Vida FM Salgueiro FM

CNMP nega recurso e mantém processo contra Deltan por críticas ao STF

O CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) rejeitou na manhã de hoje um recurso do procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no MPF (Ministério Público Federal) em Curitiba, contra a abertura de um processo disciplinar pelo conselho.

O processo foi aberto em abril pelo CNMP, após pedido do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli. Esse caso se refere à entrevista a uma rádio na qual Deltan afirmou que alguns ministros do STF “mandam uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”.

O recurso de Deltan, que foi rejeitado, questionava a abertura de um PAD (Processo Administrativo Disciplinar) pelo CNMP para apurar o caso.

Com a decisão de hoje, o processo continua tramitando no conselho.

Também durante a sessão de hoje, os conselheiros Leonardo Accioly da Silva e Erick Venâncio Lima do Nascimento, indicados pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), pediram para que seja revisada pelo CNMP a decisão do corregedor Orlando Rochadel Moreira que arquivou representação contra Deltan e procuradores da Lava Jato baseada nos diálogos revelados por reportagens do site The Intercept Brasil.

As conversas provocaram críticas sobre a legalidade da colaboração entre os procuradores e o então juiz Sergio Moro, que era responsável pelos processos da Lava Jato na 13ª Vara Federal de Curitiba.

O pedido dos conselheiros vai tramitar como um novo processo no CNMP, que será distribuído a um relator ainda a ser escolhido e, posteriormente, deverá ser votado no plenário do conselho.

Fonte: UOL