Governo de Pernambuco e Sebrae vão iniciar capacitações do programa Valorizando a Pele em três municípios do Sertão

Começa na próxima segunda-feira, 8, a 2ª edição do programa Valorizando a Pele, que tem como finalidade aperfeiçoar e escoar a venda de produtos derivados do couro da caprinocultura, ovinocultura e tilápia em Pernambuco. Realizado pela Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação, em parceria com o Sebrae, o programa beneficia empreendimentos já selecionados dos municípios de Floresta, Petrolândia e Tacaratu.

A ação busca gerar emprego e renda no Sertão do Itaparica, de forma que a região sertaneja se consolide na exploração de derivados de peles dos animais. O setor vem crescendo economicamente no Brasil, daí a ideia do programa de fomentar a produção de derivados do couro, ao invés de descartar essa matéria-prima.

“O Sertão de Itaparica apresenta menos oportunidade de trabalho formal, mas tem um grande potencial de beneficiamento de pele. A média salarial dos trabalhadores de campo nos pólos da tilápia, na região nordestina, ainda gira em torno de um salário mínimo. Quem trabalha com os derivados e abraça o empreendedorismo, poderá ter uma renda melhor”, pontua o secretário estadual do Trabalho, Alberes Lopes.

Da redação do Blog Alvinho Patriota