Coreia do Norte reduz ração para população, que já está em insegurança alimentar, diz ONU

Cerca de dez milhões de norte-coreanos estão em estado de “insegurança alimentar”. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (3) pelo Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

As autoridades norte-coreanas estipularam a ração pública diária, distribuída pelo governo, a 300 gramas por dia, um nível historicamente baixo para esta época do ano, segundo o órgão da ONU. O país, alvo de diversas sanções por conta de seu programa nuclear, vive uma grave crise econômica e cerca de 40% da população passa fome. Um relatório do Programa Alimentar Mundial da ONU, publicado no ano passado, mostrou que os norte-coreanos precisam de ajuda humanitária.

“Depois das piores colheitas em dez anos, resultado de secas, calor intenso e inundações, 10,1 milhões de pessoas sofrem de insegurança alimentar no país”, declarou o porta-voz do Pam, Hervé Verhoosel. A produção agrícola foi estimada neste ano em 4,9 milhões de toneladas, o nível mais baixo desde 2008-2009. A queda resulta em um déficit alimentar de 1,36 milhão de toneladas. A Coreia do Norte tem 25 milhões de habitantes.

Fonte: G1

Um comentário sobre “Coreia do Norte reduz ração para população, que já está em insegurança alimentar, diz ONU