Plantão Covif-19: Lista dos serviços essenciais conforme Decreto Presidencial

MPT pede que justiça resgate 114 trabalhadores em situação análoga a de escravos em Ipubi

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco ingressou com uma ação civil pública nessa quarta-feira, 29, pedindo que a justiça resgate 114 trabalhadores em situação análoga a de escravos em casas de farinha do distrito de Serrolândia, em Ipubi. Feito em caráter liminar, o pedido é contra a União e três empregadores. Medida decorre de uma fiscalização feita na semana passada pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel.

De acordo com o procurador do Trabalho, vice-coordenador da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (Conaete) do MPT, Ulisses Carvalho, foram fiscalizadas diversas casas de farinha localizadas em Serrolândia e na grande maioria “o cenário encontrado era absolutamente estarrecedor”. Em três a situação foi mais séria, com condições degradantes de trabalho, sem qualquer respeito aos direitos fundamentais dos trabalhadores.

O MPT solicita que a justiça determine o resgate dos trabalhadores, por meio de auditores fiscais, acompanhados pela Assistência Social do município. Cada trabalhador deve receber três parcelas do seguro-desemprego e ser encaminhado ao sistema de qualificação profissional, para posterior recolocação no mercado de trabalho.

Da redação do Blog Alvinho Patriota