Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Polícia divulga retrato-falado de acusado de roubar armas no Sertão

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Secretaria de Defesa Social divulgou, na tarde desta sexta-feira (16), o retrato-falado de um dos homens acusados de roubar 58 armas em cinco batalhões da Polícia Militar no Sertão do Estado. A imagem do bandido foi feita com base no depoimento do capitão Marcos Vinícius Barros dos Santos, que foi sequestrado e teve a família mantida como refém durante a ação.

O capitão esteve na Delegacia de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, para ajudar a fazer o retrato-falado. O militar conversou com uma perita que veio do Recife para descrever o único dos três bandidos que mostrou o rosto – os outros dois estariam encapuzados durante a ação criminosa.

Marcos Vinícius ajudou ainda na perícia do carro usado para recolher as armas e não quis gravar entrevistas. “Qualquer informação só com a Secretaria de Defesa Social. Está tudo sendo direcionado para lá”, explicou.

O delegado que está no comando das operações – Cláudio Castro, do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil – afirmou nesta sexta-feira (16) que deve fazer novas incursões na região na tentativa de localizar os fugitivos.

O coronel José Lopes, comandante da PM de Pernambuco, que estava em Salgueiro na manhã desta sexta-feira, disse que ainda tem esperança de recuperar as armas. Segundo ele, a PM está colaborando de forma ativa nas investigações do GOE. “Como existe um grupo e não apenas uma pessoa, esse trabalho compartilhado com certeza vai chegar a um denominador comum. Basta chegar a um que o restante o restante do grupo será encontrado em cadeia”, destacou.

As barreiras nas estradas estão mantidas, com o objetivo de encontrar qualquer pista que leve aos responsáveis pela ação criminosa. Policiais do Grupamento de Ações Táticas Itinerantes (Gati), estão mobilizados para tentar encontrar os bandidos e recuperar o armamento.

A AÇÃO

A ação foi considerada bastante ousada pela Secretaria de Defesa Social. O capitão Marcos Vinícius contou que foi sequestrado e teve a esposa e filha mantidas reféns enquanto foi obrigado a entregar aos bandidos pistolas, fuzis e metralhadoras de cinco batalhões da PM em Salgueiro e cidades próximas.O crime ocorreu na noite da terça-feira (13).

Fonte: pe360