Ministério Público Eleitoral pede que TRE-PE aceite recursos de vereadores de Salgueiro que tiveram mandatos cassados

Os vereadores salgueirenses Henrique Sampaio e Flavinho Barros, que tiveram mandatos cassados em 1ª instância sob acusação de fraude na coligação do PSD referente à cota de gênero, conseguiram uma vitória parcial nessa quinta-feira, 27, através de recursos apresentados ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). O Ministério Público Eleitoral opinou pelo provimento da apelação para que a ação seja julgada improcedente, afastando as sanções aplicadas na sentença.

“Os documentos juntados na peça de defesa comprovam que [a candidata] realizou publicações sobre sua candidatura em redes sociais, que participou de ‘live’ e que foram confeccionados, em seu nome, materiais de campanha, como os santinhos”, destaca no parecer o Procurador Regional Eleitoral, Roberto Moreira de Almeida, acrescentando: “Cabe ao candidato escolher o momento ideal para iniciar de fato a campanha, revelando-se incabível inferir, diante de todo o material juntado como prova, que aquela só tem início para os fins de mascarar o caráter fictício da candidatura.”

Por fim, o procurador pede que a sentença seja reformulada e conclui: “Ante o exposto, o Ministério Público Eleitoral opina por provimento dos recursos, para afastar as sanções aplicadas na sentença.”

Da redação do Blog Alvinho Patriota

2 comentários sobre “Ministério Público Eleitoral pede que TRE-PE aceite recursos de vereadores de Salgueiro que tiveram mandatos cassados

  1. Geraldo Pereira de Souza

    Isso é muito triste para o pessoal da Situação, pois já são minoria na Câmara de Vereadores, ainda estão perdendo um Vereador que não está satisfeito com o tratamento recebido pelo partido, isso significa que o Prefeito vai ter fiscalização permanente durante os quatro anos e não vai fazer o que bem quer na Câmara.

  2. Leitor do blog

    VERGONHOSO. A suposta candidata estava fazendo campanha para Flavinho, só depois da denúncia é que ela começou a fazer a campanha para si própria.