Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Diniz anuncia convocados para jogos da Seleção Brasileira contra Colômbia e Argentina; veja

Depois de se consagrar campeão da Libertadores pelo Fluminense, o técnico Fernando Diniz já reassumiu o papel de treinador da Seleção Brasileira. Nesta segunda-feira (6/11), Diniz divulgou a lista dos atletas convocados para as partidas contra Colômbia e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Os jogos serão disputados nos dias 16 e 21 de novembro, respectivamente.

Entre as principais novidades está o nome do atacante Endrick, do Palmeiras, de apenas 17 anos. Outra novidade na lista foi a presença de Paulinho, do Atlético-MG.

Entre os desfalques, a principal ausência na lista desta segunda foi a de Neymar. O atacante do Al-Hilal passou por cirurgia e se recupera de uma lesão no ligamento cruzado anterior e no menisco do joelho esquerdo. Ele se lesionou durante a partida entre Brasil e Uruguai, na última rodada das Eliminatórias. O lateral Danilo, da Juventus, e Gabriel Jesus, do Arsenal, também ficaram de fora por questões físicas.

Confira a lista de convocados:

Goleiros:  Alisson – Liverpool, Ederson – Manchester City e Lucas Perri – Botafogo.

Laterais: Emerson – Tottenham, Carlos Augusto – Inter de Milão e Renan Lodi – Olympique de Marselha.

Zagueiros: Bremer – Juventus, Gabriel Magalhães – Arsenal, Marquinhos – Paris Saint-Germain e Nino – Fluminense,

Meias: André – Fluminense, Bruno Guimarães – Newcastle, Douglas Luiz – Aston Villa, Joelinton – Newcastle, Raphael Veiga – Palmeiras e Rodrygo – Real Madrid.

Atacantes: Endrick – Palmeiras, Gabriel Martinelli – Arsenal, João Pedro – Brighton, Paulinho – Atlético-MG, Pepê – Porto, Raphinha – Barcelona e Vinicius Júnior – Real Madrid.

O Brasil vai enfrentar a Colômbia, na cidade de Barranquilla, às 21h do dia 16 de novembro. Já o duelo contra a Argentina acontecerá no Maracanã, no dia 21 de novembro, às 21h30. Este será o primeiro encontro entre brasileiros e argentinos desde a partida que acabou sendo suspensa pela Anvisa, por conta da presença de jogadores argentinos que não tinham respeitado o protocolo sanitário estabelecido.

Fonte: Metrópoles