TCE-PE julga irregulares contas de ex-prefeito de Cabrobó referentes ao ano de 2016

Contas da gestão de Auricélio Torres, ex-prefeito de Cabrobó, referentes ao exercício financeiro de 2016, foram julgadas irregulares pela Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) na semana passada. O relator, conselheiro Carlos Neves, identificou problemas na auditoria feita pela equipe técnica da Inspetoria Regional de Petrolina.

As principais falhas cometidas pelo ex-prefeito são falta de recolhimento de contribuições previdenciárias na ordem de R$ 2.801.056,48, – o que contribuiu para o aumento da dívida previdenciária municipal; ausência de controle de gastos com combustíveis e realização de despesas sem licitação.

Além de recomendar que a Câmara de Vereadores reprove as contas, Neves imputou a Auricélio uma multa no valor de R$ 8.396,50, que deve ser paga no prazo de 15 dias após o trânsito em julgado da decisão.

Da redação do Blog Alvinho Patriota