Perito George Sanguinetti contesta apresentação de acusado de matar Beatriz pela SDS-PE: “Falta fundamentação técnica”

Bastante conhecido no Brasil por ter atuado em casos de repercussão nacional, como os assassinatos de PC Farias e Isabella Nardoni, o médico legista George Sanguinetti rebateu nesta sexta-feira, 14, a afirmação da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) de que chegou ao desfecho da morte da menina Beatriz. Em entrevista à rádio Jovem Rio FM, de Petrolina, ele disse categoricamente que o presidiário apontado pela SDS-PE não matou a menina em dezembro de 2015.

Segundo o Blog de Ricardo Nunes, Sanguinetti destacou que sua afirmação se baseia nos postulados da criminalística, que além das provas técnicas, exige garantia de uma “cadeia de custódia”. Essa cadeia é um conjunto de todos os procedimentos utilizados para fundamentar e documentar a história cronológica do vestígio (DNA) coletado no local do crime e no corpo da vítima.

“Essa história é uma estória com E, não é com H. Falta fundamentação técnica. Decorrido todo esse tempo, foi citado um DNA, um DNA que já foi dito que foi melhorado, e que pode não haver uma cadeia de custódia. Se fala numa vida pregressa do acusado, onde era um estuprador e não um homicida, e também não existe uma motivação”, disse, acrescentando que se trata de uma fantasia, sem argumento sólido, a versão de que a menina teria se assustado ao ver o criminoso e por isso foi morta.

O perito ainda falou que chegou a solicitar acesso às provas coletadas durante as investigações, mas não conseguiu. Por fim, disse que é estranho o caso ter um desfecho logo após os pais da menina caminharem mais de 700 km a pé, entre Petrolina e Recife, numa grande mobilização que repercutiu em todo o Brasil. “Aí aparece essa pessoa do interior do estado, estuprador, e confessa um homicídio, e confessa de uma maneira fantasiosa, que não convence a ninguém, a não ser com quem sua boa-fé deseja ser convencido. Eu gostaria de estar com os elementos técnicos que eu tenho frente aos senhores peritos que chegaram a essa conformação”, concluiu.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

3 comentários sobre “Perito George Sanguinetti contesta apresentação de acusado de matar Beatriz pela SDS-PE: “Falta fundamentação técnica”

  1. Nivaldo -Alagoas

    Mais uma peripécia deste charlatão oportunista que não é perito nem médico legista. Um verdadeiro falastrão que se oportuniza de situações para aparecer visando projeção. Deveria ter vergonha, pois quem o conhece sabe verdadeiramente que não tem escrúpulo nem moral para estar falando sobre o que não tem competência para tal. Sr. Charlatão, recolha-se a sua insignificância e deixe de estar querendo “aparecer” com o que não lhe compete.

  2. Sertão

    Às vezes, a pessoa julga o trabalho dos outros sem conhecer a capacidade profissional destes, e se acha o único capacitado em determinado segmento, ora quando se julga o trabalho dos outros sem acesso ao conteúdo trabalhado no mínimo está sendo inconsequente e/ou leviano, porque fica no campo do achismo, da suposição. E mais: se houver falhas no trabalho da polícia e da perícia, com certeza, o ministério público vai pedir novas diligências até estar convencido das circunstâncias e autoria para formalizar a denúncia. Então, paremos de achismo!

    1. Nivaldo -Alagoas

      Esta figura não é só leviana, é charlatão da pior espécie (não é perito nem médico legista) pois tira proveito de casos emblemáticos onde profissionais competentes realizam os seus trabalhos com perfeição e aí, aparece o “artista” para fazer esse tipo de comentário inconsequente. Para quem não o conhece, acha que é uma pessoa séria, ledo engano.