Falta de doses da CoronaVac gera aglomeração e reclamações em Paulista, no Grande Recife

Moradores de Paulista, no Grande Recife, cobraram nesta segunda-feira (17) a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 CoronaVac/Butantan. Pessoas a partir de 60 anos, que já completaram 28 dias da primeira aplicação, reclamaram da falta de informação do fim do estoque por parte da prefeitura e houve registro de aglomeração e protesto.

De acordo com a prefeitura, da remessa que chegou ao estado na quinta-feira (13), cerca de 2,6 mil doses de CoronaVac foram enviadas ao município, sendo que todas foram administradas na sexta-feira (14). Com isso, a cidade não tinha unidades do imunizante nesta segunda.

A mesma situação foi registrada na segunda-feira (10), quando o estoque de 1,5 mil doses CoronaVac acabou em poucas horas na cidade. O município também tinha suspendido a segunda dose do imunizante no dia 5 de maio por falta do imunizante. A aplicação de primeira dose do imunizante está suspensa em todo o estado.

A gerente do Programa Nacional de Imunização (PNI) em Paulista, Amanda Rangel, disse à TV Globo que, atualmente, cerca 5,4 mil pessoas aguardam pela segunda dose do imunizante e que o município já solicitou ao estado as unidades que faltam.

Fonte: G1PE