Manifestantes fazem ato contra Bolsonaro e a favor da vacina na Avenida Paulista, em São Paulo

Manifestantes realizaram neste sábado (29), na Avenida Paulista, em São Paulo, um ato contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a favor da aceleração do ritmo da vacinação no país.

Com faixas e cartazes, os manifestantes pediram a saída de Bolsonaro do cargo e também defenderam o auxílio emergencial e a valorização da educação e da saúde no país.

Por causa do ato, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) fechou a Avenida Paulista nos dois sentidos, entre a Alameda Campinas e a Rua da Consolação, até às 19h20. No fim da tarde a manifestação pacífica chegou a ocupar dez quarteirões da avenida.

Nas faixas durante o ato, os manifestantes também lembraram as quase 460 mil vítimas da Covid-19 no Brasil desde o início da pandemia e do ator Paulo Gustavo, morto pela doença aos 42 anos.

Usando caixas de remédio, eles também fizeram críticas à insistência de Bolsonaro em continuar defendendo o uso de medicamentos sem eficácia científica comprovada contra a Covid-19 durante a pandemia.

O ato começou às 16h e ocupavam a avenida Paulista nos dois sentidos, na altura do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Por volta das 17h, a manifestação saiu em caminhada pela via em direção à rua da Consolação, no sentido Centro, em direção à Praça Roosevelt, liberando a Av. Paulista.

A manifestação foi acompanhada pela Polícia Militar e pela Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Pelas imagens e fotos foi possível ver que a grande maioria dos manifestantes estavam usando máscara e mantendo algum distanciamento uns dos outros, mas mesmo assim foram vistas aglomerações.

Fonte: G1

Um comentário sobre “Manifestantes fazem ato contra Bolsonaro e a favor da vacina na Avenida Paulista, em São Paulo