Moradores da região de Conceição das Crioulas reclamam de baixa oferta de água por caminhão-pipa

Os moradores do Assentamento José Luiz de Barros, na região de Conceição das Crioulas, zona rural de Salgueiro, estão precisando fazer ‘das tripas coração’ para se virar com abastecimento de três caminhões-pipa por mês. O último de outubro abasteceu a comunidade nessa segunda-feira, 18. Indignado, um cidadão da localidade gravou um vídeo reclamando que a oferta de água não supre as necessidades das famílias da localidade.

“A gente tem uma comunidade aqui de 56 famílias, 180 pessoas, entre crianças, adultos e idosos, e não dá assistência essa quantidade de água. Para vocês terem uma ideia, esse é o último pipa do mês, colocado agora de 11h do dia, daqui para 4h da tarde não tem mais nada. Então a nossa necessidade aqui é grande”, afirma o cidadão em vídeo divulgado nas redes sociais.

A população pede uma maior atenção das autoridades públicas de Salgueiro para que façam uma avaliação da demanda da comunidade e aumentem a quantidade mensal de remessas de água. “Infelizmente estamos numa situação de calamidade. A situação aqui é muito precária, muito séria e venho aqui, com apoio de toda a comunidade, pedir que vejam a situação da gente e o que podem fazer por nós”, completa.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

5 comentários sobre “Moradores da região de Conceição das Crioulas reclamam de baixa oferta de água por caminhão-pipa

  1. Paulo David dos Santos

    Caro Sr D Alves, esse problema existe a muito tempo e nada tem haver com a COMPESA, pois a água vem pelo Exercito e é pego diretamente no Rio São Francisco,o Maior Problema está em a Prefeitura de Salgueiro achar que o Município só tem o distrito de Umãs e agora o de Pau Ferro que já tem água suficiente para consumo e irrigação, o Distrito de Conceição das Crioulas sempre foi deixado de lado pelos Prefeitos, só que o Pessoal do PSB do Tempo de D Creusa e Dr Marcondes quase que nada fizeram pelo distrito,na verdade tirando o Asfalto que foi feito pelo governo do Estado com um atraso de muitos anos, esse pessoal que está no poder a quase vinte anos,praticamente nada fez por Conceição, até hoje esse atual mandato de Marcondes só fez uma minúscula Praça da saúde, que de tão pequena coube no final de uma praça já existente e com Dinheiro que já estava nos cofres desde do mandato passado,aqui na verdade o que existe são muitos funcionários contratados e comissionados da Prefeitura, a Piada que roda aqui nas esquinas da vila é que no posto de saúde daqui tem mais contratados e comissionados do que remédios e pacientes.

    1. D.ALVES

      Caro Sr. Paulo David, não tiro sua razão; Todos nós estamos cansados de saber que o problema de abastecimentos d’água não é apenas desta Cidade (Salgueiero-Pe) mas de todas as Cidades do estado de Pernambuco, até mesmo nas Cidades localizadas nas Margens do Rio São Francisco, porém em uma escala muitissima menor do que ocorre em nossa Cidade, sei que HA muitos anos nossa Cidade vem sofrendo com o ABASTECEIMENTO D’ÁGUA (SEJA: DESBASTECIMENTO); Quem tem como maior responsavel pelo DESABASTECIMENEO com toda certeza recai na direção local da COMPESA (COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO S.A), Empresa dita brasileira (porém genuinamente Pernambucana), que detém a concessâo dos Serviços Públicos de Saneamento Básico deste Estado (PE), cujo maior acionista é o Governo do Estado de Pernambuco, que tem como Gestor o Exmo. Sr. Governador de nosso estado Dr. PAULO (HENRIQUE SARAIVA) CÂMARA, que até o dia 31/12/2022, continuará no Controle a Gestão da COMPESA, porem os Poderes: Executivo e Legioslativo, mas todos os políticos que garimpam sufrágios (votos) nesta Cidade também terão suas parcelas de responsabilidades ao exigir do nosso Governador o cumpromento das promessas outrora feitas a População Salgueirense.
      Com relação ao vosso relato nomes deverão ser dado aos beneficiados, o Minisatério Púbico existe para apurar as denuncias, feitas por vossa senhoria e demais divulgadores dos fatos ora comentados por escrito.

    1. D.ALVES

      MEU CARO, ESSE ÓRGÃO É ESTADUAL E DENOMINA-SE COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO, SE FOSSE MUNICIPAL PODERIAMOS CULPAR O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, NÃO POSSO NEM DEVEMOS CULPAR APENAS OS SENHORES PREFEITOS, PORÉM TODOS OS POLÍTICO INCLUSIVE OS REGIONAIS DESDE OS PODERES LEGISLATIVOS, QUER SEJA MUNICIPAL E OU ESTADUAL, ALÉM DE NÓS MESMOS QUE OS DELEGAMOS PODERES PARA NOS REPRESENTAR.

  2. D.ALVES

    NOSSO GOVERNADOR PAULO (HENRIQUE SARAIVA) CAMARA, PRECISA SER INTEIRADO OU CIENTIFICADO SOBRE A SITUAÇÃO DA POPULAÇÃO SERTANEJA DE PERNAMBUCO.

    O ÓRGÃO COMPESA PRECISA SER BEM MONITORADA E DIRIGIDA, ESTE ÓRGÃO POSSUI EXCELENTES SERVIDORES. NECESSARIAMENTE NÃO PRECISA DE GESTORES INDICADOS POLITICAMENTE E SIM: GESTORES CAPAZES OU CAPACITADOS.

    SENHORES POLÍTICOS PERNAMBUCANOS ESPECIALMENTE OS POLÍTICOS SALGUEIRENSES. *IMAGINEM SE FOSSEM VOCÊS (POLÍTICOS) QUE ESTIVESSEM NA SITUAÇÃO DESTAS PESSOAS ESPECIALMENTE OS DA ZONA RURAL DE NOSSA CIDADE, QUANTO SOFRIMETO ELAS ESTÃO PASSANDO, NÓS DA ZONA URBANA DESTA CIDADE ESTAMOS SOFRENDO E MUITO COM A ESCASSEZ DO ABASTECEIMENTO D’ÁGUA EM NOSSAS RESIDENCIAS (MUITAS DELAS RESIDENTES NO BARRO DO DIVINO, RECORRERAM AS POLUÍDAS ÁGUAS DO AÇUDE VELHO), IMAGINEM ELAS DA ZONA RURAL, PORÉM RECENTEMENTE A DIREÇÃO DA COMPESA DA NOSSA CIDADE PÚBLICOU NO GIRO DO SERTÃO CENTRAL, MAIS PRECISAMENTE EM DOS BLOGUES DE NOSSA CIDADE, QUE: APARTIR DO MÊS DE OUTUBRO DESTE ANO, NÓS CONSUMIDORES IRIAMOS TER MENOS DIAS SEM ÁGUA OU SEJA MAIS DIAS COM ÁGUA (O RACIONAMENTO IRIA DIMINUIR), MAS O QUE SENTIMOS FOI MAIS DIAS SEM ÁGUA E MENOS DIAS COM ÁGUA (I.E. TIVEMOS MAIS DE 15 DIAS SEM ÁGUA EM NOSSAS TORNEIRAS), PORÉM O CALENDÁRIO DE ABASTECIMENTO FOI DIVULGADO ERRONEAMENTE (DIZENTO QUE NO BAIRRO N.S. DE FÁTIMA OU NOVO EVEREST, TERIAMOS NOS DIAS 12, 13, 14 E 15) SÓ QUE A AGUA NESSA LOCALIDADE SÓ COMEÇOU A CHEGAR NO DIA 17 DESTE, NÃO SABEMOS O PORQUE DESSE INFORME DESENCONTRADO, FOI PARA CONFUNDIR O CONSUMIDOR OU A PRÓPRIA DIREÇÃO GERAL DA COMPESA?.
    ÁGUA É UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA.
    A OUVIDORIA GERAL DA COMPESA E A DO GOVERNO DO ESTADO DEVERÃO SER COMUNICADAS POR QUEM DE DIREITO E DEVER.