Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Classificação para a Copa ‘une’ Zelaya e governo golpista

Depois de várias semanas de tensão pela crise governamental no país, Honduras esqueceu as disputas políticas para celebrar a classificação do país para a Copa do Mundo de 2010.

O presidente interino, Roberto Micheletti, em declaração à rádio HRN, disse que “diante de tanta alegria, amanhã (quinta-feira) é feriado escolar nacional”. Antes da declaração, o governo golpista havia dito que ainda não havia entrado em acordo com Manuel Zelaya, que está refugiado na embaixada brasileira em Tegucigalpa, capital do país.

O presidente deposto, Manuel Zelaya, comemorou na garagem da embaixada brasileira, onde está refugiado desde setembro.

Honduras explodiu em alegria após uma classificação sofrida para a Copa, em uma combinação de resultados que saiu apenas nos acréscimos da partida entre Estados Unidos e Costa Rica. A vitória de 1 a 0 contra El Salvador e o segundo gol dos EUA, nos últimos segundos, que empatou a partida por 2 a 2 contra a Costa Rica, do técnico brasileiro Renê Simões, deram a classificação direta à Honduras pelo terceiro lugar na Concacaf.

Nas principais cidades do país a população foi às ruas para festejar, com carreatas, foguetes, bandeiras e gritos de guerra exaltando o futebol hondurenho. 

O colombiano Reinaldo Rueda, técnico de Honduras, espera que a classificação leve a paz ao país, que vive uma crise política desde o golpe de Estado contra Manuel Zelaya, em 28 de junho.

“Tudo é pela paz de Honduras. É o melhor prêmio para agradecer o carinho do povo com a seleção”, disse Rueda.

Rueda, expulso de campo aos 34 minutos de partida, disse que foi ao vestiário e rezou por um “milagre” em Washington.

Fonte: Portal R7