Brasil cumprimenta Palestina por admissão como Estado independente

O governo do Brasil parabenizou hoje (31) a admissão do Estado da Palestina  como membro da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A decisão de reconhecer o Estado independente da Palestina foi aprovada por 107 votos a favor, 14 contra e 52 abstenções. Em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo destaca a primeira vitória obtida pelos palestinos em um órgão ligado à Organização das Nações Unidas.

“O governo brasileiro felicita a Palestina por sua admissão como membro pleno da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura [Unesco]”, diz o comunicado. “Com o resultado, a Palestina torna-se o 195º Estado-Membro da Unesco – primeira agência especializada do sistema das Nações Unidas a admitir a Palestina como membro pleno.”

Na votação, que ocorreu hoje em Paris, na França, a delegação do Brasil votou a favor da admissão do reconhecimento de um Estado autônomo e independente para os palestinos. Porém, os representantes de Israel, do Canadá, da Austrália e dos Estados Unidos votaram contra por considerar a admissão prematura.

Em setembro, na 66ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, obteve a principal sinalização da comunidade internacional em favor do reconhecimento do Estado da Palestina. Vários líderes mundiais, inclusive a presidenta Dilma Rousseff, defenderam o direito de os palestinos terem seu país.

Fonte: Agência Brasil