Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

Viagem sem estresse: dicas para começar a planejar seu roteiro

         Foto: Unsplash

Planejar uma viagem pode tomar um de dois rumos: ou vai ser divertido, ou vai ser estressante. A tarefa é, no entanto, necessária para que não passemos nenhum tipo de perrengue quando chega a hora de relaxar e desfrutar do nosso tão sonhado tempinho longe da realidade.

Confira uma pequena lista de cuidados que você deve ter no planejamento de suas viagens!

1. Escolha do destino

Parece óbvio, mas escolher o destino das suas férias pode ser uma questão. Se você viaja sozinho, pode ficar mais fácil. Afinal, você poderá ir para onde quiser, certo? Mas se você vai dividir momentos com outras pessoas, ou se tem gostos bastante variados, pode surgir uma indecisão que tem tudo para ser uma pedra no seu sapato.

Uma forma de decidir é acompanhar sites de promoções de passagens aéreas, que geralmente têm boas ofertas ao longo do ano todo, como o Melhores Destinos. Você também pode inverter a ordem das decisões e começar pelo orçamento: dependendo de quanto você pode gastar é possível montar uma lista de destinos que melhor se encaixam no momento. Lembre-se de que essa lista dependerá da época do ano em que você pretende viajar, sendo que as épocas mais concorridas podem ter uma alta considerável de preços de passagens, hotéis, restaurantes etc.

Se mesmo assim você não consegue decidir um local, por que não dar uma chance às surpresas? Hoje em dia já existem agências que cuidam dessa escolha para você, como a Instaviagem, que só revela qual o seu destino uma semana antes de partir.

2. Passagens

        Foto: Unsplash

Existem alguns truques bastante conhecidos na internet para encontrar passagens aéreas mais em conta. Mas que tal ir um pouco mais além?

Já pensou em viajar de classe executiva ou mesmo de primeira classe? O Passageiro de Primeira é um site especializado em ensinar seus leitores que é possível acessar salas VIP e desfrutar de viagens na classe executiva ou na primeira classe sem pagar os valores altos que geralmente são praticados pelo mercado. Os tutoriais ensinam tudo e é possível até contratar consultorias particulares.

3. Planejamento Financeiro

Já dizia o velho ditado: quem converte não se diverte. Por isso, a melhor forma de se divertir mais é planejar o quanto você pretende gastar na viagem e ir adquirindo o montante em moeda estrangeira aos poucos, enquanto você acompanha as taxas de câmbio. 

        Foto: Pxhere

Se a ideia é curtir uma noite de jogos em Las Vegas, por exemplo, tenha uma projeção do quanto está disposto em gastar. Diante de novidades, podemos nos empolgar e acabar perdendo o controle, principalmente quando os resultados são favoráveis. Isso não significa que você deve evitar arriscar por medo de sair do eixo – aproveite sua viagem e saia do lugar comum. A internet está cheia de dicas para quem vai passar por alguma experiência pela primeira vez. Se o seu destino conta com casas de jogos, treinar um pouco em sites especializados como o cassino Betfair pode ser uma boa ideia para chegar sabendo aonde você está pisando.

Para montar seu orçamento, principalmente se você não conhece o destino, é interessante pesquisar quanto se gasta por dia, em média, com básicos como alimentação e transporte na região, além de separar um pouco para compras e eventuais emergências – nunca se sabe quando bate aquela enxaqueca e estamos sem remédio.

Com estes três primeiros passos, definir as atrações e o roteiro da sua viagem vai ficar muito mais fácil. É claro que ainda há muito mais por vir depois desta fase, mas costuma ser mais fácil. Boa viagem!

Raquel Dodge diz que há ‘suspeita de ação orquestrada’ em queimadas na Amazônia

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta segunda-feira (26) que há “suspeita de ação orquestrada” em queimadas na Amazônia.

Raquel Dodge deu a declaração após ter se reunido com integrantes da Força-Tarefa Amazônia, criada pela Procuradoria para discutir o tema.

“Há suspeita de ação orquestrada, há suspeita de uma atuação que foi longamente cultivada para chegar a esse resultado”, afirmou.

“O que nós percebemos é que há sinais disso, há elementos que justificam a abertura de inquéritos para investigar e punir os infratores”, acrescentou.

As queimadas têm repercutido internacionalmente, e o presidente Jair Bolsonaro autorizou o envio de tropas das Forças Armadas a estados da região.

Pedido de inquérito

Segundo Raquel Dodge, ficou decidido na reunião da força-tarefa que o grupo pedirá a abertura de um inquérito para investigar as queimadas.

“Como resultado da reunião de hoje, estou requisitando abertura de inquérito para promover a persecução penal daqueles que incentivaram que queimadas fossem adotadas em terras federais”, afirmou Dodge.

Neste fim de semana, a Polícia Federal informou que investigará se houve uma convocação para queimadas no Pará.

Fonte: G1

Macron questiona se Bolsonaro está “à altura” do cargo depois das piadas que fez de sua mulher

A escalada dialética entre Emmanuel Macron e Jair Bolsonaro subiu nesta segunda-feira vários graus depois que o presidente brasileiro e um de seus ministros publicaram comentários desrespeitosos sobre o presidente francês e sua mulher. “Como sinto muita amizade e respeito pelo povo brasileiro, espero que tenha rapidamente um presidente que esteja à altura”, disse Macron em entrevista coletiva durante o último dia da cúpula do G7, em Biarritz (França).

O motivo do novo confronto entre ambos foi um comentário de Bolsonaro na rede social Facebook. O presidente brasileiro reagiu a uma mensagem que zombava do físico da primeira-dama francesa, Brigitte Macron, e a comparava desfavoravelmente à brasileira Michelle Bolsonaro, relata a agência France Presse. A francesa tem 66 anos; a brasileira, 37.

“Entende agora por que Macron persegue Bolsonaro?”, diz a mensagem, referindo-se ao choque de Macron e Bolsonaro na semana passada pelos incêndios na Amazônia. Bolsonaro –ou alguém que controla a sua conta do Facebook– comentou: “não humilha cara. kkkkkkk”.

A publicação do presidente brasileiro no Facebook não foi o único ataque a Macron. O filho de Bolsonaro, Eduardo, deputado e possível próximo embaixador brasileiro nos EUA, retuitou na sexta-feira um vídeo de manifestações violentas de coletes amarelos na França com o texto: “Macron é um idiota”. Paralelamente, o ministro da Educação do Brasil, Abraham Weintraub, disse que “Macron não está preparado para esse debate”, referindo-se aos incêndios na Amazônia, e o chamou de “calhorda oportunista que busca o apoio do lobby agrícola francês”.

“O que posso dizer a eles? É triste, é triste. Mas é triste acima de tudo para ele e para os brasileiros ”, respondeu Macron em Biarritz. “Acho que as mulheres brasileiras, sem dúvida, têm vergonha de ler isso de seu presidente”, acrescentou. “Acho que os brasileiros, que são um grande povo, ficam um pouco envergonhados ao ver esses comportamentos e esperam de um presidente que se comporte bem com os demais.”

Macron reiterou suas acusações a Bolsonaro por “mentir” sobre seus compromissos contra as mudanças climáticas quando, em julho, os dois países assinaram o acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul “. Ele também lembrou a desfeita de Bolsonaro ao ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian, quando visitou Brasília em julho.

“Algumas semanas depois [da assinatura do Tratado do Mercosul], ele teve um encontro urgente com o cabeleireiro, quando deveria receber o ministro das Relações Exteriores”, disse o presidente francês. “E ontem considerou que era uma boa ideia que seu ministro me insultasse. Na França nunca ocorre a um ministro da República insultar qualquer dirigente. E ele pronuncia palavras extraordinariamente desrespeitosas sobre minha esposa.”

A disputa entre Paris e Brasília pôs em xeque o acordo com o Mercosul, questionado na França. Macron, que lidera uma frente liberal e progressista no cenário internacional, encontrou um antagonista perfeito no nacionalista Bolsonaro.

Fonte: EL País

G7 diz que valor para combate a incêndios na Amazônia é de R$ 82 milhões

O G7 anunciou nesta segunda-feira (26) que o valor mobilizado para o combate aos incêndios na Amazônia é de US$ 20 milhões (cerca de R$ 82 milhões).

O anúncio se trata de uma correção da quantia inicialmente divulgada pelo presidente da França, Emmanuel Macron, que havia dito que os membros doariam 20 milhões de euros — e não dólares — para a luta contra as queimadas. Se liberado em euros, o valor equivaleria a cerca de R$ 91 milhões. 

Plano para países afetados

A medida compõe a primeira etapa de um plano em parceria com os países afetados para que essa região disponha dos meios necessários “agora que mais necessita”, disse Macron, em entrevista coletiva ao lado do presidente do Chile, Sebastián Piñera.

Além disso, Macron afirmou que a França oferecerá meios militares para as tarefas de controle do incêndio.

“No próximo mês, construiremos uma iniciativa para a Amazônia que será apresentada oficialmente na Assembleia Geral da ONU com todos os países da região”, manifestou.

Já Piñera se declarou “muito contente” pelo acordo com as democracias mais industrializadas e com os países amazônicos para o combate aos incêndios e lembrou que agora é muito necessário o reforço de cooperação pela Amazônia.

A segunda etapa, diante da Assembleia Geral da ONU, contará com a colaboração do Chile para iniciar o processo de reflorestamento, “respeitando a soberania, mas cooperando para cuidar melhor” da biodiversidade”, comentou Piñera.

Fonte: R7