Prefeito de Salgueiro diz que não tem condições de criar as 50 creches prometidas na campanha

As famigeradas 50 creches prometidas pelo prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro, durante a campanha de 2016, não sairão do papel. Em entrevista ontem ao programa Ponto de Vista, apresentado por William de Carvalho na SIM TV, o gestor municipal alegou que não pode criar as creches por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Tem uma herança maldita que eu herdei desde o dia que assumi a Prefeitura de Salgueiro, que não tem como eu baixar, que se chama Lei de Responsabilidade Fiscal. A Lei de Responsabilidade Fiscal não permite você criar cargos, nenhum programa, não me permite a criar nada. E como é que eu vou criar uma coisa que não existe?”, indagou.

Sobre a promessa, afirmou que seu marqueteiro viu a possibilidade de trazer para Salgueiro o programa de sucesso em Petrolina, mas não sabia a real situação financeira do município. “Na pré-campanha, na campanha, você pega um marqueteiro, você pega um grupo que se estuda, que vê a possibilidade de se criar, mas não vê de verdade como é que a máquina funciona. Quando você chega e vê como é que a máquina funciona, você vê uma Lei de Responsabilidade Fiscal, o que é que eu posso fazer, me diga? Eu posso montar 50 creches hoje com dinheiro particular? Não”, declarou.

Durante a campanha de 2016, Clebel recebeu o apoio do então prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, e prometeu instalar em Salgueiro 50 creches seguindo o modelo do Programa Nova Semente. Lóssio criou o projeto em Petrolina com a finalidade de melhorar a educação básica, reduzindo o déficit de analfabetismo e desnutrição infantil.

Da redação do Blog Alvinho Patriota