Professores pernambucanos decretam estado de greve após Governo do Estado anunciar retorno das aulas presenciais

Em assembleia virtual realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) na noite dessa quinta-feira, 24, professores decidiram entrar em estado de greve para não retornar às aulas presenciais a partir de outubro. A categoria argumenta que não existe segurança para a reabertura das unidades escolares nesse momento.

De acordo com o JC Online, mais de mil educadores participaram da assembleia, que ocorreu depois de uma reunião entre dirigentes do Sintepe e o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio. Os professores mantiveram a decisão de não retornar às aulas presenciais, mas deixaram espaço aberto para diálogo com o governo.

Uma nova reunião com o secretário de Educação foi agendada para a próxima segunda-feira, 28. Na tarde da quarta-feira, 30, a categoria volta a se reunir virtualmente para decidir se mantém ou não o estado de greve.

Da redação do Blog Alvinho Patriota