Vida FM Salgueiro FM

Prefeito de Serra Talhada defende São João das Tradições: “Aqueles que reclamam têm oportunidade de ir para fora”

Alvo de muitas críticas em decorrência das festividades juninas que começaram nessa quarta-feira, 19, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, rebateu os comentários negativos em entrevista ao programa Frequência Democrática, na rádio Vila Bela FM, nessa sexta-feira, 21. Segundo o site Farol de Notícias, o gestor argumentou que não tem recursos para fazer festas do porte de Caruaru e Petrolina, mas nem por isso deixa de comemorar o São João.

“Nós não temos infelizmente apoios também do Governo do Estado para sermos polos de São João. E nem por isso a gente deixa de fazê-lo, não é? Estamos aí agradando o público e a gente direciona, nesse momento de tanta crise, e eu não ousaria fazer uma festa do porte de Petrolina… Então, eu estou satisfeito com o São João que a gente está fazendo e àqueles que reclamam têm a oportunidade de ir para fora e setembro vem aí com uma grade boa como a gente faz todos os anos”, disse.

Duque ainda destacou que prefere investir recursos na manutenção da saúde e educação. “A gente está fazendo, mas fazendo nos bairros ao invés de fazer na Estação do Forró. Mas fazer o São João no formato como estão fazendo em outras cidades a gente não tem recursos. E a juventude quer o que? Quer Gustavo Lima, Aviões do Forró, quer essas atrações de nome que são muito caras hoje. E entre fazer um investimento desse e investir em melhoria para a cidade, para manter a saúde funcionando melhor, manter a educação, eu prefiro manter a saúde e educação”, concluiu.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

Um comentário sobre “Prefeito de Serra Talhada defende São João das Tradições: “Aqueles que reclamam têm oportunidade de ir para fora”

  1. M. Carvalho

    Esse prefeito está mais do quê certo. Se não tem recursos próprios pra isso, pra quê fazer essas festonas com esses sertanejos de fora? Espera setembro que é tradição da cidade e agora faz como ele tá fazendo. Uma comemoração simples q valorize os filhos da terra e não passe em branco. Afinal a situação não está pra grandes festas não.