Ministério da Saúde autoriza uso de doses da Janssen que chegaram ao DF congeladas

O Ministério da Saúde autorizou, neste sábado (3/7), o uso das 40,1 mil doses da Janssem contra a Covid-19 as quais chegaram congeladas ao Distrito Federal. A Secretaria de Saúde havia suspendido a aplicação de forma preventiva até que a pasta federal e autoridades sanitárias dessem o parecer sobre a alteração da temperatura recomendada.

A Fiocruz concluiu que “os produtos constantes no formulário com registro número 27 encontram-se dentro das especificações da qualidade, podendo ser utilizados, respeitando o prazo de validade, desde que não tenha havido a abertura do frasco e após o vencimento deverá ser descartado”, frisou Maria Aparecida Affonso Boller, coordenadora do Núcleo Técnico de Produtos Biológicos.

“As vacinas são produtos biológicos complexos e podem sofrer degradação durante o armazenamento de longo prazo em condições de cadeia de frio (2 a 8 ℃) e isso normalmente é aumentado em temperaturas mais altas. Consequentemente, estabelecer as características de estabilidade dos produtos é um elemento crítico da avaliação geral pela agência regulatória nacional para garantir que as vacinas licenciadas permaneçam eficazes no final de sua vida útil, quando armazenadas nas condições aprovadas”, explicou.

De acordo com o Ministério da Saúde, lote informado pelo DF pode ser usado normalmente, de forma segura. “O carregamento passou por vistoria e foi aprovado pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), após a constatação de que a temperatura não influenciou a qualidade da vacina”, registrou.

Fonte: Metrópoles