Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco organiza protesto contra a reforma da Previdência em Salgueiro

reformapreviA proposta de reforma da Previdência Social, elaborada pela equipe econômica do presidente Michel Temer, vai ser alvo de um protesto em Salgueiro na manhã desta terça-feira (28), organizado pelo Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol).

O ato contra a PEC 287/2016 também acontecerá simultaneamente nas cidades do Recife, Garanhuns, Caruaru, Arcoverde, Araripina e Petrolina.

Em Salgueiro a manifestação tem concentração a partir das 9h30 na praça em frente à prefeitura. Os organizadores destacam que o protesto não tem bandeira partidária e deve contar a presença de representantes de outros sindicatos interessados no assunto.

Com o mote “Se você não lutar, sua aposentadoria vai acabar…”, o ato público contra a reforma da Previdência Social terá sua maior concentração na Praça do Derby, na capital pernambucana.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Governador vai inaugurar dois monumentos em Nova Jerusalém

0Escultura 50 anosEm homenagem aos produtores culturais Plínio e Diva Pacheco, que dedicaram grande parte de suas vidas ao projeto que deu origem à Nova Jerusalém, o governador Paulo Câmara vai inaugurar dois grandes monumentos no maior teatro ao ar livre do mundo, localizado no município do Brejo da Madre de Deus. Em Nova Jerusalém é realizado todos os anos o mega espetáculo da Paixão de Cristo, que já atraiu cerca de 3,8 milhões de pessoas de todos os estados brasileiros e do exterior.

A inauguração faz parte das comemorações dos 50 anos do espetáculo e acontecerá no dia 7 de abril, dia da pré-estreia da temporada 2017, que vai ser realizada de 8 a 15 de abril. Na ocasião, também serão entregues medalhas comemorativas do Jubileu dos 50 anos a pessoas que contribuíram para o sucesso alcançado pela Paixão de Cristo de Nova Jerusalém.

A solenidade contará com a presença de autoridades, convidados, jornalistas e blogueiros que, após o descerramento das estátuas, assistirão ao espetáculo. Na edição deste ano, a Sociedade Teatral Fazenda Nova introduziu novas cenas grandiosas, renovou figurinos e apresentará um elenco de artistas convidados.  

Da redação do Blog Alvinho Patriota

SINAIT: Terceirização sem limites é a verdadeira reforma trabalhista

A aprovação na semana passada de um projeto de lei de 1998, pela Câmara dos Deputados, continua a gerar debates em todo o país. Neste fim de semana, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT) nos enviou uma nota criticando o projeto e expondo os efeitos negativos para o trabalhador, para a economia e para o país. Confira a nota na íntegra:

Indignados, assistimos à votação do Projeto de Lei 4.302/1998 (!!!!!) na noite de 22 de março de 2017. Lamentavelmente, a Câmara dos Deputados conseguiu aprovar a terceirização sem limites, em manobra que ressuscitou um projeto que estava engavetado, para contornar a ‘demora’ do Senado em apreciar o PLC 30/2015, que trata do mesmo tema e também foi aprovado pela Câmara.

Foi aprovada, na prática, a verdadeira reforma trabalhista, para pior. A reforma que desconstrói a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e vários artigos da Constituição Federal Cidadã, que abre portas para o aprofundamento da precarização geral das condições de trabalho, para o rebaixamento de salários, para o aumento da sonegação de direitos trabalhistas e consequente judicialização por parte dos trabalhadores.

O projeto aprovado, que agora vai à sanção presidencial, é muito pior do que o PLC 30/2015. O texto isenta o tomador de mão de obra de fiscalizar se a empresa fornecedora de empregados cumpre as obrigações trabalhistas. Livra o tomador de se responsabilizar pelo pagamento dos direitos trabalhistas caso a fornecedora não os cumpra. O verdadeiro empregador fica desobrigado em relação aos trabalhadores. Lucro máximo, direitos mínimos. O texto prevê apenas a responsabilidade subsidiária, que é muito leve e dificulta a cobrança de direitos por parte dos trabalhadores.

O setor público é tão afetado quanto o privado. Sabemos muito bem o significado disso. Está decretado o fim dos concursos públicos, está autorizado o clientelismo, a generalização das indicações políticas, os loteamentos de cargos. A situação de várias carreiras, já crítica, como a Auditoria-Fiscal do Trabalho, poderá se agravar.

As consequências da decisão dos parlamentares serão muitas e conhecidas ao longo do tempo. Hoje são 12 milhões de trabalhadores terceirizados e cerca de 35 milhões que têm Carteira de Trabalho assinada. Em um curto espaço de tempo a situação poderá ser invertida em proporção ainda maior. As justificativas de que haverá criação de empregos é enganosa, pois os empregos criados serão precários, de baixa qualidade e alta rotatividade, que será ainda mais estimulada com as novas regras para o trabalho temporário. A falta de cuidado com o treinamento e formação dos terceirizados agravará o quadro de acidentes de trabalho que já atinge, hoje, oito trabalhadores terceirizados em cada dez ocorrências.

A terceirização poderá ser um tiro no pé do próprio governo, que parece não ter feito contas básicas. A massa salarial tende a cair drasticamente, impactando fortemente a arrecadação da Previdência Social e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS. Não gera empregos, não reduz desigualdades, não produz trabalho decente, não erradica a pobreza nem o trabalho escravo e infantil.

A terceirização sem limites e o trabalho temporário, aliados às propostas contidas nos projetos de reforma Trabalhista e Previdenciária, terminarão por exterminar os direitos trabalhistas, o direito à aposentadoria, a assistência social no Brasil. Um retrocesso estarrecedor. Se levado a cabo, custará à sociedade, às empresas, ao sistema produtivo, todos os setores, sem exceção. Trabalhadores levarão décadas em busca de recuperar direitos, com muita luta e resistência, sem qualquer garantia de êxito.

Do ponto de vista da Fiscalização do Trabalho, a terceirização está legalizando o que é ilegal. Para os Auditores-Fiscais do Trabalho muda o foco da fiscalização das empresas atualmente constituídas, para as milhares de empresas intermediadoras de mão de obra que certamente surgirão. Esses agentes do Estado tentarão garantir que os direitos correspondentes aos míseros salários pagos aos empregados, cujo vínculo verdadeiro é com outra empresa onde ele presta serviço, sejam respeitados e garantidos.

Com um efetivo extremamente reduzido para a fiscalização e expectativas pouco animadoras quanto à mudança deste quadro para melhor, trabalhadores e servidores públicos estarão à mercê dos empresários – tomadores e intermediadores.

A reação precisa ser muito forte, imediata e ampla. Trabalhadores, servidores públicos, cidadãos, juntos, para que não prosperem mais medidas de precarização e extinção de direitos. Na rua, nos locais de trabalho, em todos os fóruns de denúncia e resistência, dentro e fora do país.

Por fim, o Sinait espera que o presidente da República Michel Temer vete a lei integralmente, mostrando sensibilidade e respeito a direitos que são a própria dignidade e cidadania do trabalhador brasileiro.

Carlos Silva –  Presidente do Sinait

Parque Rancho Verde é alvo da ação de vândalos

1vandalosranchoUma das poucas áreas de preservação ambiental na zona urbana de Salgueiro, o Parque Rancho Verde vem sendo sistematicamente agredido pela ação de uma minoria de vândalos. O local é aberto ao público e pode usado pela população para um contato direto com a natureza, mas alguns vândalos estão indo ao local para fazer o mal.

Segundo Alvinho Patriota, militante da causa ambiental no município, na parte de cima o parque está se tornando um verdadeiro lixão, no entanto, o mais grave é alguns elementos invadirem o parque para ameaçar os colaboradores e envenenar animais.

“Esses elementos, certa vez, envenenaram 13 gansos, Marrecos de Pequim. Já promoveram inúmeros furtos de baterias de máquinas, som de automóveis, etc. Finalmente, ontem, achando pouco, cortaram mamonas e após os carneiros consumirem tal alimento tóxico, espantaram os animais, provocando a morte de três”, denunciou Alvinho no Facebook.

Os responsáveis pelo parque disseram que não vai se intimidar, mantendo-se no direito de defender o meio-ambiente, e que adotarão as medidas cabíveis para cessar o vandalismo no local.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

I Vaqueirama Fest é realizada em Salgueiro no próximo final de semana

17492838_10202983531946878

No próximo final de semana será realizada em Salgueiro a 1ª edição da Vaqueirama Fest, com shows de César Adriano, Ranieri e Bonde do Nordeste. Realizado pela LS Produções e Eventos, com apoio da JHS Divulgações, o evento acontecerá no dia 1° de abril no Salgueiro Hall, ao lado da concessionária Fiat, na Rua Getúlio Vargas.

A festa vai manter os direitos dos estudantes e conceder meia-entrada para todos que possuem a carteira nacional de estudantes. Para receber o desconto, é preciso apresentar o documento na bilheteria no dia do evento.

Os ingressos da festa podem ser comprados antecipadamente na Farmácia Santa Mônica, Mercearia do Rolando, Planeta Mix, Botequim Imperial, Onda do Som, BETS 24 Horas e com vendedores autorizados.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Salgueiro sediou I Conferência da Mulher Advogada no último sábado

conferenciamulheradvogadaCom objetivo de debater o papel da mulher e seus direitos na sociedade, foi realizada no último sábado (25) em Salgueiro a “I Conferência da Mulher Advogada”. O encontro aconteceu no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) e contou com palestras de Karinny Oliveira, Soraya Santos, Juliana Casanova, Synara Veras, Mariane Melo Morais, Dandara Luísa Alves, Goretti Soares e Robeyoncé Lima.

No evento as palestras abordaram vários temas, entre eles, o empoderamento feminino, igualdade de gênero e transfeminismo. Estes assuntos são debatidos diariamente nas redes sociais e no meio da sociedade.

Representante do Instituto Maria da Penha, a palestrante Karinny Oliveira falou das conquistas alcançadas e dos desafios pela frente. Já advogada Robeyoncé Lima, que é transfeminista, falou como esse assunto é visto na região e como está a aceitação na sociedade. “Muitas vezes há uma falta de respeito com relação à identidade de gênero, mas é uma falta de respeito que é precedida de uma falta de informação. Então é importante a gente trazer essas discussões para o interior”, disse e entrevista à TV Grande Rio.

O evento foi organizado pela Subseção da OAB-PE em Salgueiro e é o primeiro encontro do tipo no Sertão Central. Os organizadores fizeram um balanço positivo sobre os temas abordados.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Agricultor é preso por furto de animais na zona rural de Verdejante-PE

plantaoo

Um agricultor de 38 anos foi preso por policiais militares no último fim de semana, na zona rural do município de Verdejante, sob a acusação de ter furtados animais de propriedade de um agricultor de 35 anos. Policiais militares do 8° BPM estavam fazendo a Operação Combate ao CVLI, quando foram informados pela vítima que alguns animais tinham sido furtados de seu curral.

De acordo com a polícia, testemunhas disseram que o acusado estava na localidade anteriormente em atitude suspeita. O acusado foi localizado pelos policiais e confessou onde estavam os animais furtados. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil local, autuado em flagrante e encaminhado ao Presídio de Salgueiro.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Presidente da Câmara de Vereadores de Timbaúba é reeleito presidente da UVP

O presidente da Câmara de Vereadores de Timbaúba, Josinaldo Barbosa (PTB), foi reeleito com uma expressiva votação para presidir a União dos Vereadores de Pernambuco (UVP) por mais dois anos. A eleição foi realizada no último sábado (25), no município de Bonito, durante o Congresso de Vereadores e Servidores de Câmaras de Pernambuco.

Josinaldo foi reeleito com 601 votos, conseguindo uma diferença de mais de 300 votos em relação ao segundo colocado na disputa, o vereador de São Bento do Uma, André Valença (PSB).

O senador petebista Armando Monteiro comemorou a vitória de Josinaldo. “A vitória de Josinaldo Barbosa é um reconhecimento à sua liderança, que se consolidou ao longo de seu mandato na presidência da UVP. Essa larga conquista, que reuniu toda a base da representação municipal, dá mostras da capacidade de Josinaldo de articulação”, destacou.    

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Fato & Foto (563)

Para garantir uma mão de obra qualificada no abate e comercialização da carne bovina no município de Quipapá e região, no Agreste do Estado, o Programa Fortalece Talentos da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação de Pernambuco (Sempetq-PE), formou 25 profissionais do corte de carne de bovino do novo Abatedouro Municipal de Quipapá, reaberto há 6 meses. O curso de Teoria e Prática para Abate de Bovinos, executado pelo Senai em parceria com a Sempetq, foi iniciado em fevereiro e concluído na sexta-feira (24).

_DSC0330

Manchetes dos jornais de 27/03/2017

O Globo
Polícia recolhe imagens de bar onde estava argentino que morreu após briga em Ipanema

O Dia
PM reformado é morto em tentativa de assalto em Marechal Hermes

Extra
Cidades tem protestos em apoio à Lava-Jato e pelo fim do foro privilegiado

Folha de São Paulo
Suíça amplia veto à carne brasileira de 4 para os 21 frigoríficos investigados

O Estado de São Paulo
Por foro privilegiado, parlamentares mudam planos para eleições de 2018

Correio Braziliense
Morre, ao 87 anos, o general Zenildo Lucena, ministro de Itamar e FHC

Valor Econômico
Juiz manda libertar últimos presos temporários da Operação Carne Fraca

Estado de Minas
Adolescente de 17 anos é estuprada na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte

Jornal do Commercio
Governadores vão se reunir para debater Reforma da Previdência

Diário do Nordeste
Teto do Mercado Público de Caucaia desaba na manhã de domingo

Zero Hora
Família descobre troca de corpos durante velório de jovem que morreu afogado

Brasil Econômico
Temer cogita prazo para Estados e municípios mudarem Previdência

A Tarde
Moradores relatam tremor de terra em Salvador e outras cidades da Bahia

Correio da Bahia
Tábuas caem do teto da Igreja Nosso Senhor do Bonfim; ninguém ficou ferido

Ciro Gomes afirma que receberia à bala a turma de Sérgio Moro

ciro_gomes1

Com a Lava Jato em baixa nas ruas, o ex-ministro e presidenciável Ciro Gomes (PDT) afirmou que receberia à bala a turma do juiz Sérgio Moro caso fosse preso como foi o blogueiro Eduardo Guimarães.

“Hoje esse Moro resolveu prender um blogueiro [Eduardo Guimarães, que vazou a operação contra Lula para seu assessor], ele que mande me prender. Eu recebo a turma dele na bala”, declarou o pedetista ao se referir ao ‘abuso de autoridade’ do magistrado da Lava Jato.

Na última terça-feira (21), Moro determinou a condução coercitiva do blogueiro para que o mesmo revelasse suas fontes jornalísticas. O Brasil e o mundo se levantaram em solidariedade a Eduardo Guimarães e na condenação do atentado à liberdade de imprensa.

Fonte: Blog do Esmael

Protestos na Rússia terminam com centenas de detidos, incluindo opositor Navalny

O opositor russo Alexei Navalny e centenas de seus partidários foram detidos neste domingo em toda a Rússia em protestos contra a corrupção, em uma das maiores manifestações contra Vladimir Putin desde seu retorno ao Kremlin em 2012.

Os protestos, convocados por Navalny, reuniram dezenas de milhares de pessoas no país.

Alexei Navalny, que foi detido no começo do protesto em Moscou, será apresentado nesta segunda-feira pela manhã ao juiz, informou seu porta-voz Kira Iarmych no Twitter, por convocar uma manifestação que gerou desordem pública.

Na capital russa, onde milhares de pessoas desafiram a proibição de protestar, pelo menos 933 foram detidas”, relatou na noite deste domingo a organização OVD-Info especializada no acompanhamento de manifestações. A ONG contabilizou dezenas de prisões nas províncias.

A polícia anunciou cerca de 500 detenções em Moscou e mais de 130 em São Petersburgo, segundo a agência Interfax.

Navalny convocou o protesto depois da publicação de um relatório que acusa o primeiro-ministro Dimitri Medvedev de estar à frente de um império imobiliário financiado por oligarcas.

Essa investigação, apresentada com um vídeo, foi vista 11 milhões de vezes no YouTube. As autoridades não reagiram, como fizeram com os outros vídeos publicados pela organização dirigida por Navalny, que se coloca como o principal opositor ao Kremlin, denunciando a corrupção das elites.

Fonte: AFP

Turista argentino morre após se envolver em briga com brasileiros em Ipanema

Um turista argentino de 28 anos, identificado como Matias Sebastian Carena, morreu na madrugada deste domingo após se envolver em uma briga com um grupo de brasileiros em Ipanema, Zona Sul do Rio. De acordo com as primeiras informações, a briga ocorreu após uma festa em um bar na Rua Vinícius de Moraes. Matias e três amigos argentinos se desentenderam com outras pessoas que saíam da festa e começaram a brigar na calçada.

Seguranças conseguiram apartar a confusão, que continuou do outro lado da rua. Matias então se desequilibrou e caiu de cabeça em uma quina na calçada, ficando desacordado. Ele continuou a ser agredido com socos e até uma muleta.

A vítima foi levada para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, onde já teria chegado morta. A Divisão de Homicídios (DH) investiga o caso. Os três argentinos amigos de Matias já foram ouvidos pela DH, que foi até o local do crime. Os policiais também buscaram imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os agressores.

Fonte: O Dia

Defesa da Lava Jato e crítica ao voto em lista fechada reúnem manifestantes pelo Brasil

Protestos convocados pelas redes sociais reuniram neste domingo (26) manifestantes em pelo menos 10 cidades do Brasil.

Os movimentos MBL (Movimento Brasil Livre) e Vem Pra Rua, que protagonizaram as manifestações em defesa do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, voltam a liderar os protestos.

Porém, as manifestações deste domingo tiveram menos adesão que protestos anteriores, como o de março de 2016 que pedia a saída de Dilma Rousseff.

Valorização da Operação Lava Jato e do juiz Sergio Moro, críticas ao esquema de votos em lista fechada e pedidos de prisão de políticos corruptos são as pautas que uniram os movimentos sociais difusos que ontem estiveram na rua. Outros temas, como a terceirização e a reforma da presidência, contudo, ainda dividem opiniões.

Em Brasília, cerca de 500 pessoas reuniram-se em frente ao Congresso Nacional, de acordo com informações da Folha. Os manifestantes fizeram um “enterro simbólico” de políticos envolvidos em denúncias, como os ex-presidentes Collor, Lula e Dilma, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Em Curitiba, o público foi de cerca de 4 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. Liderados por carros de som, os protestantes pediam o fim do foro privilegiado e criticavam as “tentativas” do Congresso de minar a Operação Lava Jato. Eles também pediam “Lula na cadeia” e afirmavam que uma “onda verde e amarela” iria tomar conta do País.

Em São Paulo, os protestos concentraram-se na Avenida Paulista e os manifestantes dividiam-se entre os carros de som dos organizadores. Até a publicação da reportagem, a PM não havia divulgado sua estimativa de participantes. Já o MBL afirmou que pelo menos 15 mil pessoas compareceram aos atos na capital.

Fonte: The Huffington Post

Carne Fraca: Exportação perde US$ 130 mi em uma semana

Apenas uma semana após a deflagração da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, o setor de carnes contabiliza perdas de mais de 130 milhões de dólares. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), ligada aos setores de aves e suínos, estima uma perda com exportações de 40 milhões de dólares até a sexta-feira. Já o setor de carne bovina, representado pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), embora não tenha um número fechado, estima que pelo menos 96 milhões de dólares em produtos prontos para a exportação estejam parados no Porto de Santos (SP), impedidas de seguir para o exterior.

O presidente executivo da ABPA, Francisco Turra, afirma que a primeira semana da Operação Carne Fraca foi de “impacto muito forte” para o setor. “Virou um momento muito dramático, nunca vi igual, e com dificuldades de se reverter”, diz. “A solução não demandará uma semana ou uma simples palavra oficial.

Tudo o que deixar de ser exportado não tem espaço para ser absorvido (internamente). Então, tem de diminuir produção e reduzir empregos, o que já começa a ocorrer”, afirma.

Na semana passada, a JBS, por exemplo, anunciou a suspensão da produção de carne bovina em 33 de suas 36 unidades no Brasil, e informou que, quando retomar as atividades, a partir de amanhã, as fábricas vão operar com um corte de 35% na produção. Segundo a empresa, isso seria feito para ajustar a produção à demanda em queda.

Absurdo

Com o bloqueio de vários países às importações de carnes brasileiras, os embarques praticamente ficaram paralisados. O próprio Ministério da Agricultura estimou que a queda chega a mais de 90%. “É uma coisa absurda”, afirmou o ministro Blairo Maggi.

O ministro acredita que as exportações poderão ser regularizadas num prazo entre uma semana e 15 dias. Ainda assim, o prejuízo já ocorreu. No mínimo, os frigoríficos perderam de uma semana a 15 dias nos volumes de produção que haviam programado para este ano.

Maggi estimou durante a semana que as perdas com exportações de carne poderiam chegar a  1,5 bilhão de dólares, se a crise não for solucionada rapidamente.

Para tentar reverter a situação, o próprio ministro vem trabalhando com a Abiec e a ABPA em busca de estratégias. Uma delas, segundo o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli, seria uma missão brasileira aos países que suspenderam as compras da carne brasileira. “A primeira visita, que possivelmente contará com Maggi, seria à China (que ontem anunciou que retomará as importações, exceto dos 21 frigoríficos investigados na Carne Fraca), e depois Hong Kong e Argélia, “importante mercado para o Brasil e que vinha ampliando significativamente as compras desde janeiro”, disse Camardelli.

As vendas de carnes têm peso importante dentro da economia brasileira. No ano passado, responderam por 7,5% do total das exportações do país, com um impacto aproximado de 0,8% do PIB. Por isso, são grandes as preocupações de que essa crise se prolongue por mais tempo.

Fonte: VEJA