Presidente do Diretório dos Estudantes da Univasf reforça apelo para que prefeito de Salgueiro prorrogue prazo de doação de terreno no Centro

No decorrer da Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Salgueiro nessa quarta-feira, 15, o presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Bruno de Melo, endossou a campanha de estudantes da instituição em Salgueiro para que as instalações físicas do campus sejam construídas no terreno da antiga estação ferroviária, no Centro. O primeiro prazo de doação esgotou e é preciso que o prefeito envie um novo projeto à câmara para renovar, mas o atual gestor resiste à proposta de edificação do campus na antiga estação.

Bruno destacou que foi proposto aos estudantes a construção do campus em um terreno afastado da zona urbana, depois do IFSertãoPE, mas eles preferem o do projeto original. “Foi proposto um terreno mais afastado, que é muito ruim, lá depois do IF e os estudantes de Salgueiro que são da Univasf não gostariam de ter que ir para esse local. Preferem ficar onde está proposto, que é esse terreno no Centro, e a gente precisa da sensibilidade dos senhores para aprovar o alargamento desse prazo [de doação do terreno]”, pediu.

O líder do movimento estudantil da universidade afirmou que conversará com o prefeito nesta quinta-feira, 16, com objetivo de fortalecer essa demanda. “Agora para a gente se estabelecer em Salgueiro precisamos do nosso terreno, do nosso terreno no Centro. Infelizmente o prazo já se esgotou para iniciar a obra, mas pedimos muito [a renovação da doação do terreno]. Vamos amanhã na prefeitura pedir que o prefeito escute esse nosso apelo, escute o apelo dos estudantes da Univasf de Salgueiro, que querem o que a Univasf seja construída nesse terreno no Centro, que é mais acessível”, afirmou.

Ele ainda falou sobre as dificuldades financeiras enfrentadas pelas instituições de ensino no País, devido ao baixo investimento. “O Brasil infelizmente investe muito pouco em educação, embora tenha avançado nos últimos anos, mas ainda é muito pouco. Para vocês terem uma ideia, no orçamento federal apenas 2,49% vai para a educação. Eu não acredito que a educação brasileira só merece 2% de importância”, reclamou.

Ainda de acordo com Bruno, quase 80% dos alunos da Univasf são de baixa renda, das classes C, D e E, percentual que a 90% considerando todas as instituições de ensino superior federais do Nordeste. Por isso a importância de mais investimentos na educação. Os dados foram expostos para justificar porque a Univasf não iniciou a obra de construção do campus nos últimos três anos. Com a prorrogação do prazo, o presidente do DCE espera que o projeto saia do papel.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

3 comentários sobre “Presidente do Diretório dos Estudantes da Univasf reforça apelo para que prefeito de Salgueiro prorrogue prazo de doação de terreno no Centro

  1. Leitor do blog

    O prefeito está correto! A instalações desse campus tem que ficar localizado próximo a UPE e IF, formando assim uma cidade universitária.

    1. DAMIÃO: ASSIDUOLEITOR DESTE BLOG

      A ATITUDE MAIS CORRETA É A DO PREFEITO, POIS UM CAMPUS DEVERIA E DEVERÁ ESTAR PRÓXIMO AS ENTIDADES EDUCACIONAIS E NÃO COMERCIAIS.

      ORA: NAS DECADAS DE 60 A 8 E ATÉ MESMO 90, NÃO SÓ EU COMO A GRANDE MAIORIA DOS ESTUDANTES NORDESTINOS NÃO TINHAMOS OPÇÕES PARA PODERMOS FREQUENTAR AS ESCOLAS DE (2º) SEGUNDO GRAU OU SEJA O ANTIGO CURSO CIENTIFICO E ATÉ MESMO O ENSINO SUPERIOR, A NÃO SER, TERMOS QUE NOS DESLOCAR PARA A CAPITAL PERNAMBUCANA, ÉPOCA ESSA QUE EXISTIAM: A CASA DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS (CEU) LOCALIZADA NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO, CASA DOS ESTUDANTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO, ESTA TAMBÉM SITUADA NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE REDERAL RURAL DE PERNAMBUCO (PROXIMIDADE DO HORTO DE DOIS IRMÃOS OU JARDIM ZOOLÓGICO DE PERNAMBUCO), CASA DA ESTUDANTE UNIVERSITÁRIA QUE ESTAVA SITUADA NA AVENIDA PORTUGA, SITUADA NO BAIRRO DO DERBY (TAMBÉM BASTANTE DISTANTES DAS FACULDADES), CASA DOS ESTUDANTES DE PERNAMBUCO (CEPE), LOCALIZADA NO BAIRRO DO DERBY, CASA DO ESTUDANTE DO NORDESTE TAMBÉM LOCALIZADA POR TRAS DO QUARTEL DA POLÍCIA MILITAR DE NOSSO ESTADO, TAMBÉM NO BAIRRO DO DERBY, CUJAS VAGAS IXISTENTES NESTAS CASAS ERAM INSUFICIENTES E MUITO PARA ATENDER AS NECESSIDADES DE QUEM PRECISASSE FREQUENTAR AS ESCOLAS PÚBLICAS E FACULDADES EM NOSSA CAPITAL, NÓS NÃO TINHAMOS O DIREITO DE ESCOLHER QUAIS DELAS PODERIAMOS NOS TORNAR HOSPEDES TEMPORÁRIOS; QUEM TEVE QUE ESTUDAR EM NOSSA CAPITAL SABEM MUITO BEM DAS DIFICULDADES ENFRENTADAS, MUITOS DE NÓS TINHAMOS QUE NOS APADRINAR DE ALGUM DEPUTADO ESTADUAL OU FEDERAL, ERAM OS POLÍTICOS QUE DITAVAM AS ÓRDENS!?