Presídio de Petrolina é autuado por despejar esgoto sem tratamento no Rio São Francisco

O Presídio Doutor Edvaldo Gomes, localizado em Petrolina, foi multado por despejar esgoto sem nenhum tipo de tratamento nas águas do Rio São Francisco. Referente aos danos ambientais provocados em 15 anos de funcionamento da penitenciária, a multa aplicada soma a quantia de R$ 28.480.000. A unidade prisional recebeu prazo de 10 dias para recorrer.

Fiscais da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) encontraram no local cinco vezes mais baronesas do que havia na Orla I, antes do projeto de revitalização Orla Nossa. Segundo a Prefeitura de Petrolina, o presídio possui fossas sépticas que recebem todos os dejetos da instituição e lançam no rio sem tratamento.

O diretor-presidente da AMMA, Rafael Oliveira, disse que já havia solicitado aos responsáveis a documentação de funcionamento. “Antes de aplicarmos a multa, a AMMA, notificou a Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes, em 30 de maio deste ano, para que apresentasse esclarecimento sobre os efluentes lançados, bem como as licenças de operação e instalação, porém não obtivemos resposta. Voltamos ao local e foi percebido que a situação permaneceu a mesma, não restando outra saída que não a aplicação da penalidade”, explicou.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *