Prefeito de Petrolina anuncia fechamento dos comércios não essenciais a partir de segunda-feira

Estabelecimentos comerciais não essenciais voltarão a fechar as portas em Petrolina a partir da próxima segunda-feira, 13, devido ao aumento de casos confirmados da Covid-19 nas últimas semanas. O prefeito Miguel Coelho anunciou a decisão na noite dessa sexta-feira, 10, após reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus.

No início da semana deixam de ter autorização para funcionar o comércio não essencial, feiras livres, shoppings, parques e serviços públicos, como o atendimento na prefeitura. O governo municipal também vai bloquear a orla e pistas em avenidas usadas para caminhadas, como a Monsenhor Ângelo Sampaio, Integração e Estrada da Banana. As restrições ainda abrangem cultos e missas.

Essas medidas mais rígidas terão validade por 14 dias. No dia 26 de julho o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus volta a se reunir para, com base nos dados atualizados do quadro epidemiológico, emitir um parecer que embasará o cronograma de retomada dos segmentos econômicos, públicos, reuniões e outras atividades.

Da redação do Blog Alvinho Patriota