Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Ponto de Vista: Conselho aos candidatos!

Quando fazemos uma retrospectiva do passado, das pessoas que fizeram parte da política brasileira, não muito longe, constatamos que houve um grande retrocesso.

Muitas pessoas de bem deixaram a política partidária e outras tantas que poderiam entrar pra política, se viram desmotivadas e até mesmo decepcionadas com o que veem todo dia.

São discussões de baixo nível entre àqueles que têm o dever de defender a causa comum mas se importam apenas com aquilo que lhe interessa; escândalos e mais escândalos sem que os envolvidos se preocupem com a repercussão negativa que lhe atinge; o político detentor de mandato trabalha diuturnamente visando assegurar na próxima eleição o seu mandato.

Vemos uma verdadeira quebra de braço entre os políticos da situação e oposição, paralisando o andamento das ações, com prejuízo incalculável para a economia, para os estudos em geral, obviamente, causando o atraso da máquina pública.

Vemos que a única saída está na consciência daqueles que, livremente, com independência, possam escolher os candidatos, os menos ruins.

E como se dar essa escolha, fazendo um estudo do comportamento de cada um que se apresenta para o pleito, eliminando de plano aqueles que não tenham projetos possíveis de acontecer; que propagam o singular “eu” ao invés de “nós”; que fazem da política um “negócio seu” e, sobretudo, àquele que não tenha a capacidade de diálogo, sem separatismo e sim visando avançar em tudo que propõe a boa política.

Precisamos, sem dúvida, abolir a prática do “é dando que se recebe”que tanto mal causa ao país.

Deixamos a política partidária mas não desistimos da discussão em prol do desenvolvimento da sociedade brasileira.

Por Alvinho Patriota

7 comentários sobre “Ponto de Vista: Conselho aos candidatos!

  1. Machado Freire

    Tudo o que foi dito pelo companheiro Alvinho Patriota e todos os que comentário o seu rico, atual e proveitoso comentário, deve servir como lição para os eleitores que vão escolher prefeito, vice e vereadores.
    O eleitor(ra) deve ter o mínimo de discernimento e independência, além de vergonha na cara,
    pra não votar em individuos que e fazem do mandato algo para se dar bem e o “resto que se lasque”.
    Comecem logo a não votar em quem está pretendendo colocar mais de um “eleito” na mesma família. Basta um.
    Votei nulo para prefeito duas vezes.
    E não me arrependi.
    Vamos acabar com essa conversa mole (pra tapiar os incautos) de Zebra e Leão e Sá e Sampaio.
    A sociedade é mesclada e a maioria que vota e paga impostos não deve a mínima satisfação a estas famílias que sempre se deram bem na política local.
    Veja o que Sá e Sampaio já fizeram pelo nosso município.
    Acorda, Salgueiro !!!

  2. Paizinha Patriota

    Sábias palavras Bastião! Concordo em gênero, número e grau.
    Não poderia ser diferente na escola que aprendo todos os dias, com os Professores Políticos Alvinho e Gonzaga Patriota.

  3. GONZAGA PATRIOTA

    MANO ALVINHO, CONCORDO PLENAMENTE COM O SEU PONTO DE VISTA. INFELIZMENTE, NAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES, OS ESPAÇOS OCUPADOS POR PESSOAS ELEITAS, ATRAVÉS DE VOTOS POPULARES, PERDERAM MUITAS BOAS E CUIDADOSAS PESSOAS E, RECEBERAM ELEMENTOS QUE NÃO OLHAS PARA QUEM PRECISA, E SIM, PARA SÍ PRÓPRIOS.
    DEUS VAI MUDAR ISTO E TRAZER DE VOLTA AOS ESPAÇOS POLÍTICOS, PESSOAS DE BEM.
    ABRAÇOS,
    GONZAGA PATRIOTA

  4. Armando Sobreira

    Sei que o seu ponto de vista tem um direcionamento local, mas, também faz uma leitura perfeita da política estadual e federal. Ou seja, infelizmente as discussões de “baixo nível” se transformaram numa regra no Brasil. É uma verdadeira quebra de braço pra decidir “quem é mais gentalha”. Pois, isso significa mais seguidores nas redes sociais, que adoram se alimentar de polêmicas e mentiras. E o mais grave, é que esse tipo de mal comportamento está contaminando também vários segmentos da nossa sociedade. Principalmente o ambiente familiar.
    Saudades de políticos como o Sr. Dr Alvinho. Onde as divergências aconteciam, mas, dentro de um sentimento respeitoso e consequentemente sem prejuízo a população.
    Parabéns pelo ponto de vista.

  5. Mozart Jr

    Concordo com tudo, gênero, número e grau .
    É fato que os interesses pessoais da grande maioria dos candidatos estão acima do interesse coletivo. E como o senhor mencionou essa quebra de braço entre adversários políticos durante um mandato de A ou B somente prejudica àqueles que precisam de uma política pública de desenvolvimento, de melhoria em todas as esferas que compete a administração dos recursos públicos. Se alguém tem alguma proposta interessante em pró da população, seus opositores políticos não aliam àquela proposta simplesmente para não dar margem positiva ao autor do projeto, pelo medo dele se reeleger.

    E fica nessa quebra de braço de uma lado e de outro e dificilmente unem forças em um interesse único, melhorias para a população.

  6. Marcelo Veras

    É por aí Alvinho o Brasil precisa urgentemente de mudanças na política, e no jeito de votar e apurar os votos, como estar não dá mais.