Vida FM Salgueiro FM

Acusado de degradar área de preservação, Márcio Nemédio pede apoio dos vereadores para empreendimento

Após ter uma obra embargada às margens do Açude Velho pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras, o ex-vereador e empresário Márcio Nemédio usou a tribuna da Câmara de Vereadores de Salgueiro nesta sexta-feira, 19, para pedir que o poder público apoie os empresários que queiram investir no município.

Nemédio disse que alugou um prédio na área para instalar um delivery de pizzas, quentinhas e marmitas, visando também construir uma orla no açude. Ele assegura que melhorou o espaço, eliminando um lamaçal que estava causando fedentina. Nesse intuito, retirou todo o lixo e revestiu com cimento, além de fazer um telhado em um prédio público que estava abandonado. Acontece que a área é de preservação ambiental e não pode ser alterada.

Diante da controvérsia, o empresário lembrou que gera postos de trabalho na cidade e pediu que o poder público ajude os empreendedores que queiram investir no município. “Eu estou abrindo essa orla para melhorar o turismo de Salgueiro, para dar oportunidade ao povo de Salgueiro, onde vai gerar mais 10 empregos”, destacou.

O ex-vereador afirmou que tem um projeto a longo prazo de transformar a área do Açude Velho em um bosque, revitalizando todo o entorno. Contudo, encontrará obstáculos no Plano Diretor, que classifica a orla como área de preservação ambiental. Os vereadores avaliam atualizar a legislação para tirar esse entrave.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

8 comentários sobre “Acusado de degradar área de preservação, Márcio Nemédio pede apoio dos vereadores para empreendimento

  1. paulo leite

    O acude velho e uma vergonha além do esgoto tem as algas o de Conceição das Crioulas não fica atrás com tanta merda de porco e bode caindo pra dentro não sei quem é mais porco se os bichos ou a população. Os bichos são irracionais.

  2. Machado Freire

    A Câmara de Veradores de Salgueiro não tem mais nada a fazer, apesar do converseiro (perdido) na última reunião.

    A Lei de autoria do ex-vereador Alvinho Patriota, com data de 2010 é definitiva.

    Cabe, isto sim, ao governo Municipal “acordar” para Jesus e tomar as providências.

    A Sociedade Civil e a própria Onge Vida podem, por interesse público, buscar um “remédio” junto ao Ministério Público e até acionar os meios legais contra a inércia do poder público municipal que não coloca em prática nenhum programa para colocarem prática um projeto de revitalização daquele manancial que no passado tanto serviu à população salgueirense, como fonde de abastecimento de água no tempo que as cacimbas supriam as necessidades de inumeras famílias que sequer sonhaam com a Adutora de Salgueiro que nós conquistamos com muita luta.

    Acorda, prefeito!

    Vereadores, caiam na real !

  3. Alvinho Patriota

    Olá,

    A respeito do assunto temos uma Lei em Salgueiro tratando da matéria.

    Nos colocamos a disposição para percorrer os caminhos legais junto às entidades públicas competentes, iniciando pelo Município.

    Ong Vida
    Alvinho Patriota

    Ementa. Institui ações de revitalização de mananciais públicos do Município de Salgueiro e dá outras providencias.

    O Vereador Alvinho Patriota, no uso de suas legais prerrogativas, tem a honra de submeter à apreciação do Plenário da Câmara Municipal de Salgueiro, a presente proposição, cujo objetivo constitui-se de grande relevância, razão de conclamar aos Nobres Edis, para a sua aprovação.

    Art. 1.º – Fica instituído no âmbito do Município de Salgueiro, Estado de Pernambuco, um programa denominado ÁGUA VIVA, de caráter permanente, com o objetivo de empreender ações visando revitalização dos mananciais e demais fontes de água, encravados no município.

    Art. 2.º – A execução do programa incumbe a quaisquer entidades ou grupos de pessoas, devendo o poder público prestar toda assistência possível, mediante prévio planejamento de ações, sempre visando os objetivos do programa: a defesa da vida em sua plenitude. 

    Art. 3.º – As medidas a serem adotadas com fins de revitalização e manutenção dos mananciais, dentre outras, são:

    I – coleta seletiva de resíduos na bacia e margens dos mananciais;

    II – depósito em locais indicados pela Prefeitura dos resíduos coletados e não aproveitados para outros fins;

    III – plantação de árvores;

    IV – povoação das represas com peixes e outras espécies aquáticas adaptáveis;

    V – implantação de equipamentos de lazer.

    Art. 4.º – O Poder Público poderá firmar convênios para execução do programa: ÁGUA VIVA, dentro dos limites legais vigentes.

    Art. 5.º – Não haverá qualquer empecilho para o livre exercício de revitalização e manutenção de que trata esta lei, sendo considerado o trabalho como digno de reconhecimento público.

    Art. 6.º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

    Salgueiro, 11 de novembro de 2010.

     

    Alvinho Patriota

  4. Luis Carlos de Araujo

    Como diz Alguns vereadores a zebra passou 16 anos no poder e nunca vez nada pelo açude Velho e agora que perdeu o pode vem um vereador que já foi secretário e nunca vez nada também agora preocupado com o açude que só tem água de esgoto e muita merda dar uma de defensor do meio ambiente, Isso é falta de assuntos, deixem os homens que trabalha dar emprego, pois a grande maioria dos vereadores ali nunca trabalharam em nada e sim só no poder público, mamando nas tetas da Prefeitura.

  5. Luis Carlos de Araujo

    Essa Câmera de Vereadores de Salgueiro é uma verdadeira palhaçada, alí eles não enxergam um palmo na frente, na verdade só veem o próprio bolso e ainda pagam caro para as Rádios da cidade transmitir a vergonha que eles fazem a cada reunião de brigas e desavensas.

  6. Machado Freire

    Então, a “preservação” ficou apenas no papel.

    Ora, o entornou é um detalhe,mas a água que é mais importante (e justificaria todo e qualquer projeto de preservação) não serve para nada, a não ser para a proliferação de uma planta que não serve pra nada e, principalmente, esconde o precioso e importante líqido, tornando um “espelho d’água escondido”

    Pra resumir, falta tudo, pois o ambiente dói nas vistas de qualquer cristão consciente.

    Falta governo !!!!

  7. Onofre Oliveira

    A compesa não retirou totalmente os esgotos que caem no açude velho, próximo ao local que Nemedio diz, ainda tem dois canos despejando esgotos no açude, infelizmente pessoas que moram nas proximidades jogam lixo no açude, e finalmente pessoas irresponsáveis teimam em transitar de motos na pista de Cooper pondo em risco a vida dos transeuntes principalmente criança quando na ida e vinda da escola.