Lula cita 16 anos de Merkel na Alemanha e minimiza ditadura na Nicarágua

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) minimizou a reeleição do ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, e traçou uma comparação com o tempo de poder da chanceler alemã Angela Merkel, eleita democraticamente.

A declaração ocorreu durante entrevista concedida ao jornal espanhol “El País”. O próprio petista, virtual candidato nas eleições do ano que vem, divulgou o vídeo em suas redes sociais.

“Sabe, eu não posso ficar torcendo… por que a Angela Merkel pode ficar 16 anos no poder e Daniel Ortega, não? Por que [o ex-presidente da Espanha] Felipe González, aqui, pôde ficar 14 anos [na verdade, são 13 anos]? Qual é a lógica?”, disse.

Uma das jornalistas presentes na entrevista rebateu Lula, dizendo que nem Merkel e nem González prenderam os seus opositores.

“Sabe, eu não posso julgar o que aconteceu na Nicarágua. No Brasil, eu fui preso. Fiquei 580 dias preso para que o Bolsonaro fosse eleito presidente. Eu não sei o que as pessoas fizeram [na Nicarágua] para que fossem presas. Se o Daniel Ortega prendeu a oposição, como fizeram comigo no Brasil, ele estará totalmente errado”, argumentou Lula, em seguida.

Fonte: UOL