Ex-vereador professor Hercílio defende construção de Campus da Univasf na antiga estação ferroviária

Continua repercutindo a polêmica sobre o local de construção das instalações físicas do Campus da Univasf em Salgueiro. Nesta segunda-feira, 20, quem entrou na discussão foi o ex-vereador professor Hercílio (PSB), que sempre vinculou sua trajetória política à educação. Em entrevista ao comunicador Vinicius Oliveira, na Salgueiro FM, Hercílio defendeu que o campus seja edificado na antiga estação ferroviária, como solicitado pela comunidade acadêmica da universidade. O vereador Flavinho Barros também participou do debate.

“Ali dá 8,8 hectares, ou seja, 88 mil metros quadrados. Se Deus permitir, daqui a 500 anos, que aquilo esteja superlotado pela universidade federal, Salgueiro tem sido o lugar que mais cresceu a universidade. Imagine a verticalização e o privilégio de uma área central, onde todos os alunos de Salgueiro poderão ir a pé. De qualquer lugar de Salgueiro eu vou a pé para a Univasf. Aí eu pergunto: Se não tiver um transporte favorável – porque hoje Salgueiro não tem transporte coletivo -, como é que eu jogo tudo lá para a BR-232 – Recife?”, argumentou o ex-vereador.

Ele ainda disse que a Univasf cabe na antiga estação e uma prova disso é que os maiores eventos da cidade são realizados no local e recebem milhares de pessoas.  “E usam um simples pedaço que nem está dentro desses 88 mil metros”, frisou, ressaltando que mesmo com a edificação do campus, a universidade ainda poderá ceder o espaço para shows musicais e culturais, porém, com uma estrutura melhor. “Eu sonho que a universidade seja aqui [na estação]. Eu trouxe essa ideia há muitos anos para cá, para que fosse aqui e acho que não tem outro lugar melhor”, completou.

Projeto da Univasf na antiga estação ferroviária

O projeto de construção do Campus da Univasf na antiga estação ferroviária já foi aprovado pela universidade, que inclusive pagou um projeto de engenharia e topografia que mostra como a universidade ficará quando pronta. A obra está orçada em R$ 12 milhões e tinha previsão de início em 2018, mas devido a cortes no orçamento da educação não foi iniciada. O projeto de doação do terreno caducou e precisa ser renovado pela prefeitura. É isso que tem gerado polêmica no município. A atual gestão não concorda com a instalação da universidade na antiga estação e ofereceu um terreno nas imediações do IFSertãoPE, rejeitado pela comunidade acadêmica.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Ex-vereador professor Hercílio defende construção de Campus da Univasf na antiga estação ferroviária