Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Corpo encontrado no AM é de artista venezuelana que viajava de bicicleta pelo Brasil, diz polícia

O corpo encontrado na sexta-feira (5) em uma área de mata em Presidente Figueiredo, no interior do Amazonas, é de Julieta Hernández, artista e cicloviajante da Venezuela, que desapareceu enquanto pedalava pelo estado, em dezembro de 2023. A informação foi confirmada ao g1 pelo delegado da 37º Delegacia de Polícia, Valdinei Silva.

Na noite deste sábado (6), o Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC) informou que identificação foi realizada por meio do procedimento de necropapiloscopia, realizado em conjunto por peritos do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Identificação do Amazonas.

Segundo amigos da vítima, Julieta estava no Brasil há 8 anos. Vivendo como nômade, ela pedalava por diversos estados do país fazendo apresentações circenses.

Um homem e uma mulher, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos pela Polícia Civil, suspeitos de envolvimento no crime.

O corpo de Julieta e partes da bicicleta que ela utilizava foram encontrados nas proximidades de um refúgio onde a artista estava hospedada.

O delegado Valdinei Silva contou que os suspeitos confessaram o crime e que, inicialmente, eles devem responder por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Na delegacia, os dois presos deram versões diferentes sobre o crime. A mulher confessou que matou a venezuelana, após uma crise de ciúmes. Isso, porque ela presenciou o companheiro estuprando a vítima depois de roubar os pertences dela.

Já o homem contou uma versão diferente para a polícia. De acordo com ele, a venezuelana e ele usavam drogas, quando a companheira ficou com ciúme, jogou álcool nos dois e ateou fogo.

A assessoria da Polícia Civil informou que uma coletiva de imprensa será realizada na segunda-feira (9) para informar outros detalhes sobre a investigação do caso.

Desaparecimento

Ao g1, a amiga da artista, Ana Melo, contou que ela estava no Brasil desde 2015 e fazia parte grupo de artistas e cicloviajantes “Pé Vermêi”. Enquanto pedalam pelo país, os membros do grupo costumam informar os demais sobre onde estão, antes de ficarem sem sinal de telefone e internet.

Entre os dias 22 e 23 de dezembro, Julieta disse que passava por Presidente Figueiredo, no interior do Amazonas, a caminho de seu país de origem e desapareceu.

Essa foi a última vez que Ana Melo e o grupo “Pé Vermêi” tiveram informações sobre Julieta. Desde então, eles viviam momentos de apreensão sem notícias dela.

Fonte: G1