Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Cerco fechado aos bandidos que sequestraram PM e roubaram arsenal

As buscas pelos criminosos que roubaram um arsenal da Polícia Militar pernambucana mobilizam forças policiais de cinco Estados. A ideia é criar um cerco aos bandidos responsáveis pela ação, tanto por terra quanto por ar, já que helicópteros também estão sendo utilizados nas diversas operações. As polícias do Piauí, Paraíba, Bahia e Rio Grande do Norte também atuam na caçada aos criminosos. Pernambuco mobilizou boa parte dos grupos especializados. Participam da ação o Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE), a Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe), a Companhia Independente de Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga (Ciosac) e o Grupamento Tático Aéreo (GTA).

A SDS não informa o número de policiais envolvidos nas investigações e operações de busca dos ladrões das armas por considerar que se trata de uma informação estratégica. A secretaria também se recusa a informar se já há suspeitos do crime. “Se temos algum trunfo, não podemos revelar”, afirmou o secretário-executivo de Defesa Social, Cláudio Lima.

Segundo ele, ainda não é possível traçar o perfil dos criminosos e por qual motivo roubaram as armas. Cláudio Lima não comentou a versão de que o bando pretendia usar o arsenal para libertar detentos perigosos no Presídio de Salgueiro.

DIVISAS – A caça aos criminosos conta também com a presença de agentes da Delegacia da Polícia Federal (PF) de Salgueiro. O órgão possui uma vantagem em relação às polícias estaduais, já que não tem limitação para atravessar as divisas dos Estados. “Como há armas de uso restrito entre as roubadas, ajudaremos no caso”, afirmou o assessor de comunicação social da PF, Giovani Santoro.

O porta-voz da PF manteve o mesmo tom da cúpula da SDS e afirmou que não seriam dadas mais informações para não prejudicar o andamento das investigações.

Informalmente, policiais que atuam no caso acreditam que os criminosos podem estar longe, já em outros Estados. Por essa versão, o grupo teria saído de Pernambuco pela divisa com a Bahia. Daí em diante, o bando pode ter se dividido para dificultar as buscas e diminuir as possibilidades de que o grupo seja preso de uma só vez em algum bloqueio.

Nos próximos dias, várias blitzes devem ser montadas em várias rodovias e até nas ruas das cidades da região de Salgueiro. A chegada do presidente Lula ao Sertão, com sua comitiva, só ajudará no aumento do efetivo policial na área.

POLÍGONO – O secretário Cláudio Lima afirmou que o crime que aconteceu é atípico na região que, segundo ele, tem registrado significativa diminuição da violência. “Aquela é uma área onde não está ocorrendo aumento nos índices criminais”, disse o secretário.

A região onde aconteceu o crime foi apelidada como Polígono da Maconha, por causa das grandes plantações que cercam as cidades de Salgueiro, Cabrobó, Belém do São Francisco e outros municípios próximos.

A intensidade das ações policiais na área, no entanto, tem ajudado a diminuir o número de plantações. Acuados com essas operações, criminosos migraram para outras atividades criminosas, principalmente assaltos, que exigem mais armamentos que o tráfico de drogas.

Os alvos preferenciais dessas quadrilhas de assaltantes têm sido as agências dos Correios. De acordo com informações da PF, foram contabilizadas 17 investidas contra agências do tipo este ano.

Fonte: JC online

2 comentários sobre “Cerco fechado aos bandidos que sequestraram PM e roubaram arsenal

  1. fátima sá carneiro

    Porque as blitz não são realizadas imediatamente, evitaria que saissem pra outras localidades causando mais danos ao nosso país ,estados e cidades,nos prejudicando
    de um modo geral.

  2. Alvinho Patriota

    Discordo que Salgueiro esteja dentre os lugares de plantações de maconha, basta verificar as estatísticas policiais. O certo é que Salgueiro se constitui na principal cidade do sertão central, por causa da sua posição geográfica estratégica, onde passa todo fluxo para qualquer parte do país. Salgueiro é, sem dúvida, a Encruzilhada do Progresso.