Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Raquel Lyra apresenta programa Juntos pela Segurança

O Governo de Pernambuco lançou, nesta segunda-feira (27), o novo programa de segurança pública, o “Juntos Pela Segurança”, que substitui o antigo “Pacto pela Vida”, um dos símbolos da administração do PSB.

O evento de lançamento aconteceu na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, no Grande Recife.

Estiveram presentes na cerimônia, a governadora Raquel Lyra (PSDB); a vice, Priscila Krause (Cidadania); o Secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho; deputados estaduais, de oposição e de situação e prefeitos de diversos municípios do estado de Pernambuco, como os de Jaboatão dos Guararapes, Ipojuca, Olinda e Caruaru, por exemplo. Dezenas de policias militares, civis, agentes penitenciários e bombeiros, também marcaram presença.

Em discurso, a governadora afirmou que o programa foi construído “por muitas mãos” e tem como pilar fundamental o respeito pela democracia e a capacidade de “buscar diálogo para uma construção coletiva”.

O programa foi apresentado após participação da sociedade civil, por meio de oficinas temáticas com especialistas e participação popular dos profissionais e da população em geral.

Governo e oposição presentes

Marcaram presença no lançamento, a deputada estadual Dani Portela (PSOL), líder da oposição na Alepe, e Débora Almeida (PSDB), a líder do governo na casa.

A deputada e delegada Gleide Ângelo (PSB), também esteve presente no evento da Secretaria de Defesa Social do Governo do Estado.  Ao fim da cerimônia, afirmou que sentiu falta de mais detalhes, no programa, no que diz respeito aos prazos para o cumprimento das metas.

Metas

O novo plano, que tem como objetivo a proteção da população do Estado — com recursos garantidos de mais de R$1 bilhão — é ancorado em alguns pilares principais, como: a redução das mortes violentas intencionais (MVI), a diminuição da violência contra a mulher (VCM), dos roubos e furtos de veículos (RFV), e de crimes contra o patrimônio (CVP). Todas com a mesma meta de redução de 30% até 2026. Também aparecem no programa metas para aumentar a efetividade do sistema prisional e a eficácia da ressocialização.

Como promessas, a criação de 7.950 novas vagas no sistema prisional do estado, com o objetivo de reduzir a superlotação dos presídios, e a de aumentar para 40% o percentual de presos trabalhando ou estudandando. Ambas com o prazo de serem realizadas até o fim do mandato.

A renovação da frota, a aquisição de ônibus para a 1ª Delegacia Móvel da Mulher, criação de nova Diretoria Integrada de Segurança no Agreste e a contratação dos 4.019 aprovados nos concursos da polícia, foram alguns dos outros compromissos firmados.

Fonte: Blog da Folha