Corte de energia por falta de pagamento volta a ser permitido pela Aneel

O corte de energia por falta de pagamento para consumidores de baixa renda, que havia sido suspenso pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), voltou a ser permitido no país a partir desta sexta-feira (1º). Os clientes cadastrados na tarifa social e que têm contas de luz em atraso com a Neoenergia Pernambuco, antiga Celpe, têm condições especiais para negociar os débitos.

São oferecidos, segundo a companhia, descontos de até 36% do valor da dívida e parcelamento de débitos em até 18 vezes. O programa de negociação oferece essas condições até o dia 13 de novembro. Os abatimentos do valor total da dívida são dados sobre os valores das multas, juros e correções.

A interrupção do fornecimento de energia havia sido suspensa pela Aneel para esses consumidores em abril, devido à crise provocada pela pandemia da Covid-19, e não há uma previsão de nova suspensão de corte.

A tarifa social beneficia famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal. Os beneficiários com contas em atraso tem como opção para negociar os débitos o site da empresa. Ao entrar na página, a pessoa deve procurar o ícone de negociação de dívidas e fazer um cadastro.

Fonte: G1