PSL irá a conselho de ética contra deputado que chamou Moro de ‘juiz ladrão’

O PSL vai entrar com uma representação (denúncia) no Conselho de Ética contra o deputado Glauber Braga, do PSOL do Rio de Janeiro, devido às agressões verbais ao ministro da Justiça, Sergio Moro, na audiência de terça-feira.

“Não pode ficar impune um desrespeito sem precedentes com uma autoridade do governo”, afirma Carlos Jordy, do PSL do Rio de Janeiro, e um dos vice-líderes do governo.

Braga afirmou que “a história não absolverá” Moro, que, segundo ele, será lembrado “como o juiz que se corrompeu, como um juiz ladrão”.

Fonte: Época