Vida FM Salgueiro FM

Prefeito e vice-prefeito de Salgueiro autorizam construção de banheiros comunitários nos sítios Santana e Tamboril

O prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro, e o vice-prefeito, Dr. Chico Sampaio, assinaram uma Ordem de Serviço na última sexta-feira, 5, para a construção de 30 banheiros comunitários nos sítios Santana e Tamboril.

Os serviços serão realizados pela Secretaria Municipal de Obras em convênio com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde). As melhorias sanitárias devem ser entregues em setembro deste ano.

De acordo com a prefeitura, cada banheiro contará com vaso sanitário, lavatório, chuveiro, caixa d´água, tanque de lavar roupa, sumidouro e tanque séptico.

Ao todo serão investidos R$ 235.819,12, oriundos de emenda parlamentar destinada em 2014 pelo deputado federal Gonzaga Patriota. 

Da redação do Blog Alvinho Patriota

2 comentários sobre “Prefeito e vice-prefeito de Salgueiro autorizam construção de banheiros comunitários nos sítios Santana e Tamboril

  1. Arnaldo Luciano de Alencar

    Quero ver uma obra dessa gestão é no Bairro Santa Margarida, pois em dois anos e três meses nada foi feito, da Rua José Adalberto a Rua Barboza Lima até o momento não foi feito nada, isso o Sr. Prefeito disse que a primeira Rua que ele iria calçar era a Rua José Luís de Oliveira e passado esse tempo até o momento o que se ver no Santa Margarida são muitas ruas esburacadas, delas a mais de uma ano intransitável é muito mato e Esgotos estourados, se os auxiliares do Prefeito andasse no Bairro daria para ver a situação, pois o povo está cansado de promessas é de desculpas de QUANDO PASSAR A CHUVA ….. isso aí é uma conversa que o povo já cansou de ouvir.

  2. Luis Carlos de Araujo

    Rapaz, se forem usar o material de péssima qualidade que estão usando na Avenida Elisa Patriota e no calçamento de Conceição das crioulas e se demorar o tanto que está demorando essas obras, esse povo só vai usar esses banheiros no ano que vem e olhem lá, Pense em uns Secretários enrolados, quando não falta cimento falta pedra falta Areia ou então falta dinheiro para pagar os trabalhadores, Pense em um povo enrolado, segundo os empreiteiros a culpa é do Prefeito que diz que não tem pressa.