Vida FM Salgueiro FM

PT pede inelegibilidade de Bolsonaro e quebra de sigilo de empresas

O Partido dos Trabalhadores apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral, nesta quinta-feira 18, ação pedindo quebra de sigilos de empresas citadas na reportagem da Folha de S.Paulo que estariam envolvidas em um esquema irregular de financiamento da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) contra Fernando Haddad.

A ação, em caráter liminar, pede a inelegibilidade de Bolsonaro pelos próximos oito anos. Também solicita que o TSE exija um plano de contingência do WhatsApp para barrar as fake news que estão sendo repassas em massa contra o candidato petista.

No documento, o PT requere a quebra sigilo bancário, telefônico e telemático de Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, e das empresas Quick Mobile Desenvolvimento e Serviços Ltda., Yacows Desenvolvimento de Software Ltda., Croc Services Soluções de Informática Ltda. e a SMSMarket Soluções Inteligentes Ltda.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo de ontem afirma que empresas apoiadoras do ex-militar utilizaram bases de dados para disparar mensagens contra a candidatura do petista via WhatsApp. A prática é ilegal, pois se trata de doação de campanha por empresas, vedada pela legislação eleitoral, além de não ter sido declarada em sua prestação de contas. Uma grande operação estaria sendo preparada para a semana a próxima semana, véspera do segundo turno.

Fonte: VEJA