Vida FM Salgueiro FM

Saída de Cuba do Programa Mais Médicos afeta quatro Unidades Básicas de Saúde de Salgueiro

A decisão do governo de Cuba de abandonar o Programa Mais Médicos, por causa de “declarações ameaçadoras e depreciativas” do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), deixará quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Salgueiro sem atendimento médico, temporariamente.

De acordo com dados do programa, obtidos pelo Blog Alvinho Patriota, atualmente estão no município os médicos intercambistas Osmani Ramon, que atende na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Imperador; Dayamis Rodriguez, da UBS Maria Panta, localizada no Prado; Elaine Sarais, responsável pelo atendimento da UBS do Planalto; e Tania Martinez, médica da UBS do Santa Margarida.

Com o rompimento da parceria entre Cuba e Brasil, os salgueirenses que residem nos quatro bairros citados terão de esperar o Ministério da Saúde lançar um novo edital para contratar os substitutos dos profissionais cubanos que irão deixar o país.

O problema cairá nas ‘costas’ da prefeitura, que deverá abrir processo seletivo para suprir as vagas. Caso contrário, os cidadãos ficarão sem atendimento por várias semanas.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Saída de Cuba do Programa Mais Médicos afeta quatro Unidades Básicas de Saúde de Salgueiro