Prefeito de Petrolina reafirma compromisso de tirar Compesa do município

Nessa sexta-feira, 2, durante evento de campanha política, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), reafirmou seu projeto de tirar a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) do município. Ele está na expectativa do início da licitação de uma nova empresa para fazer o tratamento de água e esgoto do município.

Miguel disse que em até 45 dias a prefeitura ajustará a licitação para atender todas as recomendações do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). “Quem esperou décadas, pode esperar mais alguns dias. Desde o início, seguimos todas as orientações do TCE e estudos técnicos da Fundação Getúlio Vargas. Portanto, a Compesa tem prazo para sair e uma nova história ser iniciada em Petrolina”, assegurou.

Com respaldo na lei do novo marco legal do saneamento básico, sancionada por Bolsonaro, a Prefeitura de Petrolina tem como meta universalizar o saneamento no município, com investimentos previstos acima de R$ 900 milhões. “Queremos tirar a Compesa para o trabalho chegar em todos os bairros de Petrolina”, disse Miguel.

Da redação do Blog Alvinho Patriota