Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Polícia Federal ouve depoimento de mulher do capitão da PM

A polícia Federal ouviu o depoimento, na manhã desta quarta-feira (25), da mulher do capitão da Polícia Militar Marcos Vinícius dos Santos, que de vítima passou a ser acusado de participação no roubo de 61 armas da PM do Sertão de Pernambuco. O conteúdo, no entanto, ainda não foi divulgado.

A mãe de marcos, a professora Gemma Celeste, informou que não vai prestar depoimento enquanto as investigações não se intensificarem.

Na última segunda-feira (23), o capitão foi preso. A participação dele teria sido revelada após a quebra do sigilo telefônico de marcos e dos demais envolvidos no caso. Além disso, em depoimento, ele afirmou que tinha andado seis horas e meia na vegetação da Caatinga após ser solto pelo bando, mas nenhum arranhão foi encontrado em seu corpo.

Além dele, mais cinco pessoas também foram detidas, dentre elas, dois soldados da PM. Os outros acusados são Francisco Ivan Gomes de Barros e Ivanildo Gomes de Barros do 8° Batalhão em Salgueiro, o irmão do capitão, Carlos Henrique Barros dos Santos, e o casal kalinne de Queiroz Conceição Nunes e Eduardo Elias Galvão Dos Anjos. Há suspeitas em relação aos últimos três de envolvimento em lavagem de dinheiro.

Fonte: JC online

2 comentários sobre “Polícia Federal ouve depoimento de mulher do capitão da PM

  1. Patrícia

    Bem acredito que a polícia é bastante preparada p chegar a uma determinada conclusão de que tudo foi feito com bastante competência.Sinto muito pela fraquesa dos que se envolveram num crime como esse e a falta de experiência,pois ñ existe crime perfeito. Eles eram pessoas q tinham uma determinada admimiração das pessoas por serem exemplos de colocarem bandidos na cadeia.Mas o que fizeram?viraram a mesma coisa(bandidos tambem)porque ñ existe outro nome.A familia está passando por constrangimento e sofrendo bastante, é dificl ser mãe,esposa,filho,enfim é um momento bastante complicado,mas é o preço q se paga por andar errado(os acusados).Não tenho nada contra o capitão,nem os pm,nem ninguem,só que foram pessoas q fizeram mal a nossa sociedade e se existe justiça é isso tem que pagar pelos seus erros.Os seus familiares q me perdoem.

  2. Henrique

    Acho que agora não tem escapatória. A mãe do Cap fala que tudo isso é sem fundamento, que ninguém tem provas, ela esquece que para que se tenha o mandado de prisão de alguém é preciso passar por um juiz. A não ser que o juiz também tenha alguma coisa contra o oficial, coisa que não acredito. Se a PF agiu é pq tem provas.