Ponto de Vista: O papel de informar, não polemizar!

alvinhopatriotaQuando criamos este instrumento de comunicação em fevereiro de 2009 (Por que a ideia de criar um blog?), estávamos na condição de vereador de Salgueiro, pensando numa forma de prestar contas à população dos nossos trabalhos, como homem público.

A partir de 2013 não mais exercemos mandato eletivo, mesmo assim continuamos com o Blog que por sinal tem tido um número significativo de acessos, graças a sua linha de atuação imparcial e, sem dúvidas, ao trabalho do nosso administrador Chico Gomes, carinhosamente chamado de “Chicão”, embora sendo o mesmo franzino.

Não é fácil agradar a todo mundo, sabemos, mas é preciso que alguns leitores se comportem com ética e respeito aos demais, agindo sempre com alto nível, concordando ou discordando das matérias e não, algumas vezes, com palavras impensadas que atingem o nível das discussões.

Obrigado pela atenção.

Escrito por Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Ponto de Vista: O papel de informar, não polemizar!

  1. Jornalista Machado Freire

    Podemos ser duros nas críticas, claro, porque não somos feitos de isopor. Mas não devemos baixar o nível e nos nivelar a uma minoria inconsequente, que não consegue perquerir (ou imaginar) de forma serena, como “conduzir” suas palavras.

    Existem aqueles que inveredam no caminho da emoção braba e inconsequente e atiram para todos os lados, como aqueles que acham que uma ‘cusparada” na cara do adversário conta com o apoio da maioria.

    Mas, na verdade, os que costumam atuar como “agentes do bem”, em defesa da maioria, trilham por caminhos mais serenos na busca de um objetivo comum: “trates bem, não cates a quem”.

    E, dessa forma, o bonde tem como chegar ao seu destino sem descarrilhar nem atropelar ninguém.

    O bom mesmo é olhar para os lados, respirar fundo e observar que somos apenas um no meio da multidão, mas que com serenidade e parcimônia, teremos como tirar os argueiro das vistas de muita gente.

    E contribuir para que tenhamos uma Nação que possa conviver de foram decente e harmoniosa, serena, respeitosa e humana.

    Se nada for possÍvel, em vez de uma cusparada na cara do outro, vire a face, seguindo o exemplo do homem que deveria continuar sendo um EXEMPLO PARA O MUNDO: Jesus Cristo !