Salgueiro entra no 4ᵒ mês do ano sem merenda escolar para estudantes da Rede Municipal de Ensino

Quase dois meses após o início das aulas nas escolas municipais de Salgueiro, alunos da Rede Municipal de Ensino ainda não receberam um grão de arroz da merenda escolar que lhes é de direito. Desde o dia 18 de fevereiro as aulas estão ocorrendo de forma remota e nenhum ‘Kit Merenda’ foi distribuído pelo governo municipal.

Durante live na última sexta-feira, 9, sobre os 100 primeiros dias da atual gestão, o secretário municipal de Educação, Marcelo Sá, alegou dificuldades para a compra dos alimentos. “Temos percalços e o primeiro deles é conseguir que os fornecedores nos tragam os preços dos produtos quando a gente faz as cotações e foi uma dificuldade muito grande acessar os fornecedores e que eles fornecessem os preços”, disse.

Ele afirmou que os fornecedores que acessaram os maiores valores são de fora de Salgueiro e isso é ruim para a economia. “A gente precisa que os recursos circulem na cidade, circulem no município. A gente está tratando de fazer uma negociação, conversar, nos aproximar dos supermercados, dos vendedores, dos fornecedores para ver o que podemos fazer para que esses recursos fiquem circulando aqui”, declarou, garantindo que os ‘Kits Merenda’ já estão sendo montados, mas sem divulgar uma data específica para o início da distribuição.

Vale lembrar que muitos estudantes da Rede Municipal de Ensino vão para a escola com o desejo de fazer uma refeição, algumas vezes a única do dia. Sem aulas presenciais, os governos devem destinar essa alimentação para as casas dessas crianças. A alimentação escolar é garantida pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A Lei Federal 13.987/2020 autoriza, em caráter excepcional, a distribuição dos gêneros alimentícios aos pais ou responsáveis dos estudantes da educação básica, fora do contexto escolar.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

   

3 comentários sobre “Salgueiro entra no 4ᵒ mês do ano sem merenda escolar para estudantes da Rede Municipal de Ensino

  1. Ubaldo Bizerra dos Santos

    100 dias é muito tempo, todo comerciante quer vender seus produtos, e porquê tanta demora? precisamos de agilidade e eficiência, por farvor prefeito Marcondes, interfira nesse problema, cobre mais responsabilidade de seu secretariado para não sujar a imagem decente das administrações do PSB de Salgueiro na área da Educação.

  2. Francisco

    Deixa ver se entendi.Trm q ser da cidade para participar do processo,é isso?Em que lei tá escrito isso,estranho,muito estranho.Enquanto isso as criancinhas ficam sem comer.Que coisa heim?Que dizem os órgãos fiscalizadores?

  3. Carla

    Isso era pra revertido numa quantia em dinheiro pq na merenda escolar tem mistura no kit num vem nenhum uma sardinha