Engenheira Agrônoma de Parnamirim concorre ao Prêmio CNA Jovem 2021 com projeto sobre manejo do solo

Dois projetos de Pernambuco foram classificados para a final da 4ª edição do Prêmio CNA Jovem, realizado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Um deles foi desenvolvido por Elisângela de Freitas, 29 anos, natural de Parnamirim.

A parnamirinense, que é Engenheira Agrônoma e Técnica em Educação, criou o desafio “Manejo do solo e produção vegetal no Agreste do Estado de Pernambuco”, propondo a ampliação da produtividade por meio da conservação das terras agrícolas.

Para isso, pretende canalizar conhecimentos sobre a ciência do solo, tornando-os acessíveis aos produtores. Elisângela está em Brasília, representando Pernambuco com Jonathan da Silva, de Recife, autor do projeto “Ociosidade de terras em pequenas propriedades rurais no interior do Estado”.

O Prêmio CNA Jovem conta com a participação de 80 jovens de todo o Brasil, com idades entre 22 a 30 anos. Eles foram divididos em cinco equipes ligadas a cinco áreas: sindical, institucional, empresarial, educacional e política. O grupo que liderar a proposta mais importante será premiado.

Da redação do Blog Alvinho Patriota