Polícia Militar apreende facão e facas peixeiras na noite da 2ª prévia carnavalesca de Salgueiro

A Polícia Militar reforçou a segurança dos foliões salgueirenses e visitantes na noite desse domingo, 9, na 2ª prévia do Carnaval de Salgueiro organizada pela prefeitura. Ao menos quatro indivíduos mal-intencionados foram flagrados portando facão e facas nas ruas Major Antonio Rufino e Joaquim Sampaio.

De acordo com o 8ᵒ BPM, a primeira apreensão aconteceu por volta das 21h50 na Rua Major Antonio Rufino. Um rapaz de 23 anos, morador do Residencial Santo Antônio, foi flagrado com um facão entre os foliões.

Poucos minutos depois, às 22h30, os PMs saíam da delegacia quando flagraram um homem de 30 anos com uma faca peixeira na cintura. Questionado sobre a arma, disse que usava nos eventos pré-carnavalescos.

Logo em seguida o policiamento foi acionado por populares, apontando um indivíduo que estava com faca na cintura, na mesma rua. O jovem de 24 anos ainda tentou se desfazer da arma jogando-a no canteiro de uma praça, mas os policiais perceberam.

Já por volta das 23h10, os PMs fizeram a quarta apreensão de arma branca da noite, no Polo Bomba. Um indivíduo de 24 anos, também residente no Santo Antônio, jogou uma faca no chão ao ser abordado pelo policiamento e acabou detido.

Os quatro foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Salgueiro, onde assinaram TCOs (Termos Circunstanciados de Ocorrência) por porte de arma branca.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Polícia Militar apreende facão e facas peixeiras na noite da 2ª prévia carnavalesca de Salgueiro

  1. Alice Freitas

    Acho desnecessário essas festas, carnaval, prévia de carnaval. Está comprovado que só dá isso, furto, brigas, etc. Poderiam pegar o dinheiro investido e usar com alguma coisa mais importante. Vemos em Salgueiro o grande número de adolescentes que não querem nada com a vida, que usam drogas, roubam. Acho essas festas com essas músicas com letras horríveis uma insinuação para esse jovens e até adultos fazerem coisas erradas. Pessoas ou políticos que apoiam isso não merecem credibilidade. Isso tem que ser mudado. Eu, não coloco nem os pés na rua durante esse período. Infelizmente não é seguro, infelizmente.