Vida FM Asa Branca Salgueiro FM Salgueiro FM

Bolsa Família completa 20 anos, inclui benefício a nutrizes e chega a 1,6 milhão de famílias pernambucanas em outubro

Com 1,6 milhão de famílias contempladas, Pernambuco é o segundo estado da Região Nordeste com o maior número de beneficiários do Bolsa Família em outubro, atrás apenas da Bahia. A unidade da Federação registra transferência de recursos por parte do Governo Federal de R$ 1,1 bilhão neste mês.

O valor médio do benefício é de R$ 676,81 e os recursos chegarão a lares de todos os 185 municípios pernambucanos. Os pagamentos têm início nesta quarta-feira, 18 de outubro, e prosseguem de forma escalonada até o dia 31, tendo por base o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário.

A capital Recife é o município com maior número de famílias contempladas: 150.132. Na sequência, aparecem Jaboatão dos Guararapes (103.346), Olinda (63.148), Petrolina (52.018) e Caruaru (51.002).

Já Toritama detém o maior valor médio de benefício entre os municípios pernambucanos, com R$ 713,49. Ele é seguido por Terezinha (R$ 712,79) e Ipubi (R$ 712,67).

O Benefício Primeira Infância, que prevê um adicional de R$ 150 a crianças de zero a seis anos, chega a 613,5 mil pessoas de Pernambuco em outubro a partir de um investimento de R$ 89 milhões. Já o Benefício Variável Familiar (BVF), um adicional de R$ 50 para gestantes e crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, alcança 1,1 milhão de pessoas no estado, com um aporte de R$ 52,8 milhões.

NUTRIZES – Em todo o país, 21,45 milhões de famílias serão contempladas com o Bolsa Família nos 5.570 municípios brasileiros. O valor médio do benefício pago em todo o país é de R$ 688,97 e supera em 0,30% o de setembro (R$ 686,89).

20 ANOS DO PROGRAMA – Outubro de 2023 é marcante para o Bolsa Família, já que o programa completa 20 anos neste mês. O número de beneficiários manteve-se praticamente o mesmo do mês passado, quando 21,47 milhões de famílias foram assistidas pelo programa. O valor a ser transferido em outubro supera os R$ 14,58 bilhões repassados em setembro e chega a R$ 14,67 bilhões, um aumento de 0,61%..