de estudar muito, o nível de dificuldade tem aumentado, sobretudo na área de Ciências. No ano passado, estava mais fácil.” Ela já cursa Administração e tenta bolsa. Em seu primeiro Enem – ele está concluindo o terceiro ano do ensino médio -, Thiago Luz, 16 anos, considerou as questões de Matemática muito difíceis. “Algumas estavam confusas, mas acho que fui melhor na parte de Ciências.” Concorrendo ao curso de Farmácia, ele havia prestado Enem em 2017 como treineiro. “Não fiz cursinho, mas estudei muito pelo Youtube”, disse.

Fonte: Estadão Conteúdo

Ex-presidiário é assassinado a tiros dentro de carro em Salgueiro

Dois homens em uma moto mataram a tiros na noite deste domingo, 11, em Salgueiro, um ex-presidiário identificado como Everaldo Brás de Miranda, 47 anos. O homicídio aconteceu por volta das 21h30 na Rua Raimundo Nunes Pereira, no bairro Nossa Senhora Aparecida, por trás da Nocarvel.

De acordo com informações da polícia, Everaldo estava dentro de um carro Fiat Uno quando os assassinos se aproximaram em uma moto e efetuaram vários disparos. Ele morreu no local.

Policiais militares isolaram a cena do crime e estão aguardando peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil para os trabalhos de praxe.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Top 10: Notícias mais acessadas de 05/11/2018 a 09/11/2018

1 – Estudante salgueirense de 15 anos precisa de doações urgentes de sangue para tratar leucemia

2 – Homem natural de Salgueiro-PE está entre os 11 mortos em confronto com a PM em Santana do Ipanema-AL

3 – Professora Zenaide agradece orações pela cura do esposo acometido por câncer de pâncreas

4 – Prefeito de Salgueiro empossa terceira titular da Secretaria de Saúde em menos de dois anos

5 – Dupla de moto Honda Bros assassina jovem no Residencial Santo Antônio, em Salgueiro

6 – DER-PE executa serviço de pavimentação de estrada vicinal entre Cedro e o distrito de Barro Branco

7 – Empresário de 54 anos morre em acidente de carro no município de Exu-PE

8 – Artista salgueirense que morreu em Santa Catarina deixa vasta contribuição para o cenário artístico de Salgueiro

9 – Mototaxista que tocava guitarra na banda de Sérgio do Forró é vítima de latrocínio em Juazeiro-BA

10 – Ex-presidiário é detido pela Polícia Rodoviária em Salgueiro com carro adulterado

Testemunha que diz poder inocentar Lula no caso do sítio pede para depor

O advogado Pedro Benedito Maciel Neto pediu nesta sexta-feira (9) à juíza Gabriela Hardt, responsável pela condução da Lava Jato em Curitiba, para prestar informações sobre o processo envolvendo o sítio em Atibaia – ação que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como réu. Maciel Neto era advogado do irmão de Fernando Bittar, que é dono formal da propriedade e também é réu no processo.

O Ministério Público Federal (MPF) sustenta que o imóvel é de Lula e Fernando Bittar agiu como “laranja” para esconder a origem da propriedade. Ao todo, 13 pessoas são acusadas na ação – elas já começaram a ser interrogadas por Hardt nesta semana. Lula será o último réu a ser interrogado, na próxima quarta-feira, dia 14.

Na petição, Maciel Neto narra fatos de seu conhecimento que ele considera relevantes para o processo do sítio. Ele explica que chegou a ser arrolado como testemunha de defesa de Fernando Bittar, mas pediu dispensa por ser advogado do irmão do réu, Kalil Bittar.

Agora, porém, a relação profissional não existe mais por causa de uma desavença entre os dois. O advogado diz que “decidiu não omitir do Juízo e da sociedade fatos dos quais tem conhecimento e que podem ser importantes para o resultado válido do processo”. Ele diz, ainda, que decidiu compartilhar os fatos de seu conhecimento com a juíza para “empunhando a verdade, libertar seu coração e sua alma”.

O processo de compra do sítio

Maciel Neto garante no documento que o sítio em Atibaia foi comprado licitamente com recursos do pai de Fernando Bittar, Jacó Bittar. “Essa propriedade jamais pertenceu ao ex-presidente Lula”, garante o advogado. Ele conta, inclusive, que a compra em nome de Fernando Bittar causou desconforto entre os irmãos do réu, mas o caso foi resolvido em uma “reunião de família”.

Maciel Neto também relata que esteve diversas vezes no sítio, a convite de Kalil. O advogado diz, ainda, que as reformas no sítio foram realizadas e pagas por Fernando Bittar, que também era responsável por pagar despesas relacionadas ao imóvel, como energia elétrica, manutenção em geral, compra de ração para aves, entre outras.

Fonte: Gazeta do Povo

CNJ quer explicações de juiz e desembargadores sobre HC de Lula

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, vai ouvir no próximo dia 6 de dezembro o juiz federal e os três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) envolvidos na concessão e posterior revogação do habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em julho.

O episódio gerou uma série de decisões contrárias em horas, ao provocar incertezas sobre a soltura do ex-presidente. Serão ouvidos, em audiências separadas e no mesmo dia, o juiz federal Sérgio Moro e os desembargadores Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e Thompson Flores Lenz.

As representações recebidas pelo CNJ contra os magistrados foram apensadas em um único Pedido de Providências. Todos já apresentaram suas versões sobre o episódio, mas agora terão de responder a perguntas da Corregedoria do CNJ. O juiz federal Sergio Moro também teve de prestar esclarecimentos. O caso está em segredo de Justiça.

Fonte: Agência Brasil

Bolsonaro cancela audiências agendadas para terça-feira com Maia e Eunício no Congresso

O presidente eleito Jair Bolsonaro cancelou neste sábado (10) dois compromissos previstos em sua agenda oficial para terça-feira (13), no Congresso Nacional, com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), informou a assessoria do grupo de transição do futuro governo.

A assessoria de Bolsonaro não soube explicar o motivo do cancelamento das audiências com os presidentes das duas casas legislativas.

Bolsonaro deve retornar a Brasília na terça-feira pela manhã em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB). Inicialmente, a agenda do futuro presidente previa que, após desembarcar na Base Aérea de Brasília às 7h, ele seguiria direto para o Congresso Nacional.

Ainda de acordo com a primeira versão da agenda, Bolsonaro se reuniria, às 9h, com Eunício Oliveira, no Senado, e, meia hora depois com Rodrigo Maia, na Câmara.

O compromisso com o presidente do Senado, entretanto, desde o início estava rotulado como “a confirmar”.

Na manhã deste sábado a assessoria do presidente eleito divulgou à imprensa que as duas audiências no parlamento estavam canceladas e que Bolsonaro iria da base aérea diretamente para o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde está alojado o governo de transição.

“O presidente eleito cancelou a visita ao Congresso Nacional que faria na próxima terça-feira. Seguirá da Base Aérea direto para o CCBB”, comunicou a assessoria.

Em nota, a assessoria de Eunício Oliveira informou que ele continua à disposição de Bolsonaro, “para o diálogo e o entendimento sobre assuntos que ele achar que o Congresso e ao Senado devem avaliar”.

O primeiro compromisso externo do futuro presidente na terça-feira será uma audiência, às 13h, com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, na sede da Corte eleitoral.

Fonte: G1

Controle do Cade pode opor ‘superministros’ Moro e Guedes

Seis cargos importantes ficarão vagos no ano que vem e serão alvo dos dois superministros do presidente eleito, Jair Bolsonaro: Sérgio Moro (Justiça) e Paulo Guedes (Economia). Em 2019, terminam os mandatos de quatro dos seis conselheiros do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), além do superintendente-geral e do procurador-geral. 

O órgão responsável pela concorrência é, formalmente, vinculado à Justiça. Tradicionalmente, tanto a pasta quanto a área econômica submetem nomes para o conselho ao presidente da República, que é o responsável pelas indicações, que passam pelo Senado antes da nomeação efetiva. Fazenda e Justiça costumavam se revezar nas indicações, mas, no governo do presidente Michel Temer, alguns dos nomes indicados partiram da ala política, de parlamentares e aliados.

A área interessa a Guedes, que colocou assessores para esboçar planos para aumentar a concorrência na economia brasileira. O órgão, porém, tem também uma relação próxima à Lava Jato, que tornou famoso o juiz Moro. Mais de 30 processos da operação estão sob investigação no conselho. 

A movimentação de Guedes, que delegou a área a economistas ligados ao Instituto de Política Econômica Aplicada (Ipea), se deu sob o pressuposto de que o Cade seria uma área de influência de seu ministério, antes de se confirmar que a Justiça também ganharia o superministro Moro. “A lei prevê que o conselho é ligado à Justiça. Com Guedes na economia, haverá duas dimensões que poderão se arranjar e dividir as indicações ou poderá haver uma disputa. Com uma nova elite política assumindo o poder, acho mais provável a segunda hipótese”, disse ao Estadão/Broadcast um advogado e ex-integrante do conselho, que preferiu não se identificar. 

Segundo integrantes da equipe de transição ouvidos pela reportagem, Guedes já determinou que indicações que saiam do ministério para órgãos como o Cade responderão a critérios técnicos. Para a concorrência, especificamente, a equipe trabalha com o fortalecimento da pauta liberal, defendida pelo ministro, com o fomento à competição e a redução da regulação, principalmente em áreas como combustíveis e energia elétrica.

Fonte: Estadão

Deslizamento de morro deixa ao menos dez mortos em Niterói, no RJ

Ao menos dez pessoas morreram na manhã deste sábado (10) e o número pode aumentar após um deslizamento no Morro da Boa Esperança, em Piratininga, na região Oceânica de Niterói. As informações são da GloboNews.

Por volta das 5h, uma pedra deslizou do alto do morro e atingiu seis casas, segundo o Corpo de Bombeiros.

Até agora, onze pessoas foram resgatadas com vida. Duas delas foram encaminhadas para o Hospital Estadual Azevedo Lima, um homem de 43 anos e uma criança.

Outros moradores podem estar desaparecidos, mas até agora não há mais informações sobre vítimas.

Trabalham em buscas no local bombeiros de sete quartéis, além de equipes da prefeitura, que prestam socorro às vítimas e dão apoio a vizinhos e familiares. A Polícia Militar também ajuda no resgate.

Em nota, a Prefeitura de Niterói informou que agentes da NitTrans e da Guarda Municipal estão coordenando o acesso à região. Com informações da Folhapress.

Defesa de dentista acusado de exercer profissão ilegalmente em Salgueiro diz que denúncia é improcedente

O advogado do dentista acusado de exercer a profissão irregularmente em Salgueiro, conforme boletim divulgado pelo Oitavo BPM, entrou em contato com nossa redação e afirmou que a denúncia é improcedente.  

Segundo o defensor jurídico, o profissional disponibilizou todos os documentos comprobatórios de sua aptidão profissional, como o registro no Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE).

Ainda de acordo com o advogado, após a regularidade da atuação do dentista ser atestada, a Polícia Civil pediu o arquivamento do caso. 

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Enxadrista de Petrolina integra delegação pernambucana que participará dos Jogos Escolares da Juventude

O enxadrista Álvaro Cristiano Miguelino de Sousa, 16 anos, integra a delegação pernambucana que viaja a Natal-RN na próxima segunda-feira, 12, para participar da fase nacional dos Jogos Escolares da Juventude. Álvaro vai competir pelo título brasileiro infantil de xadrez, na categoria de 15 a 17 anos.

Para chegar à etapa nacional dos Jogos Escolares, o jovem disputou em outubro a etapa estadual, no Recife, com estudantes de todo Pernambuco, após vencer a fase municipal. Se for campeão nacional no Rio Grande do Norte, não será a primeira vez. Em 2008, foi campeão brasileiro de xadrez em Poço de Caldas-MG.

Álvaro estuda no Colégio Plenus e treina sua potencialidade há 10 anos com o professor Emídio de Santana. Sem poupar elogios ao aluno, Emídio lembra que o estudante ficou em 3° lugar no campeonato Sulamericano de Xadrez, em Sucre, na Bolívia; e no Panamericano, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Agora concorrerá o ouro com outros 26 enxadristas na maior edição dos Jogos Escolares da Juventude.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

UNINASSAU Petrolina oferece atendimentos gratuitos na Policlínica do 5° BPM

Atendimentos gratuitos estão sendo oferecidos pela Faculdade UNINASSAU Petrolina na Policlínica do 5° BPM. A iniciativa beneficia policiais militares, bombeiros e seus familiares com consultas nas áreas nutricional, fisioterapêutica e psicológica.

Todas as semanas, coordenadores, professores e alunos dos cursos de Nutrição, Psicologia e Fisioterapia dão assistência na unidade. “É mais um campo de estágio, de realização da prática profissional para nossos alunos”, ressalta a coordenadora do curso de Fisioterapia, professora Karla Melo.

Para a diretora da UNINASSAU Petrolina, professora Anna Cristina, a parceria é muito importante e salutar para o crescimento da região através da educação e saúde.

Da redação do Blog Alvinho Patriota